NESTA QUARTA-FEIRA (05/08) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS:

RADAR 1 - RUA MIGUEL PETRONI (RODOVIA/CENTRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 2 - RUA MIGUEL PETRONI (CENTRO/RODOVIA) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 3 - RUA RAY WESLEY HERRICK (BAIRRO/CENTRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H.

O Decreto 140 do prefeito Airton Garcia completa hoje (27) uma semana e de uma hora para outra começou a provocar o maior bate boca entre segmentos da sociedade e política. O decreto determinou o fechamento imediato do comércio em geral, de serviços de alimentação de consumo no interior do local, restaurantes, lanchonetes, bares, academias, cinemas, clubes de lazer, casas de festas e eventos, boates, buffets em geral e shopping centers, congêneres, pelo prazo de 20 de março a 30 de abril de 2020. 

Estado 

O governador João Dória também determinou quarentena, pelo período de 15 dias, a partir da terça-feira (24) até o dia 7 de abril, para os 645 municípios do estado de São Paulo. A medida do governador obriga o fechamento do comércio e mantém apenas os serviços essenciais, como nas áreas de Saúde e Segurança. 

Cala boca 

Muita gente agora em São Carlos acha que o decreto do prefeito é um erro. Até ontem não era, foi só o presidente Bolsonaro abrir sua boca em rede nacional, que todos mudaram de idéia. Achamos também que houve certo exagero e alarmismo nessa questão. 

Muita calma nesta hora 

Mas em várias ocasiões a equipe que compõe o Comitê Administrativo do COVID-19 da Prefeitura Municipal disse que se for preciso, o decreto 140 (e outros relacionados a ele), podem ser revogados a qualquer momento. 

Será que é difícil entender isso? 

Ninguém quer ficar 40 dias parado, o prefeito só está seguindo uma recomendação que vem sendo tomado em todo o MUNDO. Se o vírus não evoluir como em outros países (o Brasil será diferente?), a pressão imposta pelo decreto pode ser aliviado. 

Doentes 

A sociedade está doente literalmente há tempos, está doente da cabeça, não sabe esperar, analisar, avaliar, aguardar. O lance é meter o pau, criticar por criticar para ganhar holofotes e só. Uma pena. É estranho achar que só no Brasil as coisas serão diferentes. Torcemos para que a situação fique controlada em São Carlos e em breve possamos retornar a vida normal. 

Carreata 

O vereador Leandro Guerreiro está programando para esta sexta-feira (27), às 14 horas, uma carreata, para solicitar ao prefeito Airton Garcia que reabra o comércio da cidade. “Convocando a população para frente da prefeitura pedir para o Prefeito Airton Garcia, que anule o decreto que fecha o comércio de São Carlos até dia 30 de abril. Pedido da população ordeira pacífica e trabalhadora de São Carlos”, diz a descrição do evento. 

Se ele fosse... 

“Se eu fosse o prefeito, faria um decreto novo e já abriria o comércio na segunda-feira. Ainda daria o tempo do final de semana para o pessoal se organizar, mas já certos de retomarem na segunda-feira”, disse Guerreiro. 

Rasgou o verbo 

O empresário Italinho Cardinali rasgou o verbo nesta sexta-feira em entrevista na rádio POP FM. Ele criticou as medidas tomadas pelo prefeito Airton Garcia, criticou de forma indireta o vereador Marquinho Amaral e alguns outros políticos ligados ao prefeito. Sobrou até para alguns servidores públicos. 

Rasgou o verbo II 

Italinho foi duramente criticado essa semana, após ter um vídeo publicado na rede social, mostrando sua imobiliária aberta, por causa do decreto 120. O empresário ficou muito bravo pelo fato do nome de sua família ter sido jogado na lama nesta polêmica toda. 

Contramão 

O prefeito Airton Garcia postou em sua rede social, uma mensagem aos são-carlenses em relação à crise causado pelo Coronavírus na cidade. “Tenho 70 anos. Estou trabalhando diariamente, 24 horas do meu dia, agora daqui de casa, em conversas constantes com meu secretariado e ouvindo representantes da sociedade civil, empresários, juristas, autoridades de saúde. O dever do poder público é intervir em defesa da saúde pública, mas não somente dela”. ⁣ 

Contramão II 

Ocorre que pelas declarações de Italinho na rádio POP, isso ficou claro que não está acontecendo. O empresário por várias vezes perguntou quem estava mandando na cidade nesta quarentena, dando a entender que o prefeito está recolhido em sua casa por conta da quarentena e que as decisões na prefeitura estão sendo tomadas a bel prazer por assessores...

 Hora de voltar? 

O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de São Carlos, Paulo Gullo, também se manifestou esta semana sobre o fechamento do comércio por conta do Decreto. Ele defende a idéia que é necessário abrir o comércio novamente. 

Hora de voltar? II 

“Precisamos agora estabelecer, para os próximos dias, a volta das atividades comercias de nossa cidade e do país. Com medidas sanitárias e orientação adequada, assim como está sendo feito com os supermercados e outros serviços essenciais, podemos reabrir nossas lojas e receber nossos clientes com segurança e consciência. Idosos e grupo de risco devem continuar isolados, mas o restante da população precisa produzir e consumir”, cita Paulo Gullo em uma carta distribuída para a imprensa. 

Hora de voltar? III 

Paulo Gullo ainda profetiza: “Se continuarmos assim, todos parados por muito mais tempo, metade ou até mais dos trabalhadores do Brasil irão perder seus empregos. Nossas empresas irão quebrar, o que irá gerar uma VIOLÊNCIA nunca vista no Brasil”. 

Hora de voltar IV 

Realmente a situação dos comerciantes, em especial da baixada do Mercado Municipal, está à beira do caos. Esse ano o pessoal enfrentou três enchentes bravas e agora essa pandemia. Serão heróis se conseguirem sair de mais essa. 

Bolsa emergencial 

O diretório municipal do Partido dos Trabalhadores divulgou uma nota sobre o lançamento do projeto de Seguro Quarentena para garantir um salário mínimo a metade da população brasileira. 

Bolsa emergencial II 

A proposta é que o governo federal estabeleça R$ 1.045,00 de renda a 100 milhões de brasileiros que precisam permanecer dentro de casa e parar suas atividades, no esforço de diminuir o impacto da pandemia do coronavírus no sistema de saúde público brasileiro. 

Bolsa emergencial III 

A proposta do Seguro Quarentena atenderia aos beneficiários do Bolsa Família, as pessoas inscritas no Cadastro Único e a todos os trabalhadores informais e de baixa renda. As famílias de baixa renda também precisam ser mantidas seguras. 

Bolsa emergencial IV 

A nota do PT diz que a Prefeitura de São Carlos está agindo para o isolamento social, mas pode ter ações também para melhorar a economia: suspensão do pagamento de água no período da pandemia, suspensão de IPTU para trabalhadores informais, de baixa renda, pequenos comerciantes e prestadores de serviço que estão sem comercialização. É necessária uma defesa mais contundente do isolamento social para proteger o povo, contrapondo-se a posições equivocadas e irresponsáveis de alguns vereadores. 

Números oficiais 

Os governos Federal, Estadual e até Municipal deveria ser mais conclusivo em relação às confirmações do COVID-19. Infelizmente os casos suspeitos que são divulgados só trazem insegurança pra todo mundo. Aqui em São Carlos não é diferente. 

Números oficiais II

A confirmação dos casos no estado de São Paulo fica por conta do Instituto Adolfo Lutz, responsável pela coleta e analise de casos de todo os Estado. Como é a estrutura desse Instituto? Fomos informados que o pessoal lá do Adolfo Lutz nem está dando mais prazo para retornar os resultados, tamanha a demanda de serviço. 

Internauta 

Um internauta sabiamente escreveu na rede social: “Fica difícil para todos, pois o governo federal diz que é apenas uma gripinha e o ministério da saúde diz que o pico de casos de infectados e mortes terão o pico em meados de abril. Qual a mensagem eles querem passar??? Será que todo o pânico não vêm dessa confusão dentro do próprio governo?” 

Internauta II 

Disse tudo...

É preciso resistir mais um pouco? 

O secretário de Habitação João Muller, como costumeiramente faz, publicou um longo texto em sua rede social, pedindo um pouco mais de resistência na quarentena. “Estamos a apenas 09 dias da confirmação do primeiro caso de infecção do Coronavirus em São Carlos e já temos 51 pessoas isoladas em casa, suspeitas de contágio”, escreveu. 

É preciso resistir mais um pouco? II 

Até ontem estavam internados entre Santa Casa e unidades particulares 22 pessoas, entre elas oito crianças, dos quais cinco em leitos de UTI. Tivemos já quatro mortes suspeitos de causa COVID- 19. “Nossa curva está na ascendente, ou seja, crescendo a cada dia”, cita Muller. 

Leitos de UTI 

Muller lembra que em 2019 tínhamos apenas 25 leitos de UTI do SUS para todas as enfermidades, infarto, AVC, Câncer, acidentados, entre outros e agora chega está grave doença. Para atender São Carlos e algumas cidades da região.

Leitos de UTI II 

Já a rede particular tinha 44 leitos e cuidava de 33% da população de São Carlos. “Assim, em alguns dias teremos nossa capacidade de atendimento esgotada. Talvez vejamos parentes e amigos morrerem afogados em rio, piscina seca. Buscarão oxigênio e não encontrarão”, profetizou J.B.. 

Apelo 

Muller continua: “Estou fazendo este último apelo porque conheço as duas situações que se aproximam. Caos, catástrofe no sistema público de saúde de São Carlos e a dificuldade de manutenção do básico em inúmeras famílias, em especial àqueles da informalidade e desempregados, aliados aos micro e pequenos empresários.

Resistir 

“Precisamos resistir mais alguns dias. Itália e EUA demoraram para admitir que até aqui o único remédio para pandemia de Coronavírus é o isolamento e nestes últimos 3 dias estão enterrando ou cremando milhares de irmãos”. 

Resistir II 

Muller encerra implorando para que a sociedade resista mais um pouco: “Por favor, resistam mais alguns dias. Talvez estejamos entre aqueles que próximo ao dia 16 a 20 de abril não tenhamos o Sírio Libanês, Albert Einstein ou uma UTI em casa. Pelos nossos pais, filhos, irmãos, profissionais da saúde resistam mais um pouco no isolamento social. Impossível que o mundo (Índia, EUA, CHINA, Itália, Espanha Inglaterra, Reino Unido, Rússia, etc) estejam equivocados e só nós certos de que seja indiferente o isolamento social, neste momento”. 

Bom final de semana (Trancados ok?) 

“São poucos dias em casa, graças a Deus não numa cama de um hospital. Se infectados ficaremos de 2 a 3 semanas isolados numa UTI e se chegarmos a óbito, uma hora de despedida do ente querido (pai, filho, irmão, esposa, neto, amigo). Mais alguns dias, por favor. Tudo isto vai passar. Acreditem, tenham fé”. (João Muller em texto da rede social)



Comentário(s) 

Marco Martim | 28 Março 2020
O prefeito esta corretíssimo, o que essas velhas raposas gananciosas do comercio ainda não entenderam é que a economia mundial já foi para o saco e que eles logo estarão dentro de um se não fecharem as portas. Empresas fecharão, empregos serão perdidos, o que resta é salvar vidas. Depois que a guerra contro o vírus acabar a economia poderá se erguer. Cabe ao Governo Federal manter um minimo de sobrevivência para as famílias enquanto durar a guerra.
Servidor | 27 Março 2020
Algumas pessoas sem noção de nada estão confundindo e informando que esse vírus é inofensivo. ...oras. ...vejam quantas pessoas estão morrendo no mundo todo. ...Pessoas que pregam o fim da quarentena são de mal caráter e as que só pensam no próprio bolso. ..
MARIA CATARINA MAGRI | 27 Março 2020
PARABENS PELOS COMENTARIOS
O fofoqueiro | 27 Março 2020
Berreiro está desesperado porque não está entrando dinheiro na Sucatur e o sócio vai quebrar... Enxerga quem não quer.