NESTA QUARTA-FEIRA (30/09) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS:

RADAR 1 - RUA MIGUEL PETRONI (CENTRO/RODOVIA) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 2 - AV. JOÃO DE GUZZI X RUA MARCOS VINICIUS DE M. MORAES - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 3 - RUA JOAQUIM RODRIGUES BRAVO (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H.

 

 

A crise mundial causada pelo novo coronavírus gerou impactos negativos na economia brasileira. Porém, esse acontecimento não foi suficiente para que haja a diminuição dos tributos, ainda se paga ônus no delivery, ao abastecer o carro, na compra de alimentos, entre outros. O brasileiro trabalha cerca de 153 dias (5 meses) para pagar impostos, segundo outro estudo do IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação).

Para conscientizar a população sobre a alta taxa da carga tributária do segmento varejista no país, e também sensibilizar as autoridades estatais sobre a necessidade de reformas estruturais no modelo fiscal brasileiro, a Câmara de Dirigentes Lojistas Jovem (CDL Jovem), com apoio da FCDLESP (Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado de SP), promove o Dia Livre de Impostos, que vai acontecer em 4 de junho (quinta-feira). A 14ª edição do Dia Livre de Impostos (DLI) será totalmente online.

O Dia Livre de Impostos vai acontecer em todo território nacional, onde produtos e serviços vão estar à venda com descontos da tributação. “Essa é uma grande oportunidade para as empresas venderem nesse momento tão difícil e ainda protestarem contra a alta carga tributária e as dezenas de obrigações acessórias no nosso país”, afirma Jean Carlos, Coordenador Estadual da CDL Jovem em São Paulo.

As empresas brasileiras gastam cerca de 2 mil horas por ano para vencer a burocracia tributária, o país ainda é considerado o único do mundo que se gasta mais tempo calculando e pagando tributos, de acordo com o IBPT. Por isso, o Dia Livre de Impostos é uma maneira de mostrar ao consumidor como a alta tributação afeta no poder de compra, ainda mais em tempos de pandemia.

Para o presidente da FCDLESP, Maurício Stainoff, “a reforma tributária pode ser um grande aliado quando tratamos sobre o crescimento econômico do país, principalmente em tempos de COVID-19”, defende.

Durante o DLI, os produtos e serviços podem ter descontos de até 70%, porém vale ressaltar que cada estado possui um percentual de tributação. Eletrodomésticos, eletrônicos, telefonia e serviços estão entre as categorias com desconto.

A lista completa de produtos você pode conferir no site,  acesse: https://dialivredeimpostos.com.br/

Sobre o DLI

O Dia Livre de Impostos foi criado pela Câmara de Dirigentes Lojistas Jovem em 2003 e acontece nas principais cidades do país. O intuito não é a sonegação, pois nesse dia o empresário arca com os tributos, para não ser repassado aos consumidores.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo