NESTA SEGUNDA-FEIRA (17/02/2020) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1 - AVENIDA HENRIQUE GREGORI (BAIRRO/SHOPPING) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 2 - AVENIDA HENRIQUE GREGORI (SHOPPING/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 3 - RUA JOSÉ BONIFÁCIO X RUA 1º DE MAIO (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H.

 

O veto do prefeito Airton Garcia ao Projeto de Lei do vereador Elton Carvalho (PSB) que denominava de “Praça dos Advogados” à praça localizada entre as Ruas Benedito Aparecido dos Santos, Valdivino José Mendes, Pastor Cicero Guedes Ribeiro e Avenida Caetano Ferragini, no bairro Jardim Araucária, foi uma demonstração explicita da falta de comunicação e de bom senso que existe dentro do poder Executivo em “alguns casos”.

Área ou Praça

O veto do prefeito teve como fundamentação de que a área pública em discussão estava destinada a ser uma “área institucional”, o que impedia sua denominação como “Praça”, causando assim um empecilho jurídico.

Encontro

Antes da votação, os vereadores no acordo de pauta que contou com a participação do secretário de habitação, João Muller, resolveram pela derrubada do veto total.

Patropi

Em entrevista ao Jornal Primeira Página, o secretário Muller, disse que a saída realmente era derrubar o veto, porque o artigo jurídico que define área institucional era discutível. “Tem que derrubar o veto, pelo seguinte, na verdade tem alguns que entende que área institucional não pode fazer praça, mas os mais antigos dizem o contrário, e que deveria ter consultado antes as atividades fim da área, se é para lazer, esportes e afins”, finalizou.

Vai entender

Muller que sabe muito, poderia ter em seu despacho datado em 20 de novembro do ano passado, citado essa explicação acima dada ao jornal. Mas não, o documento cita: “Conforme consta de folhas 12, a área pública está afeto a “Área Institucional”, o que impede sua denominação como “Praça”.

Avisasse antes uai

Com certeza se Muller tivesse dado essa explicação mais técnica, o pessoal da prefeitura poderia ter orientado melhor o prefeito.

Mas não é só isso

Mas para piorar essa situação, o pessoal da Associação dos Moradores do Jardim Araucáaria tem um documento que autoriza a instalação de uma praça na área. “A Secretaria de Habitação autorizou a área para ser uma praça e a Associação dos Moradores tem esse documento. Então os moradores do Jardim Araucária estão realizando uma benfeitoria para o município, não tem o porquê de vetar o projeto”, explicou o vereador Elton Carvalho.

Mas não é só isso II

O documento assinado pela Diretora do Departamento de Projetos Urbanos da Secretaria da Habitação (a do Muller), Cláudia Regina Danella, autorizava a execução de uma praça com equipamentos de lazer e desportos na área institucional, com apoio técnico inclusive da PROHAB.  Nem vou entrar aqui no mérito das datas dos documentos da diretora e de Muller.

Samba do crioulo doido

Resumindo, a secretaria autoriza, depois diz que não pode, o prefeito veta, a comissão de Legislação, Justiça, Redação e Legislação Participativa da Câmara, acompanha o veto do prefeito e no final depois de muito bate boca, na votação os vereadores derrubam por 19 votos contrários o veto total ao PL e nenhum voto favorável.

Desgaste desnecessário

Tudo isso que ocorreu serviu só para causar um baita desgaste político frente a uma associação de moradores séria que zela por aquele bairro, por causa de “excesso de preciosismo”

Entenda

O projeto que criou a “Praça dos advogados” foi aprovado por unanimidade em novembro do ano passado para uma área localizada no bairro Jardim Araucária. Além disso, foi uma homenagem aos advogados da Cidade de São Carlos, que após parceria entre a Associação de Moradores do Jardim Araucária (AMJA), Rotary Club de São Carlos e a UFSCar, destinaram a quantia de R$ 15.000,00 (quinze mil) reais para realização do Projeto de extensão “Arborização de áreas verdes públicas” rateado entre 100 (cem) advogados inscritos na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB São Carlos).

Inauguração

A inauguração da praça dos Advogados aconteceu no dia 10 de dezembro de 2019 com o lançamento da placa em homenagem aos 100 advogados e plantio das árvores na praça e redondezas do jardim Araucária.

Tapete vermelho

Ao invés de causar todo esse “desgaste” a Prefeitura deveria estender um tapete vermelho para o pessoal da AMJA que se propôs a tomar conta de uma área que estava abandonada, como tantas outras “áreas institucionais” estão pelos quatros cantos da cidade.

