NESTA SEXTA-FEIRA (6/12) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1 - AVENIDA COMENDADOR ALFREDO MAFFEI (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 2 – AVENIDA FRANCISCO PEREIRA LOPES (USP/SHOPPING) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 3 – AVENIDA HENRIQUE GREGORI (BAIRRO/SHOPPING) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H.

A partir de agora, o pagamento de penhor pode ser feito de forma parcelada na Caixa Econômica Federal. De acordo com a superintendente nacional de Pessoa Física e Renda Básica do banco, Kátia Maria Loureiro Torres, a nova modalidade permite ao cliente parcelar a quitação do empréstimo e fazer um melhor planejamento financeiro. O resgate do bem penhorado também pode ser feito em pagamento único.

A nova modalidade permite o pagamento em parcelas fixas de no mínimo R$ 50 e amortização em até 60 meses. A taxa de juros na modalidade tradicional (com resgate feito em um único pagamento), de 1,50% ao mês, passa para 1,70% no penhor parcelado.

O prazo dos contratos de empréstimo continua com validade de seis meses, renováveis a qualquer tempo, nas duas modalidades. Para fazer o penhor, o cliente deve apresentar os bens aceitos em garantia – metais nobres, diamantes, joias, canetas, relógios e pratarias – em qualquer uma das 479 agências da Caixa que operam com o sistema.

O penhor, segundo Kátia Torres, terminou novembro com mais de R$ 8 bilhões em aplicações, valor 26% maior que o registrado no mesmo período de 2011. O aumento é atribuído em parte à redução das taxas de juros, principalmente de abril deste ano para cá.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo