Imprimir esta página

O presidente da República, Jair Bolsonaro, disse nesta sexta-feira, 21, não estar preocupado sobre um possível adiamento da votação do relatório da reforma da Previdência na Comissão Especial na Câmara devido às festas juninas na próxima semana.  O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), articula para tentar votar o texto também em plenário antes do recesso parlamentar. “Pela minha experiência parlamentar, sei que os deputados passam as festas juninas nos Estados. É quase uma festa religiosa. Não tem problema atrasar uma semana (a votação da previdência), toco o barco”, afirmou o presidente da República 



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores
e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.