OS RADARES MÓVEIS ESTARÃO EM OPERAÇÃO NESTA QUARTA-FEIRA (22/5) NOS SEGUINTES LOCAIS:

RADAR 1 - Rua Coronel José Augusto de O. Salles (centro/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H;

RADAR 2 - Rua Coronel José Augusto de O. SalleS (BAIRRO/centro) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H;

RADAR 3 – Av. Morumbi (CENTRO/bairro) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 kM/H.

A comissão Especial da Reforma da Previdência da Câmara dos Deputados abrirá a segunda semana de trabalhos com audiência pública para discutir o Regime Próprio de Previdência Social da União, dos estados e dos municípios, a RPPS, nesta terça-feira (14).

Foram convidados para a audiência representantes do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos, o DIEESE, e da Confederação Nacional dos Municípios (CNM). Além disso, a sessão ouvirá o vice-presidente da Sociedade Brasileira de Previdência Social, Luiz Alberto dos Santos, e o secretário adjunto de Previdência, do ministério da Economia, Narlon Gutierre Nogueira.

Na quarta-feira (15), a comissão vai ouvir o economista do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Fábio Giambiagi, e o secretário de Previdência do Ministério da Economia, Leonardo Rolim.

Na quinta-feira (16), a comissão Especial da Previdência recebe o diretor de programa da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do ministério da Economia, Felipe Portela, e o procurador coordenador-geral de Assuntos Tributários da procuradoria-geral adjunta de Consultoria Tributária e Previdenciária da PGFN, Mário Carboni.

Já no plenário da Casa, a expectativa é que nenhum projeto ou medida, considerados importantes, deve ser votado nesta semana. É que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), deverá tocar as pautas da mesa diretora apenas quando a reforma da Previdência for aprovada na comissão Especial que trata o tema. Na fila de espera estão as MPs do Saneamento Básico e da Reforma Administrativa aprovadas em comissões mistas do Congresso Nacional, na semana passada.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo