NESTA SEXTA-FEIRA (25/09) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1 - RUA MIGUEL PETRONI (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H; 

RADAR 2 - AVENIDA JOÃO DE GUZZI X RUA MARCOS VINICIUS DE M. MORAES - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 3 - AVENIDA HENRIQUE GREGORI (SHOPPING/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H.

 

 

Estão abertas até o dia 15 de maio as inscrições para o Prêmio Rede ILPF de Jornalismo. O concurso irá premiar trabalhos jornalísticos sobre sistemas de integração lavoura-pecuária-floresta em cinco categorias, sendo quatro destinadas a profissionais da imprensa e uma a profissionais das instituições que compõem a Associação Rede ILPF.

Podem ser inscritos trabalhos produzidos e veiculados no período entre 1º de julho de 2019 e 15 de maio de 2020. As categorias são imprensa escrita; jornalismo em áudio; jornalismo audiovisual; fotojornalismo; e profissionais da Rede ILPF.

A categoria imprensa escrita contemplará trabalhos em texto escrito, veiculados em jornais, revistas ou sites. A categoria jornalismo em áudio contemplará rádio e podcasts. Na categoria jornalismo audiovisual poderão ser inscritas reportagens veiculadas em emissoras de televisão, web TV, plataformas de vídeo sob demanda e sites. Já a categoria fotojornalismo contemplará trabalhos fotográficos utilizados para ilustrar conteúdos jornalísticos em veículos impressos ou digitais.

A categoria profissionais da Rede ILPF será exclusiva para jornalistas da Embrapa, Bradesco, Ceptis, Cocamar, John Deere, Soesp e Syngenta, instituições associadas da Rede ILPF. Poderão ser inscritos trabalhos em texto, áudio ou vídeo.

De acordo com o edital, o Prêmio Rede ILPF de Jornalismo tem como objetivos “estimular, divulgar, apoiar, incentivar e prestigiar trabalhos jornalísticos sobre sistemas de integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF), bem como contribuir para o melhor entendimento pela sociedade rural e urbana e pelo poder público acerca da importância da ILPF para a intensificação sustentável da produção agropecuária brasileira, possibilitando produzir mais, poupando terras, reduzindo as emissões de gases causadores do efeito estufa, evitando desmatamento e conservando os recursos naturais”.

O edital completo do concurso pode ser está disponível no site www.ilpf.com.br, no menu editais. Na mesma página é possível acessar o formulário de inscrição.

Os resultados serão divulgados em 10 de junho de 2020 e a entrega da premiação será durante o II Congresso Mundial de ILPF, em Campo Grande (MS), de 22 a 26 de junho de 2020. Além de certificado e troféu, os vencedores terão direito a uma press trip para uma conhecer a ILPF em uma das 16 Unidades de Referência Tecnológica de ILPF acompanhadas pela Rede ILPF no Brasil.

Temática

Poderão se inscrever no Prêmio Rede ILPF de Jornalismo as reportagens que tenham relação direta com os sistemas integrados de produção agropecuária, seja na modalidade ILP, ILF, IPF ou ILPF.

Podem ser abordadas as mais diversas questões como tecnologia, experiências exitosas, assistência técnica, mão-de-obra, manejo, linhas de crédito, infraestrutura, logística, benefícios da tecnologia, contribuições para produção sustentável, política pública, desafios para adoção da tecnologia e mercado.

Rede ILPF

A Rede ILPF é uma associação formada e co-financiada pelas empresas Bradesco, Ceptis, Cocamar, John Deere, Soesp, Syngenta e pela Embrapa. Foi iniciada em 2012 e tem o objetivo de acelerar uma ampla adoção das tecnologias de integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF) por produtores rurais como parte de um esforço visando a intensificação sustentável da agricultura brasileira

A Rede ILPF atualmente apoia uma rede com 16 Unidades de Referência Tecnológica (URT) e 12 Unidades de Referência Tecnológica e de Pesquisa (URTP), distribuídas entre os biomas brasileiros e envolvendo a participação de 22 Unidades de Pesquisa da Embrapa.

 



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo