Nesta sexta-feira (16/08) os radares móveis estarão operando nos seguintes locais: 

RADAR 1 - Rua Miguel Petroni (RODOVIA/CENTRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 2 - Avenida Comendador Alfredo Maffei (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 3 - Avenida Trabalhador São-carlense - (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H.

Os deputados estaduais aprovaram nesta quarta-feira (15/5) proposta do governo paulista que extingue a Companhia Paulista de Obras e Serviços (CPOS), a Empresa Paulista de Planeja¬mento (Emplasa) e a Companhia de Desenvolvimento Agrícola de São Paulo (Codasp). Além disso, a Imprensa Oficial do Estado (Imesp) deve ser fundida com a Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo (Prodesp).

O líder do Governo, deputado Carlão Pignatari (PSDB) justificou a importância da aprovação da proposta. ¿O Governo quer diminuir o peso do Estado nas costas do contribuinte paulista. Com a mudança, irá sobrar mais dinheiro para o Estado. Iremos diminuir impostos e encargos públicos, e assim investir mais em saúde e educação, e menos em empresas de planejamento¿, afirmou.

A deputada Márcia Lia (PT) é contrária à proposta e diz que faltou entender a realidade de cada empresa. ¿O certo seria dividir a proposta por empresas, para que assim pudéssemos tratar uma a uma¿. O deputado Carlos Giannazi (PSOL) também criticou a medida. ¿Este projeto é um cheque em branco para que o Governo privatize e venda todo o patrimônio público¿, disse.

O Projeto de Lei 01/2019 foi aprovado em Plenário e segue agora para sanção do governador.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo