Imprimir esta página

Hoje não iremos iniciar a coluna escrevendo sobre política, mas sim, vamos abordar as mortes ocorridas em São Carlos neste período de quarentena provocado pela Covid-19. Até o momento São Carlos tem duas mortes confirmadas pelo vírus. Mas o número de mortos pela Covid-19 não só em São Carlos, mas como em todo o Brasil, pode ser ainda maior. Cartórios de todo país mostram um aumento gigantesco de óbitos por doenças respiratórias, principalmente de síndrome respiratória aguda grave. 

158 

É sobre esses casos que vamos mostrar aqui nos próximos tópicos. Um levantamento realizado pelo Portal São Carlos Dia e Noite, obteve dados junto ao Portal da Transparência do Registro Civil, apurou que em São Carlos no período de 16 de Março até ontem (28), houve o registro de 158 óbitos, provocados por doenças respiratórias. Em 2019 neste mesmo período houve 186 mortes. 

Base 

As estatísticas apresentadas pelo Portal se baseiam nas Declarações de Óbito (DO) registradas nos Cartórios do País relacionadas à COVID-19, sendo apresentada apenas uma causa para cada óbito. 

E as causas 

Pois bem, destes 158 óbitos registrados pelo Portal em São Carlos, um teve como causa a Covid-19, três para Síndrome respiratória aguda grave (SRAG), 36 casos de Pneumonia, 13 de Insuficiência respiratória, 28 por Septicemia (sepse/choque séptico), nenhuma com causa Indeterminada (causas mortes ligadas a doenças respiratórias, mas não conclusivas) e 77 casos registrados no portal como “Demais óbitos” (todos os outros tipos de óbitos que não estão listados a cima). 

Por aqui 

Repetimos que hoje, São Carlos desde que houve o registro da primeira confirmação de Covid-19, o número de mortes permanece em duas confirmações. O portal apresenta apenas um caso. 

Ponto de Vista 

Uma reportagem exibida no Jornal Nacional desta terça-feira trouxe a palavra de alguns especialistas no assunto. Um deles citou que a síndrome respiratória aguda grave pode ser consequência de outros vírus e doenças, mas o aumento no meio de uma pandemia causada pelo novo coronavírus não deixa dúvida para os epidemiologistas. A Covid-19 está ganhando nome de outras doenças respiratórias nos atestados de óbito, por falta de exames. 

Média 

Aqui em São Carlos o primeiro caso confirmado de Covid-19 ocorreu no dia 18 de Março. Até ontem esse número subiu para 29. O número de exames positivos tem dobrado a cada 8 dias, em média. 

Bom vamos lá 

Por qual motivo divulgar esses números. Simples. Mostrar que a situação ainda não está controlada em São Carlos e em nenhum lugar do Brasil. Apesar do registro de dois casos, existem outras dezenas de mortes provocadas por doenças respiratórias, muitas delas sem saber se foram provocadas ou não pela Covid. 

Nova Coordenação 

Desde sexta-feira o Comitê de Crise para Supervisão e Monitoramento dos Impactos da Covid-19 em São Carlos, passou a ser coordenado pelo secretário de Esportes e Primeiro Ministro, Edson Ferraz. Antes a coordenação estava nas mãos de Caco Colenci (Planejamento e Gestão). Ferraz desde o primeiro dia dessa loucura toda, já estava à frente de todas as movimentações relacionadas à Pandemia. 

Entubada 

E o jornalista Fabio Taconelli, levou uma entubada ao vivo do presidente da Câmara Municipal Lucão Fernandes. Na apresentação do Jornal da POP, o jornalista ironizou os vereadores dizendo que eles estavam “dormindo”. O jornalista, falou bem baixinho no microfone, “para não acordar os vereadores”. Para o vereador faltou respeito do jornalista para com os vereadores. Fabinho (o nosso novo Juquita) não gostou nada da entubada. 

Volta Helena 

O vereador Roselei Françoso (MDB) solicitou oficialmente na última sexta-feira (24) que a Secretaria de Gestão de Pessoas da Prefeitura de São Carlos volte a funcionar parcialmente para atender as demandas urgentes dos servidores públicos. 

Volta Helena II 

De acordo com o parlamentar, existe um alto número de servidores que o procuram em busca de soluções para demandas junto à Secretaria de Gestão de Pessoas. “São assinaturas contratuais, autorizações para empréstimos consignados, aditamentos, solicitação de cesta básica, tíquete alimentação, recursos administrativos e outros”, específica. 

Decreto

Todo mundo critica os decretos, mas sem eles a maioria da população cumpriria as medidas? Olha o caso das máscaras de proteção. O mundo fala que é o meio mais eficaz de prevenção (depois da quarentena). Aqui em São Carlos, todo mundo está usando né? 

Decreto II 

“Ah, mas aqui ainda não é obrigado”, responderam muitos. E como se obriga? DECRETO. Entenderam ou tem que desenhar? 

Adianta pedir 

Ai o pessoal mete o pau nas medidas administrativas, mas não respeitam. “Evitem aglomerações” é o que mais se escuta. O que o pessoal faz? Aglomera. Tanto é verdade que ontem a Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito comunicou que interditou as vias que compreendem a região atrás do condomínio residencial Swiss Park e o campus II da USP, em virtude do alto fluxo de veículos e aglomerações de pessoas nessa região específica. 

Adianta pedir II 

A Secretaria informou que a medida foi tomada em caráter excepcional em razão da pandemia da COVID-19 e em cumprimento aos decretos municipal e estadual que determinam o isolamento social e proíbem aglomerações. 

Óbvio 

Ouvir os pitacos políticos do pré-candidato a prefeito Deonir Tofolo na rádio São Carlos, chega a ser hilário. Totalmente sem pé nem cabeça. Ele fala o óbvio do óbvio e quando não fala o óbvio, fala sem ter conhecimento de causa. Chega a ser engraçado.

Até sexta 

Quando ver o defeito dos outros, preste atenção que o defeito pode ser você. (Lincoln Cristiano). Fale conosco: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores
e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.