Câmeras nas escolas

Durante a sessão de ontem os vereadores optaram por adiar por uma semana o Projeto de Lei que prevê a instalação de câmeras de monitoramento nas creches e escolas municipais de São Carlos. O pedido foi feito pelo próprio autor do projeto, vereador Malabim (PTB).

Câmeras nas escolas II

"A gente retirou por conta de um artigo, que fala sobre a instalação de câmeras dentro da sala de aula. A gente foi procurado por professores que, no caso, perderiam a liberdade de lecionar suas aulas, devido a câmera. Então nós achamos melhor retirar o projeto por uma semana para readequar", justificou o parlamentar. 

Câmeras nas escolas III

De acordo o PL original, os equipamentos deveriam ser instalados na entrada dos estabelecimentos, nos pátios e dentro das salas de aula. No entanto, agora será retirado do texto a parte que pede câmeras nas salas de aula. 

Lembrando

Cabe ressaltar que em diversas cidades de outros estados inclusive, este “recurso” inclusive em salas de aula, foram implantados, até com ajuda do Governo Federal. Em Cambé no norte do Paraná, foram instaladas 28 câmeras de segurança em salas de aula do dinheiro da União.

Que Ferrari que nada...

Gente do céu, me senti andando de Ferrari dias desses em um ônibus da Suzantur, desses novos. Modernos esses novos ônibus tem marcador digital de velocidade para que todos passageiros acompanhem a velocidade em tempo real.

Que Ferrari que nada...II

Em uma dessas linhas, o marcador do ônibus que embarquei foi de 0 a 100 km/h em menos de quatro segundos, chegando inclusive a atingir 120 km/h, brincando. Esses novos ônibus são umas verdadeiras Ferraris.

 Que Ferrari que nada...III

É lógico que o motorista não estava nesta velocidade, isso era visível, mas acho bom o pessoal da manutenção arrumar essa “distorção”, se não podem arrumar pra cabeça em caso de um acidente mais grave.

Ah! Moisés

E o vereador Moisés Lazarine hein. Ontem, na Tribuna já quis colher para ele os frutos dos encontros da ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves com o prefeito Airton Garcia e representantes do alto escalão do Governo do presidente Bolsonaro.

Ah! Moisés II

Não foram as chuvas, não foram as enchentes e os prejuízos por parte dos comerciantes e em várias regiões da cidade e sim o grandioso título de cidadã honorária de São Carlos que ela recebeu. O vereador Moisés Lazarine foi o autor da homenagem. É pra rir agora ou pode ser depois?

Aleluia

Na próxima sexta-feira (31), o Jardim Zavaglia finalmente vai ganhar a sua Unidade de Saúde da Família- USF. Iniciada ainda no governo do ex-prefeito Barba, que executou quase 95% da obra, só agora no governo Airton Garcia o equipamento público estará a disposição dos moradores daquela região.

Aleluia II

A atual administração investiu quase 300 mil entre obras e equipamentos. Airton já entregou o USF do São Rafael, Santa Angelina e Cidade Aracy e diz que até o final do governo entregará a USF do CDHU, sim aquela obra que também está naquela velocidade...

Boa vontade, mas...

Gente na boa, reconhecemos todo esforço político do Poder Executivo e Legislativo Municipal, em relação ao trabalho político que vem sendo feito junto aos Governos do Estado e Federal. Mas esse esforço não chegou muito tarde não?

Companheiros...

Deonir Tofolo e Dé Alvin que dupla essa hein...Está cada dia mais comum ver os dois juntinhos. Isso sim é Solidariedade. Deonir inclusive chamou o prefeito para o debate. O empresário questiona o endividamento da cidade e a execução das obras de recape.

Companheiros...II

Só uma pergunta para o empresário? Seu maquinário, seus negócios etc... Tudo foi pago à vista?

Até sexta

Antes de curar alguém, pergunte se ele está disposto a desistir das coisas que o deixam doente! (Hipócrates). Fale conosco: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

 



Comentário(s) 

+6
Hamas | 29 Janeiro 2020
Qual o problema dessas pessoas em obedecer as leis? área institucional não pode virar pracinha , assim como área de lazer não pode virar uma creche por exemplo , daqui a alguns anos esses membros dessa tal AMJA vão querer uma escola ou UBS ou USF no bairro e a área virou praça e dai vão encher o saco do prefeito de plantão , se um dia tivermos no MP um procurador ou promotor sério toda essa cambada vai em cana , as leis não foram feitas para ser interpretadas e sim executadas fora isso é história para boi dormir e fazer populismo. , só no Brasil mesmo.