O Diário Oficial do Município desta sexta-feira (27/03) publica a Portaria Nº 09/2020, assinada pelo secretário municipal de Transporte e Trânsito, Antônio Clóvis Pinto Ferraz (Coca Ferraz), autoridade de trânsito do município de São Carlos, suspendendo no período de 27 de março a 30 de abril de 2020 a fiscalização por meio dos três radares móveis.

E essa é a semana da folia, a festa de Momo, o tão aguardado e também odiado (por alguns) Carnaval. Festa que sempre dá o que falar em cidade de médio porte, e São Carlos não é diferente. Aqui na nossa terrinha, sempre o tema foi alvo de discussões, especulações, desconfianças e até de alguns “esquemas” que já deu muito o que falar.

Pois bem

Aqui em São Carlos de alguns anos para cá, os nossos governantes, ficaram meios que perdidos em como agradar parte da população que gosta desta festa popular. Os desfiles é coisa do passado, os nossos de 20 anos para cá, chegaram a dar dó.

Agradar a todos

Festas populares em espaços públicos, nem sempre agradaram aos “Gregos e Troianos” que não conseguem dividir os mesmos espaços (Gostos musicais, gerações diferentes etc...). Então o que fazer?

Os caras

O primeiro ministro e secretário de Esportes e Cultura, Edson Ferraz (O cara) e o diretor de cultura Carlos Alberto Caromano, acharam uma solução que pelo menos no papel é bem bacana. “O Carnaval da nossa gente 2020”.

Para todos os gostos

De acordo com a dupla Ferraz/Caromano a abertura oficial da folia acontece na sexta (21/02), a partir das 20h, no Ginásio Milton Olaio Filho. “Vamos oferecer durante todos os dias do carnaval uma programação especial para a juventude de São Carlos. As tendas serão montadas na área do estacionamento interno do Ginásio. Vai ser um mix de carnaval com funk com participação de grupos de samba e DJs da cidade”, explica Ferraz lembrando que o Carnafunk acontece até terça-feira, dia 25 de fevereiro.

Para todos os gostos II

Mas aí é que está a grande sacada. Os mais velhos (eu me incluo nessa faixa) não “suporta” Funk. E para a gente mais “véinho” a Prefeitura vai oferecer festas bem bacanas com uma programa especial que via rolar na Praça da XV na Fundação Educacional São Carlos (FESC/Vila Nery), na Praça Ronald Golias no Antenor Garcia e nos distritos de Água Vermelha e Santa Eudóxia.

Os do contra

Lógico que já tem tem o provo do contra. Que as festas na praça XV irão ferrar o tráfego de ambulâncias, que os vizinhos irão reclamar, que isso, que aquilo, blá, blá, blá. Até a Polícia Militar quis colocar “água no chopp” em relação a festa da Praça XV. Oras e todas as outras festas que são realizadas neste importante espaço cultural (Chorando Sem Parar, Shows de rock, etc...). Trouxe algum problema mais grave? Não!. Lógico que a enchesse de jovens que neste ano terá o seu espaço garantido no Ginásio Milton Olaio, poderíamos até que nos preocupar.

Democrático

Mas não, cada um terá seu espaço, com suas músicas, com suas marchinhas, com seus funks e bebidinhas preferidas. Ah! Mas quanto vai custar tudo isso? A cidade tem outras prioridades, outras necessidades. De novo...Oras gente vamos parar de ser chatos. Quem não gosta de uma festa? Bom carnaval...

Mobilidade Urbana

E parece que finalmente São Carlos dará início ao tão falado e exigido por Lei Federal, Plano de Mobilidade Urbana. Esse plano, que atende a Lei Federal nº 12.587 e a Medida Provisória nº 748, tem objetivo de fazer um diagnóstico da mobilidade local, verificando os padrões de deslocamento da população nos mais diferentes meios de transportes e identificando os principais pontos críticos da circulação urbana.

Mobilidade Urbana II

Em São Carlos, o plano será desenvolvido pela Fundação Getúlio Vargas e custará aos cofres públicos algo em torno de R$ 890 mil, segundo informações passadas em reportagens do ano passado, pelo secretário de Habitação e Desenvolvimento Urbano, João Muller. O objetivo deste plano é apresentar um plano de ações, de metas, objetivos, para você melhorar a movimentação do cidadão dentro da cidade.  

Dúvida

Agora fica uma pergunta? Por qual motivo contratar a Fundação Getúlio Vargas e não a Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)? É apenas uma pergunta...

Morada do Sol

Cabe ressaltar aqui que a UFSCar é quem iniciou a pouco tempo o Plano de Mobilidade Urbana da cidade de Araraquara. O trabalho lá irá contemplar todo o município (incluindo o distrito de Bueno de Andrada e os principais acessos rurais), também irá propor ações de melhorias e adequações nos espaços físicos e na cultura local.

Morada do Sol II

Toda a pesquisa e a análise serão feitas por professores e alunos do Departamento de Engenharia Civil da UFSCar, além de outros profissionais da área, mestrandos e doutorandos da instituição. Tanto se fala das universidades de São Carlos, que o poder público não usa toda a tecnologia e “know-how”. Talvez São Carlos não saiba utilizar, já Araraquara...

Necessário

É importante lembrar que independente de ser final de Administração, o referido Plano de Mobilidade Urbana já era para estar pronto a dois atrás, no entanto, isso não foi feito e o Ministério Público tinha um inquérito civil aberto contra a Prefeitura para apurar uma eventual negligência do poder público.

Hilário

Na segunda-feira foi realizada na sede da PROHAB, a apresentação de uma maquete planialtimétrica. A mesma apresenta o maior número possível de informações da superfície terrestre da cidade de São Carlos e servirá para efeitos de estudo, planejamento e viabilização de projetos contra enchentes, podendo-se analisar o escoamento das águas pelas ruas da cidade.

Hilário II

Puxa vida, será que havia necessidade de uma maquete para “estudar, planejar e viabilizar” projetos contra enchentes? A maquete pode ter sido novidade para aqueles que não conhecem a situação de São Carlos.

Hilário III

As universidades de São Carlos, possuem estudos detalhados sobre o problema das enchentes, já alerta o poder público a bastante tempo. Basta pesquisar no Google, que você terá acesso a diversas estudos já realizados, no início dos anos 2000. Isso em relação a estudos disponibilizados na internet. Se for pesquisar fisicamente nos respectivos campus, achara estudos ainda mais antigos.

Hilário IV

Véio na boa. Essa maquete parece aquelas brincadeiras de crianças com peças de Lego. É montar algo que todo mundo já sabe, menos as “crianças”. É muito projeto, é muito lero, lero e prática que é bom, quase nada. Desnecessário.

Licença

O vereador Marquinho Amaral (MDB), solicitou licença do cargo por 30 dias, sem vencimentos, a partir de hoje para tratar de assuntos particulares. Falando na tribuna momentos após a aprovação da licença, ele apontou entre as razões do afastamento uma cirurgia a que deve se submeter no período. 

Licença II

A vaga de Marquinho deverá ser ocupada pelo suplente do MDB Cesar Augusto de Paula Maragno, "Cesinha Maragno", que atualmente exerce o cargo de diretor do SIBI.

Orgulho para a cidade

A Volkswagen do Brasil alcançou o marco de 20 milhões de motores produzidos e o motor 1.4 TSI da família EA211, de 150cv, que equipa o Polo e Virtus GTS, dentre outros modelos da marca, foi o que representou essa conquista. Deste total, 12 milhões de motores foram fabricados na unidade de São Carlos, que iniciou suas atividades em 1996, e 8 milhões na Anchieta, no período de 1974 a 2012.

Orgulho para a cidade II

“A fábrica de São Carlos tem um importante papel dentro da estratégia da Nova Volkswagen, pois é uma unidade que além de atender o mercado interno, com motores versáteis, de alta qualidade e eficiência, tem um perfil exportador, tanto em motores como em componentes”, disse Pablo Di Si, presidente e CEO da Volkswagen América Latina.

Orgulho para a cidade III

Atualmente, São Carlos é responsável pela produção dos propulsores da família EA211 nas versões 1.0l MPI, 1.6l MPI, 1.0l TSI e 1.4l TSI, que equipam os modelos T‑Cross, Polo, Virtus, up!, cross up!, Gol, Voyage, Saveiro Cross, Jetta, Tiguan e Audi A3. Em São Carlos, também é fabricado o consagrado EA111 1.6l, presente nos modelos Gol, Fox, Voyage e Saveiro.

Que venham os recursos

O governo federal reconheceu a situação de emergência, em São Carlos, em uma portaria publicada na última sexta-feira (14) no Diário Oficial da União, pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, vinculada ao Ministério do Desenvolvimento Regional.

Que venham os recursos II

A prefeitura ainda não sabe quais obras de recuperação vão ser priorizadas e que isso vai depender do valor que vai ser repassado ao município. O secretário de Segurança Pública e Defesa Social de São Carlos, Samir Gardini, informou que a prefeitura pediu ao governo federal R$ 13 milhões para ajudar nas obras de recuperação.

Que venham os recursos III

No final de janeiro o Governo do Estado através do decreto 64.767, de 29 de janeiro, também reconheceu o estado de emergência de São Carlos. Pelo menos na parte burocrática São Carlos está reconhecida. Agora resta esperar e ver ó que será repassado pelo Governo do Estado e pela União.  

Que venham os recursos IV

A expectativa é grande, ainda mais por se tratar de eleições municipais...

Enquanto isso

Após a ida do prefeito Airton Garcia para o PSL, os bastidores políticos da cidade, pegaram fogo. Digamos que a mudança não estava programada, para os políticos que hoje giram em torno da administração. Teve vereador que foi pego de surpreso e está agora em um mato sem cachorro.

Enquanto isso II

Enquanto muitos fervem a cabeça para definir seu destino político, Airton de forma quieta, começa a costurar uma grande cocha de “retalhos políticos”. Duvidam? É só aguardar mais um tempinho.

Se é louco...

O vereador Chico Loco, que é o presidente do PSB em São Carlos, anunciou nesta segunda-feira (17) que será o candidato do partido ao cargo de prefeito nas eleições.

Se é louco...II

Essa eleição será interessante em relação a alguns nomes de candidatos. Teremos, Guerreiro, Ferrão e agora um Loco. Como diria o saudoso Rubens Maciel “ O louco meu...”

Problema causado pelo Servidor

Comunicamos os nossos leitores que nesta quarta-feira tivemos problemas em nosso Servidor durante todo o dia o que causou certa instabilidade no portal. Nossa equipe trabalhou até de madrugada nesse problema para restabelecer o serviço. Pedimos desculpas por quaisquer inconvenientes causados por esta situação e compreensão.

Até sexta

Reclamar não é uma estratégia. Temos que lidar com o mundo tal como ele é, e não tal como gostaríamos que ele fosse. (Jeff Bezos). Fale conosco: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

 

 



Comentário(s) 

leitor intrigado | 20 Fevereiro 2020
Plano de mobilidade urbana da FGV é melhor que os da USP e UFSCar? Qual terá sido o motivo da preferência pela Getúlio Vargas? Jabá, não pode ser, porque a FGV é uma instituição séria. Será que o preço cobrado foi menor, ou o custo-benefício, melhor?
MOVIMENTO 65 | 20 Fevereiro 2020
Por falar em mobilidade , o semáforo novo , lá nos altos da Vila Nery ,realmente precisava.
Fica uma sugestão , deixar a conversão à direita livre, para quem vai para Para o Jardim São Rafael, Tangará e Douradinho.