NESTA SEXTA-FEIRA (25/09) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1 - RUA MIGUEL PETRONI (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H; 

RADAR 2 - AVENIDA JOÃO DE GUZZI X RUA MARCOS VINICIUS DE M. MORAES - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 3 - AVENIDA HENRIQUE GREGORI (SHOPPING/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H.

 

 

O deputado André Vargas (PT-PR) deve renunciar nesta terça-feira (15) ou amanhã (16) ao mandato parlamentar. A decisão da renúncia foi confirmada pelo assessor de Comunicação da Vice-Presidência da Câmara dos Deputados e amigo de Vargas, Ricardo Weg.

André Vargas licenciou-se do mandato no último dia 7, por 60 dias, para tratamento de assuntos de interesse particular, e no dia 9 anunciou que renunciaria à vice-presidência da Câmara.

O pedido de licença ocorreu após denúncias do envolvimento do deputado com o doleiro Alberto Youssef, preso pela Polícia Federal na Operação Lava Jato. No início do ano, Vargas pediu ao doleiro um jatinho para vajar com a família à Paraíba.

No plenário da Câmara, Vargas confirmou o uso da aeronave e disse que pagaria o combustível gasto na viagem. Na ocasião, Vargas disse que desconhecia as atividades de Youssef, embora o conhecesse há muitos anos. O deputado também negou que tivesse intermediado interesses do laboratório Labogen Química Fina e Biotecnologia no Ministério da Saúde.

No quarta-feira passada (9), o Conselho de Ética da Câmara abriu processo de cassação do mandato do deputado por quebra de decoro parlamentar.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo