NESTA SEXTA-FEIRA (13/12) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1 – Rua Rui Barbosa (CENTRO/BAIRRO) vELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 40 kM/H; 

RADAR 2 – Avenida Francisco Pereira Lopes (usp/ shopping) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H; 

RADAR 3 – Rua Miguel Petroni (rodovia/centro) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H.

A credibilidade da Black Friday junto ao consumidor é uma preocupação para a maioria das empresas. Mesmo sendo um sucesso absoluto de vendas (70% dos consumidores brasileiros já compraram durante a Black Friday, segundo o Ebit, empresas de dados do comércio eletrônico), muitos consumidores ainda não acreditam que o evento ofereça descontos e condições realmente diferenciados. A falta de confiança nas promoções é o principal motivo para os consumidores não participarem da Black Friday, segundo pesquisa realizada pelo Google em 2018.

Para disseminar boas práticas entre os varejistas e ajudar o consumidor a ter a melhor experiência de compra durante a maior liquidação do ano, o site Black Friday de Verdade lançou esse ano o termo  “Compromisso Black Friday de Verdade” (www.blackfridaydeverdade.com.br/compromisso), onde as lojas podem solicitar a adesão, comprometendo-se a oferecer descontos reais e comunicação transparente durante a Black Friday, e, através de um selo exclusivo, os próprios consumidores avaliarão em tempo real. 

 

“Esse selo será exposto nos sites de e-commerce das lojas que solicitarem adesão e terão um link para o cliente avaliar. Se a loja tiver um alto índice de reprovação dos consumidores online, a loja perde o selo de compromisso Black Friday de Verdade. Ninguém melhor que o cliente dessas lojas para dizer se as mesmas estão realmente fazendo e comunicando promoções de verdade. Lembrando que o cliente também precisa justificar o motivo pelo qual está avaliando negativamente a empresa. Nossa equipe fará a auditoria das avaliações para evitar fraude e oferecer o resultado mais justo possível. Nosso foco é sempre no consumidor, nossa missão é ajudar a Black Friday ser de verdade para todos os brasileiros”, diz Francisco Cantão, idealizador do site Black Friday de Verdade. 

 

Em 2018, mais de 1,3 milhão de internautas participaram do site Black Friday de Verdade, procurando as melhores ofertas. Segundo Cantão, esse é um sinal da dificuldade do consumidores em encontrar descontos de verdade no período e do quanto a reputação é importante para os clientes na hora de escolher onde comprar. “Estamos na era da reputação, onde os negócios estão mais expostos e os clientes ganharam voz através das mídias sociais, sites de reclamação, reviews disponíveis, etc. Veja a força que um influencer hoje tem para dar aval à um produto ou empresa. Esse é um caminho sem volta, ainda mais no ambiente digital, onde a desconfiança do cliente é ainda maior”.

 

A Black Friday esse ano será dia 29 de novembro de 2019 e as lojas que tiverem interesse em solicitar adesão ao “Termo de Compromisso Black Friday de Verdade”, e terem o direito de utilizar o selo “Compromisso Black Friday de Verdade”, devem acessar o site https://www.blackfridaydeverdade.com.br/compromisso. No site, os consumidores encontrarão as lojas participantes e poderão avaliá-las.

SOBRE A BLACK FRIDAY DE VERDADE

A Black Friday de Verdade surgiu em 2014 para ajudar os consumidores brasileiros a encontrarem as melhores condições de compra na Black Friday, a maior liquidação do ano. Tem iniciativas para incentivar e reconhecer as melhores práticas entre consumidores e empresas, tais como o Prêmio Black Friday de Verdade, o Termo de Compromisso Black Friday de Verdade e a Extensão para Google Chrome Black Friday de Verdade

SOBRE A PROXY MEDIA

Empresa com 8 anos de experiência em digital. Especialista em fornecimento de tráfego e leads para geração de resultados reais em ações de marketing digital, fornecendo serviços inteligentes e de alta performance, gerando audiência, negócios e superando as expectativas dos nossos clientes.http://proxymedia.com.br

 



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo