Nesta sexta-feira (17/11), os radares móveis estarão nas seguintes vias: 

RADAR 1 – Av. Morumbi (Centro/Bairro) velocidade máxima permitida de 50 km/h; 

RADAR 2 – Av.Dr. Heitor José Realli (Rodovia/Bairro) velocidade máxima permitida de 60 km/h; 

RADAR 3 - Av.Dr. Heitor José Realli (Bairro/Rodovia) velocidade máxima permitida de 60 km/h.

Durante a sessão ordinária de terça-feira, 16, o vereador Gustavo Pozzi revelou que visitou a escola EMEB Carmine Botta e a UBS da Redenção para averiguar denúncias que havia recebido. Na instituição de ensino, verificou que o estoque está praticamente zerado e que, nos próximos dias, vai faltar alimento nessa escola. Afirmou ainda que as funcionárias da escola estão usando da criatividade para não deixar faltar refeição para os alunos. "O que tem, eles estão usando. Sem merenda as crianças não vão ficar. Por enquanto", afirmou.
Na unidade de saúde a situação era mais caótica ainda. Segundo o parlamentar, a forma como é tratado o funcionário público no local é humilhante. Devido a problemas no banheiro, para usá-lo, precisam levar um balde com água. "Se eles passarem vontade de fazer as suas necessidades, eles tem que pegar um balde de água e levar no banheiro", disse.
 
Além disso, verificou problemas com o piso do local, bem como com as portas e paredes. O estoque de remédio está instalado num corredor, sem um local apropriado para isso. Há falta de especialistas em algumas áreas e, em outras, como pediatria, o tempo de espera para ser atendido pode chegar a 15 dias. Pozzi protocolou dois requerimentos onde pede explicações da prefeitura sobre as situações em que encontrou os dois prédios que visitou.


Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo