NESTA QUINTA-FEIRA (01/10) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS:

RADAR 1 - AVENIDA COMENDADOR ALFREDO MAFFEI (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 2 - AVENIDA HENRIQUE GREGORI (SHOPPING/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 3 - AVENIDA BRUNO RUGGIERO FILHO (BAIRRO/SHOPPING) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H.

A Comissão Mista que analisa a Medida Provisória (MP) 651 realizará uma audiência pública, no dia 5 de agosto, para ouvir os setores que serão afetados pelas novas regras. O requerimento da audiência, apresentado pelo relator da matéria, deputado federal Newton Lima (PT/SP), convida os ministros Guido Mantega, da Fazenda, e Mauro Borges, do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, além da secretária nacional de habitação, Inês Magalhães, do presidente da Confederação Nacional das Indústrias (CNI), Robson Braga, e do diretor-presidente da Bolsa de Valores (BM&FBOVESPA S.A.), Edemir Pinto, para debater as medidas previstas na MP.

"A audiência faz parte do processo de instrução da MP e é essencial a sua realização para aprimorar e embasar o meu trabalho como relator", justificou Newton Lima. O escopo da MP é amplo. Entre vários pontos, traz medidas de estímulos ao mercado de capitais, traça um novo modelo para o Refis e reinstitui o Reintegra. A MP também torna definitiva a desoneração da folha de pagamento das empresas, uma das medidas anunciadas pelo governo federal, dentro do Plano Brasil Maior, para conter os efeitos da crise econômica internacional e manter os empregos no país. O relatório deverá ser votado entre o primeiro e o segundo turno das eleições de outubro, para que a MP seja aprovada até 19 de novembro, prazo final.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo