OS RADARES MÓVEIS ESTARÃO EM OPERAÇÃO NESTA SEGUNDA-FEIRA (17/6) NOS SEGUINTES LOCAIS:

RADAR 1 - AVENIDA TRALHADOR SÃO-CARLENSE (RODOVIÁRIA/USP) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 2 - AVENIDA BRUNO RUGGIERO FILHO (BAIRRO/shopping) - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 3 - RUA MIGUEL PETRONI - (RODOVIA/CENTRO) - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H.

A partir do dia 28/6, o Sesc São Carlos realiza debates e palestras sobre meio ambiente e sustentabilidade, com a participação de entidades ambientalistas da cidade. No dia 29/6, acontecem as oficinas “O Rio da minha Rua”, que leva as crianças a vivenciarem por meio de jogos e brincadeiras o elemento água e compreender como ela conforma a Terra; a oficina “Ciclo da Vida: Adubo Orgânico e Sementes para Mudas Nativas”, que aborda os ciclos da matéria orgânica, a partir das transformações de resíduos orgânicos, bem como seus benefícios para a adubação e plantio de sementes e mudas; a oficina “Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC): Nutrição, Soberania e Degustação”, com a degustação de 3 pratos (patês, pães e guarnições) preparados com base em PANCs.

As atividades fazem parte da celebração ao Dia Mundial do Meio Ambiente (05 de junho), em que todo o mês o Sesc São Paulo será palco de reflexões, trocas de ideias e experiências sobre temas socioambientais, por meio de uma programação especial que integra o projeto “Ideias e Ações para um Novo Tempo”, iniciativa vinculada ao programa de Educação para a Sustentabilidade, mantido pela instituição. O projeto traz cerca de 200 atividades, distribuídas entre as 40 unidades do Sesc no estado de São Paulo.

O “Ideias e Ações para um Novo Tempo” é um projeto permanente, criado em 2012, com ações realizadas durante todo o ano nas unidades do Sesc no estado de São Paulo. Tem como objetivo identificar iniciativas que conciliam aspectos sociais, econômicos, ambientais e culturais nos seus modos de vida, produção e trabalho, além de compartilhar práticas, saberes e experiências socioambientais voltadas ao cuidado com o ambiente e com as pessoas, associadas ao desenvolvimento do território local. Para isso, durante todo o mês de junho, o projeto intensifica suas ações no intuito de integrar os representantes das diversas iniciativas socioambientais mapeadas, além de promover o diálogo entre o público geral e as iniciativas que transformam a realidade numa perspectiva responsável, justa, ética e sustentável.

Para Danilo Santos de Miranda, diretor do Sesc São Paulo, “As temáticas socioambientais compõem uma importante agenda, especialmente em razão da complexidade dos dilemas da vida contemporânea e de suas consequências para as sociedades atuais e vindouras.” E complementa: “Diante deste desafio, o Sesc atua na perspectiva dos processos de educação para a cidadania, valorizando o debate em torno dos direitos e deveres do cidadão, como forma de encontrar caminhos e respostas diante da complexidade destas questões.”

Além da programação especial em todas as unidades, o Sesc SP apresenta a 10ª Conferência Internacional de Educação Ambiental e Sustentabilidade – o melhor de ambos os Mundos (Best of Both Worlds), entre os dias 12 e 15, no Sesc Sorocaba, com palestras de importantes nomes do ativismo socioambiental, como o indiano Manish Jain, Antônio Nobre, Sonia Guajajara, Célio Turino; mesas de debates; apresentação de pôsteres; oficinas e intervenções culturais. A realização é em parceria com a ESALQ/USP - Laboratório de Educação e Política Ambiental (OCA) e a Universidade Federal de Alfenas.

A programação completa por unidade e detalhes sobre a conferência estão disponíveis em <http://bit.ly/2LxzaQP >.

 

SERVIÇO

>> SESC SÃO CARLOS <<

AV. COMENDADOR ALFREDO MAFFEI, 700

TEL.: (16) 3373-2333

 

Debate “Os Caminhos da Pauta Ambiental no Brasil Atual”

Representantes de entidades ambientalistas da cidade convidam o professor Marcos Sorrentino para debater a pauta ambiental em nosso país na atualidade.

