NESTA SEGUNDA-FEIRA (21/01/19) OS RADARES MÓVEIS ESTARÃO NAS SEGUINTES VIAS: 

RADAR 1 - AVENIDA Trabalhador são-carlense (BAIRRO/CENTRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 2 - AVENIDA Trabalhador são-carlense (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 3 - Rua Miguel Petroni (CENTRO/RODOVIA) - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H.

 

 

 

O Sindicato dos Servidores Públicos e Autárquicos Municipais de São Carlos (SINDSPAM), lamentou profundamente a declaração feita pelo prefeito municipal Airton Garcia em uma emissora de rádio, que chegou a afirmar que a responsabilidade da falta de proteína animal, na merenda escolar da Rede Municipal de ensino da cidade, seria por culpa de uma nutricionista responsável pela elaboração do cardápio e dieta das crianças, da Secretaria Municipal de Agricultura.

O SINDSPAM esclarece que a merenda escolar tem sim seu cardápio realizado pela referida nutricionista, porém, os alimentos para o abastecimento das escolas municipais são de responsabilidade do gestor, isto é o secretário Deonir Tóffolo, é ele quem efetua as compras necessárias para que não falte qualquer tipo de alimento na merenda das escolas.

Para o SINDSPAM não resta dúvida que a referida e descabida acusação é mais uma manobra de perseguição contra uma servidora pública que tenta, dentro do possível, realizar seu trabalho da melhor forma possível.

Vale ressaltar que esta mesma servidora em 2017, já vinha relatando perseguição e assédio sofrido de dentro da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, caso esse que inclusive foi alvo de uma sindicância administrativa movida pelo sindicato, que já foi concluída. A sindicância recomendou por unanimidade a abertura de um PAD (Processo Administrativo Disciplinar) contra Deonir Tóffolo. Existe ainda uma denúncia feita junto ao Ministério Público do Trabalho que está em andamento (Processo nº 000522.2013.15.003/2).

O SINDSPAM esclarece que a servidora de carreira, não é responsável por qualquer tipo de compra, licitação, pregão eletrônico dos alimentos da referida secretaria, essa função é de competência do secretário, que mostra grande dificuldade em manter a qualidade na merenda escolar que São Carlos sempre teve.



Comentário(s) 

+1
cesar | 30 Novembro 2018
Simples Boné, manda esse incompetente embora e coloca outro, você não dizia da sua imparcialidade, secretário ruim, ruaaa. Não pode simplesmente você ficar inerte e lavar as mãos; assim fica fácil e está sobrando dinheiro e sua gestão não consegue licitar, comprar, adquirir, nada. O povo ruim de serviço.