NESTA SEGUNDA-FEIRA (26/08) OS RADARES MÓVEIS ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1 - Rua José Bonifácio x Rua 1º de Maio (CENTRO/bairro) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H; 

RADAR 2 - Avenida Morumbi (CENTRO/bairro) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H; 

RADAR 3 - Avenida Getúlio Vargas (BAIRRO/CENTRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H.

 

Uma manifestação feita por coletivos feministas, em São Carlos, cobrou neste sábado (16) a apuração sobre os mandantes da morte da vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco. Pelo menos 250 pessoas participaram do ato no Centro da cidade, segundo a organização.

A concentração dos participantes aconteceu na Praça do Mercado Municipal, às 9h. A marcha começou às 10h30 e seguiu até a Igreja São Benedito, pela Rua Episcopal. A manifestação terminou por volta das 11h30.

Durante a marcha, a bateria regida pelo Levante Popular da Juventude puxou coros de empoderamento feminino, que eram repetidos pelos participantes. 

De acordo com uma das organizadoras, a coordenadora geral do Sindicato dos Trabalhadores Técnicos-Administrativos da UFSCar Vânia Helena Gonçalves, a manifestação também lembrou os casos de feminicídios e pediu pelo fim da reforma da previdência.

A organização do evento foi feita pelo Facebook e envolveu mais de 10 grupos de características políticas e também apartidárias.



Comentário(s) 

+1
Fernanda | 05 Abril 2018
Afinal de contas, com relação ao etanol, estamos rodeados de usinas, não justifica o alto valor do mesmo!
+1
Fernanda | 05 Abril 2018
Por que o nosso PROCON não sai as ruas para fazer o levantamento e entregar ao ministério público essa máfia dos postos de combustíveis de São Carlos???