Com Marcos Sorrentino e entidades ambientalistas de São Carlos.

Livre.

Grátis.

28/6. Sexta, 19h às 21h30.

Não é necessário inscrever-se.

 

Exposição “Mostra de Entidades Socioambientais de São Carlos”

Apresenta uma parte das entidades que atuam na conservação da natureza e na educação ambiental em São Carlos e cria um espaço para a troca de conhecimentos. Com Associação Veracidade, Associação Veredas, Associação para Proteção Ambiental de São Carlos (APASC), Ecovila Tibá, Fubá, Reenvolta e Escola da Floresta - Sítio São João.

Livre.

Entrada gratuita.

29/6. Sábado, 11h às 18h.

Não é necessário inscrever-se.

 

Oficina “O Rio da minha Rua”

Atividade para as crianças vivenciarem por meio de jogos e brincadeiras o elemento água e compreender como ela conforma a Terra, bem como sustenta a vida e passeia pela natureza. Com Reenvolta - Cooperativa socioambiental de trabalho.

Livre

Grátis

29/6. Sábado, 11h.

Inscrições no local

 

Oficina “Ciclo da Vida: Adubo Orgânico e Sementes para Mudas Nativas”

A atividade aborda os ciclos da matéria orgânica, a partir das transformações de resíduos orgânicos, bem como seus benefícios para a adubação e plantio de sementes e mudas. Posteriormente, os participantes deverão manusear um composto de solo, peneirar e acrescentar a semente nativa de sua escolha. Com Escola da Floresta - Sítio São João.

Livre

Grátis

29/6. Sábado, 14h

Inscrições no local

 

Oficina “Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC): Nutrição, Soberania e Degustação”

A atividade apresenta algumas PANCs, suas histórias, principais exemplos regionais e ao final da demonstração, degustação de 3 pratos (patês, pães e guarnições) preparados com base em PANCs. Os participantes também levam um material com algumas sugestões e receitas. Com Associação Veracidade.

Livre

Grátis

29/6. Sábado, 15h

Inscrições no local

 

Oficina “Origami: Animais Brasileiros”

A partir de fotos e de uma história fictícia envolvendo animais brasileiros que ocorrem na região de São Carlos, os participantes confeccionam origamis de cada animal que aparece na história. E com a ajuda do mapa do Brasil também será possível localizar os seus habitats dos animais confeccionados. Com Fubá - Educação Ambiental e Criatividade.

Livre

Grátis

29/6. Sábado, 15h30

Inscrições no local



Debate “Roda de Conversa entre as Entidades Socioambientais de São Carlos”

As entidades participantes da mostra convidam o público para uma roda de conversa. O objetivo é elaboras uma proposta de atuação conjunta das entidades e dos interessados nas questões socioambientais de São Carlos.

Livre

Grátis

29/6. Sábado, 16h30

Inscrições no local



Comentário(s) 

+3
Lombi | 24 Junho 2018
Eis aí 20 milhões anuais jogado fora com esta câmara. O berreiro é uma vergonha o cara é baixo só berra pensa que está na casa dele para berrar.
+12
leitor assíduo | 20 Junho 2018
Marquinho pode até ter razão. O secretário importado de Araraquara não demonstra comprometimento com a população de São Carlos. Dizem que continua morando na morada do sol. Será verdade? Quanto à briga entre leandro e paranazinho e à omissão covarde de júlio césar, está na hora de enquadrar os três no código de ética. Se a tal comissão de ética continuar amedrontada e acovardada, que se denuncie a falta de decoro ao Ministério Público, pois, leandro, paranazinho e j.césar passaram do limite fixado pela sensatez e precisam ser punidos. A vaidade de j.césar e sua ambição ao cargo de de[...]do estadual não justificam a postura irresponsável que tem adotado nessa briga insensata.
+8
Ligado | 20 Junho 2018
E por falar do Marquinho Amaral, alguém sabe como andam as denuncias graves que ele fez contra o setor de hemodialise da Santa Casa e seus responsáveis ?. Ou ficou por isso mesmo.