OS RADARES MÓVEIS ESTARÃO EM OPERAÇÃO NESTA SEGUNDA-FEIRA (20/5) NOS SEGUINTES LOCAIS:

RADAR 1 - Av.Dr. Heitor José Realli (RODOVIA/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 2 - Av. Francisco Pereira Lopes (USP/SHOPPING) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 3 - Av. João de Guzzi x Rua Marcos Vinicius de M. Moraes - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H.

Nesta sexta-feira (15/3), os 94 parlamentares eleitos em 2018 assumiram os cargos na Assembleia Legislativa de São Paulo. Desse total, 51 novos deputados foram eleitos e 43 reeleitos.

Duas novidades chegam ao parlamento paulista: uma bancada ativista que será representada pela deputada Monica Seixas - cujo mandato será exercido por um colegiado de representantes, além da primeira parlamentar transexual de São Paulo, Erica Malunguinho. 

Um destaque dessas eleições foi o crescimento da bancada feminina da Casa. Nesta legislatura serão 19 mulheres, compondo 20% do total de parlamentares. Na legislatura anterior essa bancada era formada por 9,5% dos deputados. 

Essa nova legislatura também contará com a presença de novas siglas no seu quadro partidário. Nos próximos quatro anos, a Alesp será composta por 15 deputados do PSL, 10 do PT, 8 do PSDB, 8 do PSB e 7 do DEM. PR e PRB terão 6 parlamentares cada. O PP, PSOL, NOVO e PODE terão, individualmente 4 representantes. 

O MDB terá 3 deputados, PSD, PPS e PTB elegeram 2 parlamentares de sua sigla. PV, PCdoB, PHS, PDT, PROS, AVANTE, SD, REDE e PATRI terão 1 parlamentar cada. 

Este novo mandato dos deputados estaduais paulistas é marcado pela maior renovação dos últimos 25 anos na Alesp. A cerimônia de posse, realizada no plenário Juscelino Kubitschek, contou com a presença de autoridades como senadores, deputados federais, o governador de São Paulo e prefeitos.

Eleita a nova Mesa Diretora

A votação ocorreu após a posse dos deputados escolhidos para a nova legislatura. O deputado Cauê Macris (PSDB) foi reeleito presidente da Alesp e segue no comando da Casa até 2021. O parlamentar recebeu 70 dos 94 votos.

Para a primeira secretaria da Alesp o eleito foi o deputado Enio Tatto (PT). A segunda secretaria da Assembleia Legislativa de São Paulo ficará sob a responsabilidade do deputado Milton Leite Filho (DEM). 



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo