NESTA TERÇA-FEIRA (11/08) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS:

RADAR 1 - AVENIDA GETÚLIO VARGAS (BAIRRO/CENTRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 2 - AVENIDA GETÚLIO VARGAS (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 3 – RUA JOSÉ BONIFÁCIO X RUA 1º DE MAIO (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H.

O secretário de Transporte e Trânsito Nilson Carneiro vai solicitar junto à Artesp a mudança do posicionamento do radar fixo na rodovia Washington Luís.


Na última terça-feira (25) pai e filha morreram após um acidente que aconteceu justamente no local em que existe o equipamento. Outras duas pessoas da mesma família ficaram feridas.

Suspeita-se que o motorista tenha se assustado com o radar e veio a frear o veículo, que tombou na pista. O equipamento foi danificado no choque.

O secretário sugere que o radar seja colocado metros antes da localização atual do equipamento. Cabe dizer que a rodovia tem a concessão de uma empresa da iniciativa privada, portanto a Agência Regulamentadora do Transporte em São Paulo tem a responsabilidade de tomar a providência, em parceria com a concessionária.

A reportagem do [n]São Carlos Dia e Noite[/] entrou em contato com a Artesp para saber quais providências seriam tomadas, mas não obtivemos resposta.

No mesmo dia, a reportagem ouviu moradores e motoristas que temem que alguma tragédia possa acontecer naquele trecho.

“Esse radar tá em lugar errado. Aqui é uma descida e o veículo vem embalado. Muitos motoristas não respeitam o limite de velocidade. Se não tomarem providência, qualquer hora, um caminhão despenca da rodovia”, falou, naquele dia, Carlos Eduardo Rodrigues.

No dia 15 de outubro de 2010, no mesmo quilômetro da rodovia, um caminhão carregado com frascos de álcool bateu na defensa da rodovia. O motorista, de 29 anos, saiu do caminhão ileso. A carga foi destruída.

Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo