NESTA SEXTA-FEIRA (21/09) OS RADARES MÓVEIS ESTARÃO NAS SEGUINTES VIAS: 

RADAR 1 - RUA MANOEL JOSÉ SERPA (BAIRRO/CENTRO) - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 40 KM/H; 

RADAR 2 – AV. JOÃO DE GUZZI X RUA MARCOS VINICIUS DE M. MORAES - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 3 – RUA MIGUEL PETRONI (RODOVIA/CENTRO) – VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H.

 

As Secretarias da Infância e Juventude e da Fazenda conseguiram, junto ao Banco do Brasil, a isenção de tarifas bancárias para todas as contas das organizações da sociedade civil (OSCs) que tem parceria com a Prefeitura de São Carlos.

A isenção está prevista na Lei do Marco Regulatório, mas as instituições estavam com dificuldade para conseguir. “O cumprimento desta Lei era reivindicação antiga das organizações sociais e foi conseguida através de esforços de negociação da Prefeitura com o banco”, afirmou o secretário da Infância e Juventude, Paulo Wilhelm de Carvalho.

A partir de agora, todas as organizações sociais da região serão beneficiadas com a isenção de taxas de serviço bancário. Para isso, é necessário procurar a agência do Banco do Brasil onde a instituição tem a conta vinculada a parceria e apresentar ao gerente cópia do termo e da publicação do Diário Oficial do Município.

O Marco Regulatório mudou as relações entre o poder público e as organizações da sociedade civil possibilitando uma modernização nessa relação. Em 2017, a Prefeitura de São Carlos investiu cerca de R$ 11 milhões em projetos de entidades ligadas à Saúde, Educação, Assistência Social, Esporte e Lazer e Infância e Juventude.

Vale lembrar que a legislação vale para todos os tipos de termo de parceria firmados independentes do nível de governo: municipal, estadual ou federal.

 



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo