NESTA SEXTA-FEIRA (25/09) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1 - RUA MIGUEL PETRONI (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H; 

RADAR 2 - AVENIDA JOÃO DE GUZZI X RUA MARCOS VINICIUS DE M. MORAES - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 3 - AVENIDA HENRIQUE GREGORI (SHOPPING/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H.

 

 

Exame feito pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre, deu positivo para o novo coronavírus. A amostra foi colhida ontem (17) e o resultado saiu hoje (18), segundo informou a assessoria de imprensa da Presidência do Senado. 

Esse é o segundo exame a que o presidente do Congresso se submeteu. O primeiro, realizado semana passado, havia dado negativo.

Segundo a assessoria, Alcolumbre não apresenta sintomas severos. “Davi Alcolumbre, no entanto, está bem, sem sintomas severos, salvo alguma indisposição, e segue em isolamento domiciliar, conforme determina o protocolo de conduta do Ministério da Saúde e a OMS”, disse a assessoria, em nota. Depois do meu primeiro exame ao novo coronavírus dar negativo, refiz o procedimento, que nesta quarta-feira (18) resultou positivo para Covid-19. Estou bem, sem sintomas severos, e sigo em isolamento domiciliar, conforme determina o Ministério da Saúde e a OMS. 

Alcolumbre não esteve no Senado nos últimos dias. Ontem, a coletiva que anunciou a implantação da sessão deliberativa remota no Senado foi conduzida pelo vice-presidente da Casa, Antonio Anastasia (PSD-MG). Alcolumbre, pelo Twitter, disse que acompanhava a coletiva de casa.

Pouco depois da confirmação da sua assessoria, o presidente do Legislativo utilizou o Twitter para tranquilizar seus aliados e afirmar que trabalhará de casa. Depois do meu primeiro exame ao novo coronavírus dar negativo, refiz o procedimento, que nesta quarta-feira (18) resultou positivo para Covid-19. Estou bem, sem sintomas severos, e sigo em isolamento domiciliar, conforme determina o Ministério da Saúde e a OMS. 

A última agenda pública dele foi no Supremo Tribunal Federal (STF), quando se encontrou com o presidente do Judiciário, Dias Toffoli, e com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia. O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, também esteve no encontro. Alcolumbre era esperado para uma reunião com o presidente Jair Bolsonaro, no fim da tarde de hoje, mas, em virtude do resultado do exame, ele ficará em casa.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo