NESTA QUINTA-FEIRA (19/7) OS RADARES MÓVEIS ESTARÃO NAS SEGUINTES VIAS: 

RADAR 1 - RUA JOSÉ BONIFÁCIO (CENTRO/BAIRR0) - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H; 

RADAR 2 - AV. MORUMBI (BAIRRO/CENTRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H; 

RADAR 3 – AV.DR. HEITOR JOSÉ REALLI (RODOVIA/BAIRRO) – VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H.

O prefeito Airton Garcia, acompanhado do vereador Marquinho Amaral, da secretária de Cidadania e Assistência Social, Glaziela Solfa e do assessor Especial de Gabinete, Antônio Carlos Catharino, visitaram na manhã desta terça-feira (10), a Casa de Acolhimento Claudia Picchi Porto.

A Casa recebeu do vereador Marquinho Amaral uma emenda parlamentar no valor de R$ 60 mil. O recurso foi usado para a compra de um veículo, eletrodomésticos e móveis: 2 liquidificadores, 2 batedeiras, 1 secadora de roupas, um bebedouro/purificador e 6 beliches.

“Desde o governo passado, eu estou tentando adquirir um veículo para a Casa de Acolhimento. Com apoio do prefeito Airton Garcia foi possível destinar a emenda nesse momento. O carro está sendo licitado e com o uso racional do recurso foi possível adquirir outros produtos. Hoje, percebo que a união da equipe só traz benefícios para todos, principalmente, da população”, afirmou o vereador Marquinho Amaral.

Durante a visita, as crianças e adolescentes abrigados fizeram algumas solicitações ao prefeito Airton Garcia. “A reinvindicação deles é positiva, mas fiz questão de dizer que é necessário cuidar daquilo que eles têm. A casa é um lar passageiro, mas o empenho de todos é fundamental para que essa passagem seja a mais agradável possível”, afirmou o prefeito.

A secretária de Cidadania e Assistência Social, Glaziela Solfa, destacou a importância da destinação da emenda do vereador Marquinho Amaral. “O veículo é uma necessidade da casa. Com recursos próprios seria mais difícil a compra. Aos poucos estamos reestruturando a Casa de Acolhimento. Já tivemos bons resultados, com a diminuição no número de abrigados. Também estamos licitando a reforma da casa”, contou Glaziela.

A Casa de Acolhimento realiza o acolhimento provisório de crianças e adolescentes encaminhados pelo Poder Judiciário ou Conselho Tutelar. Hoje, nas duas unidades são 31 acolhidos.  

 

 

 



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo

Sistema Organização Contabil
Fóvea