NESTA TERÇA-FEIRA (11/08) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS:

RADAR 1 - AVENIDA GETÚLIO VARGAS (BAIRRO/CENTRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 2 - AVENIDA GETÚLIO VARGAS (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 3 – RUA JOSÉ BONIFÁCIO X RUA 1º DE MAIO (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H.

A Secretaria Municipal de Educação da Prefeitura de São Carlos, baseada na distribuição da população pelos bairros, inicia seus investimentos em novas escolas que começam a ser construídas em São Carlos, gerando mais vagas para a Educação Infantil.

O primeiro bairro que receberá um novo Centro Municipal de Educação Infantil (CEMEI) será o Douradinho. A unidade irá oferecer Educação Infantil para 112 crianças entre 0 e 5 anos.

Serão cerca de 564 m2 de área construída e 550 m2 de área livre, que abrigará pátio e solário. A escola também contará com um parque para as crianças e áreas com acessibilidade e estacionamento para pessoas portadoras de deficiência.

A nova escola terá ainda anfiteatro para a comunidade escolar e sala de informática, onde os pequenos estudantes farão os primeiros contatos com o computador e o mundo digital.

Para a construção da escola, estão sendo investidos R$ 578 mil, sendo parte do Governo Federal, através do projeto Pró-Infância e parte da Prefeitura de São Carlos.

Os principais bairros atendidos pelo novo CEMEI serão Jardim Tangará, Maria Estela Fagá e São Carlos 8, entre outros. A nova escola se chamará “Bento Prado de Almeida Ferraz Júnior”. O final da obra está previsto para o segundo semestre deste ano.

Estudo – Os estudos realizados pela Secretaria Municipal de Educação, baseado no Censo populacional realizado em 2010, constata que, segundo a tendência verificada nas principais regiões brasileiras, o crescimento da população se dá de forma bastante desigual no espaço.

Mesmo dentro de São Carlos as diferenças são marcantes, uma grande faixa composta pela região central, bairros mais antigos e tradicionais perdem população jovem e infantil. Em termos absolutos, o crescimento da população concentra-se prioritariamente na faixa dos bairros de ocupação mais recente, juntamente com bairros de periferia e regiões carentes.

Com este novo mapa da população, a Secretaria Municipal de Educação fez estudo das demandas por faixa etária e por região, o que gerou a proposta de algumas medidas, como a ampliação de 11 unidades escolares, com cerca de 700 novas vagas e 1.560 vagas decorrentes de novas unidades escolares que estão sendo construídas.

Pró-Infância – O Governo Federal criou o Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil (Pró-Infância), por considerar que a construção de creches e escolas de Educação Infantil, bem como a aquisição de equipamentos para a rede física escolar desse nível educacional, são indispensáveis para a0 melhoria da qualidade educacional.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo