NESTA SEXTA-FEIRA (25/09) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1 - RUA MIGUEL PETRONI (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H; 

RADAR 2 - AVENIDA JOÃO DE GUZZI X RUA MARCOS VINICIUS DE M. MORAES - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 3 - AVENIDA HENRIQUE GREGORI (SHOPPING/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H.

 

 

Durante viagem oficial ao Chile, o presidente Jair Bolsonaro reafirmou o interesse do Brasil em estreitar relações com o país comandado pelo presidente Sebastián Piñera.  Além de elogiar o chefe do Executivo chileno, Bolsonaro ressaltou que não tem intenção de intervir militarmente na Venezuela. As declarações foram dadas em entrevista à TVN/24 horas.

Bolsonaro está no Chile desde a última quinta-feira (21). A visita dele se deve ao lançamento do Fórum para o Progresso da América do Sul (Prosul), novo bloco de cooperação que substituirá a União das Nações Sul-Americanos (Unasul).

O acordo foi assinado nesta sexta (22) na presença de oito presidentes sul-americanos, em Santiago. O Prosul será formado por Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai, Costa Rica, Nicarágua, Panamá e República Dominicana.

Bolsonaro também foi questionado sobre as críticas de adversários em relação às posições discriminatórias contra homossexuais, mulheres e imigrantes. Em resposta, o presidente do Brasil disse que cada um deve ser “feliz como quiser”. De acordo com ele, se essas posições fossem verdadeiras, não teria sido eleito presidente da República.

Jair Bolsonaro também participou de uma reunião com o presidente chileno Sebastián Piñera. O encontro ocorreu na manhã deste sábado (23), no Palácio de La Moneda, em Santiago. Vale lembrar que o Chile foi o primeiro país sul-americano para o qual o presidente Bolsonaro viajou após tomar posse.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo