OS RADARES MÓVEIS ESTARÃO EM OPERAÇÃO NESTA SEGUNDA-FEIRA (17/6) NOS SEGUINTES LOCAIS:

RADAR 1 - AVENIDA TRALHADOR SÃO-CARLENSE (RODOVIÁRIA/USP) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 2 - AVENIDA BRUNO RUGGIERO FILHO (BAIRRO/shopping) - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 3 - RUA MIGUEL PETRONI - (RODOVIA/CENTRO) - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H.

O Poupatempo São Carlos comemora hoje, 14 de dezembro, 8 anos de atendimento à população. Só neste ano, a unidade já realizou cerca de 320 mil serviços.  

Desde que foi inaugurado, o Posto do Governo do Estado já fez 3,4 milhões de atendimentos. Foram 444,5 mil licenciamentos de veículos, 296,5 mil RGs, 241 mil CNHs, 54,7 mil Carteiras de Trabalho, 48 mil Atestados de Antecedentes Criminais, entre outros documentos.

Entre os órgãos que oferecem atendimento no Poupatempo, estão o Detran.SP, o Instituto de Identificação (IIRGD), Secretaria do Emprego (Sert), e-poupatempo (serviços públicos online), Acessa São Paulo, Ministério Público Estadual (investigação e reconhecimento de paternidade) e um correspondente bancário do Banco do Brasil, para pagamento de taxas.

Em pesquisa realizada pela empresa DKS Eventos em dezembro de 2017, a unidade foi aprovada com 99% de ótimo e bom pelos usuários. 

O Poupatempo São Carlos fica na Rua Roberto Simonsen, 51 - Centro - e funciona de segunda a sexta-feira das 9h às 17h, e sábado das 9h às 13h. 

Como agendar
Para marcar gratuitamente dia e horário para ser atendido no Poupatempo, o cidadão pode buscar um dos seguintes canais de atendimento:

Portal na internet: www.poupatempo.sp.gov.br;

Poupinha, o assistente virtual do Poupatempo: o Poupinha está disponível no portal do Poupatempo (no canto inferior direito da tela);

Aplicativo no celular: SP Serviços.

Além do agendamento, os canais também oferecem informações sobre todos os serviços oferecidos, prazos de entrega, valores de taxas, documentos necessários, endereços e horários de funcionamento dos postos.

Programa Poupatempo

O Poupatempo é um programa do Governo do Estado, executado pela Diretoria de Serviços ao Cidadão da Prodesp – Tecnologia da Informação. Iniciado em 1997, conta atualmente com 72 unidades fixas, em todas as regiões administrativas do Estado, além de um posto móvel que atende a áreas do entorno da Grande São Paulo. Em 2018, o Poupatempo foi eleito pelo quarto ano consecutivo o ‘Melhor Serviço Público de São Paulo’ pelo Instituto Datafolha.



Comentário(s) 

+4
Desrespeito | 01 Fevereiro 2018
Prefeito e procurador geral da prefeitura desrespeitando claramente a justiça. Se fossem cidadãos comuns, com certeza já estariam presos se fizessem o que esses dois estão fazendo. Que a justiça vire a mesa e coloque esses dois em seus devidos lugares. Estão envergonhando a cidade.
+5
cesar | 01 Fevereiro 2018
Agora sim, quero ver o Coca (Micheangelo) parar de pintar faixas e colocar metas para multas e assumir a função de Secretário, primeiro acertando a situação do transporte coletivo, um absurdo, idosos e crianças viajando em pé, alto risco de acidentes. Para ele tem multar para diminuir acidentes, multa os coletivos, motoristas sem cinto e usando celulares, não pode multar, perde o carguinho. Vergonha.
+7
Servidor | 31 Janeiro 2018
Claro que houve redução no limite prudencial, não pagaram as horas extras que os funcionários fizeram, deixamos nossas famílias nos finais de semana, saímos de madrugada para levar pacientes (para consultas, exames fora do município) e chefes para reuniões e cursos) e ai na hora de receber falam que é inconstitucional, assim fica fácil..........
+9
Será? | 31 Janeiro 2018
A prefeitura terá que arrumar mais 36 ônibus, para que a frota seja totalizada em 120 veículos que é o que a Justiça ordenou. Mas a pergunta que fica é, terá o Sr. Prefeito e o procurador geral da prefeitura capacidade para atender um pedido da justiça???!! Eles já deram amostras que não acatam ordens de ninguém. Muito menos da justiça. Se a Juíza, Promotor e MP não ficarem em cima, eles nunca vão arrumar nem um veículo e quem vai continuar sofrendo são os usuários. Foi bem lembrado o início das aulas. Quero ver as linhas abarrotadas de alunos. Que a justiça faça o cerco. E exija o cumprimento das Leis...
+7
Alexandre | 31 Janeiro 2018
Só temos que agradecer a juíza Dra Gabriela. A prefeitura terá que se virar para arrumar 36 ônibus e melhorar o que está pra lá de péssimo. São 36 ônibus Dra Gabriela. Apenas fique de olho, porque com certeza, uma [...]istração que não é capaz de [...]istrar nem um carrinho de pipocas, não terá responsabilidade de acatar a decisão da justiça. Lembrando que as aulas vão começar e com certeza, esses 36 ônibus terão que estar aqui pra amanhã. Que a multa seja bem pesada. Estaremos de olho também. São 36 ônibus!!!!!!
+10
Aécim Pódemais | 31 Janeiro 2018
Coloque-se no lugar de Coca e Rossato. Diante de uma determinação do gênero, você ficaria calado ou botaria a boca no trombone? Mas eu acho que a pergunta é outra , será que são honestos ou apenas covardes?
+9
leitor assíduo | 31 Janeiro 2018
Se o doutor ademir foi sentenciado a ficar alheio à licitação do transporte público, algo de errado deve ter feito. Por que será que a juíza não confia nele? O prefeito continua pessimamente assessorado e a população paga o preço, porque paga o salário dos incompetentes que não realizam o trabalho devido. Quando essa sina vai acabar? Quando o povo aprender votar em candidato sério, jogando o lixo político no lixo da história.