Imprimir esta página

A Polícia Federal prendeu na manhã de hoje (18) um suspeito de integrar o grupo separatista basco ETA, considerado organização terrorista pelo governo da Espanha. Segundo Ministério do Interior, Joseba Gotzon Vizán González, conhecido como Potxolín, estava foragido desde 1991 e vivia há vários anos no Brasil.

Ele é acusado de ter ferido gravemente o agente Manuel Muñoz Domínguez, do Corpo Nacional de Polícia espanhol, depois de ter colocado uma bomba, em 1988, no carro dele.

De acordo com o Ministério do Interior, a prisão foi resultado da colaboração da Polícia Federal brasileira com a Comissaria Geral de Informação do Corpo Nacional de Polícia da Espanha, a partir de uma ordem internacional de detenção.

Potxolín também é acusado de ter participado de um atentado frustrado contra a Comissaria do Corpo Nacional de Polícia da localidade de Basauri, em Vizcaya, onde foram lançadas granadas contra o edifício.



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores
e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.