NESTA SEGUNDA-FEIRA (26/08) OS RADARES MÓVEIS ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1 - Rua José Bonifácio x Rua 1º de Maio (CENTRO/bairro) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H; 

RADAR 2 - Avenida Morumbi (CENTRO/bairro) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H; 

RADAR 3 - Avenida Getúlio Vargas (BAIRRO/CENTRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H.

 

Você sabia que não precisa morar em São Paulo para estudar na USP? Sabia que grandes empresas, em especial as da área de tecnologia como Microsoft, Google e Facebook, costumam visitar uma cidade no interior do estado para recrutar os alunos da USP, justamente por causa da qualidade da formação oferecida no campus?
 
É exatamente para mostrar os diferenciais de estudar em São Carlos, no campus da USP, que será realizado um evento dia 12 de abril, sexta-feira, no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos. É quando acontecerá a visita monitorada: estudantes, pais, professores e demais interessados poderão conhecer gratuitamente o Instituto, saber mais sobre os oito cursos de graduação oferecidos e esclarecer as dúvidas com alunos, professores e funcionários da USP.
 
Para participar da iniciativa, que é gratuita, basta se inscrever, até dia 8 de abril, individualmente ou em grupo, no formulário disponível neste link: www.icmc.usp.br/e/5ef37. Há 200 vagas e as atividades acontecerão das 14h30 às 17 horas.
 
Nesse dia, os participantes receberão as boas-vindas no auditório Fernão Stella de Rodrigues Germano, no bloco 6 do ICMC. Depois, vão visitar uma mostra tecnológica, em que diversos grupos de pesquisa e extensão do Instituto mostrarão os projetos que desenvolvem, nos quais os futuros alunos da USP poderão se engajar. Além disso, acontecerá também um tour guiado para possibilitar que todos conheçam a infraestrutura existente no ICMC. 

Vale lembrar que a USP é uma universidade pública e gratuita e que você pode ingressar nos cursos de graduação oferecidos fazendo o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ou o vestibular da Fuvest. A visita monitorada faz parte do Programa USP e as Profissões, coordenado pela Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da USP, e é promovida pela Comissão de Cultura e Extensão Universitária do ICMC.



Comentário(s) 

+4
Viu Muleque | 13 Abril 2018
Quanto ao furto de água, um dos candidatos a vereador na região do Tijuco Preto e cargo comissionado na [...]istração passada foi flagrado, com um gato instalado no cavalete, era um dos críticos ferrenhos da corrupção, perseguiu funcionários, tanto na Prefeitura quanto no SAAE, colocando na frente de nomes sigla partidária e agora cade a moral que cantava a todos os cantos, pelo visto será candidato novamente nessa eleição, então veja se merece seu voto, o que ele fara na câmera se eleito.
+6
Alexandre | 12 Abril 2018
No caso da CPI é tão simples. Só devemos guardar o nome de quem pulou para trás na hora H, e não votar nos mesmos na próxima eleição. Todos aqueles que não forem a favor do povo e da população, não merecem continuar na Câmara. Eu sou um dos que vai deixar de votar nessa gente.
+10
Cesar | 12 Abril 2018
Disseram não para instaurar a CPI os edis, agora que é caso de polícia, vão aparecer vários ou todos, dizendo que era a favor. Tem alguns cara de pau que querem ser de..tado, não conseguem fiscalizar uma cidadezinha. Quero ver o moleque berreiro, falar mau da empresa do papai. kkkk
+1
Servidor | 12 Abril 2018
Sr. Mário , tenho saudades do Newton Lima!
+1
Mario | 11 Abril 2018
Vou falar uma asneira, que o Sr. me puna se eu estiver errado, sei que é o cumulo, o fim, mas estou com saudades do Altomani, é mole.
+12
leitor assíduo | 11 Abril 2018
A CPI morreu de inanição? Dizem por aí que vereadores são acalentados no colo do prefeito. Será? Pode ser verdade, se considerarmos a apatia, a indiferença, a passividade e a irresponsabilidade com que alguns tratam os interesses da população.
Quando será que a defesa dos anseios da população se transformará em missão dos nobres edis, que, afinal, foram eleitos para cumprir esse desiderato?