OS RADARES MÓVEIS ESTARÃO EM OPERAÇÃO NESTA SEGUNDA-FEIRA (17/6) NOS SEGUINTES LOCAIS:

RADAR 1 - AVENIDA TRALHADOR SÃO-CARLENSE (RODOVIÁRIA/USP) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 2 - AVENIDA BRUNO RUGGIERO FILHO (BAIRRO/shopping) - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 3 - RUA MIGUEL PETRONI - (RODOVIA/CENTRO) - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H.

“O cursinho foi muito importante na minha vida, costumo dizer para todos que ele mudou minha vida. Quando estava no segundo ano do ensino médio não tinha dimensão de como era a jornada para ingressar em uma universidade pública e muito menos o que queria prestar. E o cursinho foi fundamental para descobrir tudo isso”, afirma Ana Claudia Bergler, que participou do Projeto Aprender, curso preparatório para o vestibular oferecido gratuitamente no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos. Os estudantes do ensino médio que desejarem participar do cursinho podem se inscrever gratuitamente até o dia 19 de janeiro.
 
Ana Claudia, que sonha em estudar Engenharia Ambiental e é aluna de escola pública, acredita que só conseguiu passar para a segunda fase da Fuvest e da Vunesp por causa da qualidade do cursinho: “Ter contato com os voluntário que são, na maioria, universitários é ótimo porque eles entendem toda a pressão que estamos passando e nos ajudam com vários macetes na hora da prova. Todo conteúdo das provas eu me lembrava de pelo menos ter ouvido algo”, conta a estudante. 

Este ano, as aulas terão início dia 25 de fevereiro e acontecerão de segunda a sexta-feira, das 19 às 22 horas, com atividades extras aos sábados, como monitorias, mentoria e simulados. Como as vagas são limitadas, haverá um processo para selecionar os candidatos, que devem se inscrever previamente pelo site icmc.usp.br/e/80c66. O processo seletivo ocorre em duas fases: na primeira delas, os candidatos resolvem uma avaliação, de conteúdo não divulgado. Na fase seguinte, os candidatos são entrevistados pelos voluntários do projeto.

Voluntários a serviço da educação – Idealizado e coordenado pelo Rotaract, um grupo formado por jovens entre 18 e 30 anos que presta serviços voluntários à comunidade, o Projeto Aprender conta com a participação de estudantes da USP e da UFSCar, que podem atuar como professores, e tem o apoio da Comissão de Cultura e Extensão Universitária do ICMC.


Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo