NESTA SEXTA-FEIRA (25/09) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1 - RUA MIGUEL PETRONI (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H; 

RADAR 2 - AVENIDA JOÃO DE GUZZI X RUA MARCOS VINICIUS DE M. MORAES - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 3 - AVENIDA HENRIQUE GREGORI (SHOPPING/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H.

 

 

O deputado federal Lobbe Neto (PSDB-SP) votou favoravelmente à Medida Provisória 670/15, que permite aos professores deduzirem da base de cálculo da declaração de ajuste do Imposto de Renda da Pessoa Física, as despesas com a aquisição de livros para si e seus dependentes.

Mais uma derrota à bancada petista que tentou impedir o benefício aos professores. "Um partido que se diz defensor das classes trabalhadoras contra algo excelente e que beneficia os educadores é estranho, mas a bancada do PSDB deu total apoio e a medida foi aprovada", contou.

O parlamentar destaca também que o benefício aos docentes não é só econômico como também uma forma de estimular os professores para que possam se aprimorar com a aquisição de livros.

"Ao contrário do Governo Federal, que fala muito e faz pouco, demos um voto nobre em coerência ao slogan Pátria Educadora, dando essa possibilidade aos educadores", afirmou.

A emenda aprovada faz parte da Medida Provisória 670/15, que concede um reajuste escalonado por faixas das tabelas do IR, variando de 6,5% a 4,5%. Os reajustes valem a partir de abril de 2015 e surgiram de negociações do governo com o Congresso para manter o veto ao reajuste linear de 6,5% para toda a tabela.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo