Av. Miguel Petroni
(sentido Bairro/Rodovia)
60 km/h
Av. João de Guzzi
(sentido Bairro/Centro)
60 km/h
Av. Bruno Ruggiero Filho
(sentido Shopping/Bairro)
60 km/h

Depois de vinte anos usando os mesmos equipamentos, o Programa Sorriso Legal ganhou novos consultórios e está ampliando o atendimento as crianças da rede municipal de saúde. Na tarde desta segunda-feira (16), o prefeito Airton Garcia, acompanhado do secretário de Saúde, Caco Colenci, conheceu o programa.

“Precisamos facilitar o acesso aos serviços de saúde. Levar o consultório odontológico para dentro das escolas contribui para a prevenção de cárie desde muito cedo. Além disso, facilita a vida dos pais que não precisam se deslocar para outro local em busca de atendimento”, afirmou o prefeito Airton Garcia.

Conhecido como conjuntos móveis odontológicos, o programa funciona no município desde 1997, ou seja, há mais de 20 anos, os equipamentos não eram trocados e apenas um estava em funcionamento. “Quando assumimos a administração, nos deparamos com sete consultórios odontológicos encaixotados. Os equipamentos foram adquiridos em 2014, através de uma emenda parlamentar, o município precisava investir na parte elétrica e hidráulica. Gastamos pouco e temos em funcionamento cinco conjuntos que vão atender as crianças dos Centros Municipais de Educação Infantil”, disse Caco Colenci, secretário de Saúde. 

O Programa Sorriso Legal desenvolve atividades de promoção e prevenção em saúde bucal, além do tratamento odontológico curativo propriamente dito, mediante autorização por escrito de pais ou responsáveis das crianças com idade entre 0 a 6 anos. Conta com uma equipe formada por cirurgiões-dentistas, auxiliares e técnicos de saúde bucal e permanece nas escolas cerca 20 dias úteis. “É importante trabalharmos com essa faixa etária para a formação de hábitos. A criança, motivada pelos seus educadores, adquire o hábito de cuidar de sua saúde geral e, inclusive, de sua saúde bucal. O ambiente escolar é um espaço conhecido da criança e a presença dos professores e educadores motivam as crianças para o atendimento odontológico”, afirmou Neci Sulino, auxiliar de Saúde Bucal.

Para o secretário de Educação, Nino Mengati, o Programa Sorriso Legal é uma ação bem sucedida entre duas secretarias. “A parceria entre Saúde e Educação é fundamental para a promoção da saúde e da qualidade de vida dos nossos alunos. Além de estimular hábitos de vida saudáveis, proporcionando acesso aos serviços odontológicos e saúde bucal dentro da escola”, afirmou.

NO CEMEI Helena Dorlfeld, todas as crianças passaram por atendimento e em algumas foram necessários diversos procedimentos. “Aqui tivemos alguns atendimentos de extrema urgência, de crianças que estavam com os dentes bem comprometidos. Simultaneamente aos atendimentos, a escola desenvolveu projetos com os alunos visando principalmente à prevenção. Os professores também se comprometeram a realizar pelo menos duas escovações diárias”, explicou Andreia Cristina Campanhola, diretora do CEMEI.

O confeiteiro Leandro André da Silva aprovou o Programa. “Fazer o tratamento dental na escola foi excelente. As crianças estão aqui e a dentista já resolve o problema”, disse.

O Programa Sorriso Legal segue para os CEMEIs José de Campos, Dario Rodrigues e Enedina Montenegro Blanco.

 



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo