NESTA SEGUNDA-FEIRA (18/11) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1 - Rua Miguel Petroni (RODOVIA/CENTRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H;

RADAR 2 – Rua Ray Wesley Herrick (bairro/CENTRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 kM/H;

RADAR 3 - Avenida Francisco Pereira Lopes (Shopping/USP) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H.

A Exposição “Direitos Humanos Para Quê? A Convenção sobre os Direitos da Pessoa com Deficiência” foi aberta na tarde desta terça-feira (4/5) no Paço Municipal, com a presença da reitora da UFSCar, Profa. Dra. Wanda Hoffmann, dos funcionários e secretário da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida, José Paulo Gomes, e da secretária de Cidadania e Assistência Social, Glaziela Solfa Marques.

“O objetivo principal da Secretaria é a divulgação dos diretos da pessoa com deficiência. Nós temos dificuldade em fazer essas informações chegarem às famílias e a comunidade. Então são com eventos dessa natureza que conseguimos divulgar as informações para um número maior de pessoas. Vamos estimular principalmente a participação das crianças para formar e informar as famílias”, disse José Paulo Gomes, secretário da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida.

A exposição faz parte da 9ª edição da Virada Inclusiva, e retrata a Convenção com um novo olhar da sociedade sobre a pessoa com deficiência, considerando a acessibilidade um requisito fundamental para a garantia da sua plena participação em todos os setores sociais. Estimulando assim, o debate sobre o respeito às liberdades fundamentais, e o resultado do reconhecimento da luta dos movimentos civis por direitos humanos para inclusão e acessibilidade.

Os painéis interativos trazem conteúdo acessível sobre os direitos básicos (moradia, justiça, trabalho, participação, saúde, equidade, educação, cultura e segurança), a partir de jogos infantis adaptados para garantir pleno acesso a todos; para os visitantes a reflexão acerca das conquistas e mudanças que ainda precisam ser realizadas para uma inclusão plena.

A reitora da UFSCar, Profa. Dra. Wanda Hoffmann, destacou a importância da exposição para a construção de uma sociedade mais inclusiva. “Esse projeto é de grande importância. Uma exposição que mostra e esclarece os direitos das pessoas com deficiência. Uma atividade que vai atingir desde as crianças da rede até os nossos alunos da universidade. Essas informações auxiliam na promoção da diversidade, para uma sociedade mais inclusiva. Ações dessa natureza fazem com que a sociedade acorde, tenha uma visão mais ampla dessas pessoas, de como elas podem ser incluídas e terem um melhor ambiente e viver com qualidade de vida”, disse ela.

A mostra é uma parceria entre a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, por meio do Memorial da Inclusão, e a Prefeitura Municipal de São Carlos, por meio da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida, com o apoio das secretarias de Educação, Esporte e Cultura, e o Fundo Social de Solidariedade.

A Exposição pode ser visitada até o próximo dia 28 de junho, no Paço Municipal, de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 14h às 17h. Agendamentos podem ser realizados pelo email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo telefone (16) 3306-8523.

 



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo