NESTA QUARTA-FEIRA (30/09) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS:

RADAR 1 - RUA MIGUEL PETRONI (CENTRO/RODOVIA) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 2 - AV. JOÃO DE GUZZI X RUA MARCOS VINICIUS DE M. MORAES - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 3 - RUA JOAQUIM RODRIGUES BRAVO (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H.

 

 

O percentual de cheques devolvidos por falta de fundos foi 1,84 %, em setembro, representando uma queda de 0,18 ponto percentual em relação a agosto, segundo a empresa de consultoria Serasa Experian. Já na comparação com setembro do ano passado, houve aumento de 0,03 ponto percentual.

Nos primeiros nove meses deste ano, o percentual de cheques devolvidos foi 2,07%. Já no mesmo período do ano passado, o índice ficou em 2,02%.

Entre os estados brasileiros, Roraima liderou o ranking de cheques sem fundos nos primeiros nove meses de 2014, com 11,57% de devoluções. O Amazonas foi o estado com o menor percentual (1,13%). Entre as regiões, a Norte foi a que liderou o ranking, com 4,32% de cheques devolvidos, enquanto o Sudeste apresentou o menor percentual (1,57%).

Para os economistas da Serasa Experian, a queda em relação a agosto é sazonal, por causa do Dia dos Pais, quando a inadimplência disparou. O aumento da inadimplência em relação à 2013 é reflexo do agravamento do quadro conjuntural: inflação elevada, juros altos e estagnação econômica.

A pesquisa da Serasa Experian calcula a quantidade de cheques devolvidos por insuficiência de fundos em relação ao total de cheques compensados. O levantamento só considera a segunda devolução por falta de fundos.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo