NESTA SEXTA-FEIRA (13/12) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1 – Rua Rui Barbosa (CENTRO/BAIRRO) vELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 40 kM/H; 

RADAR 2 – Avenida Francisco Pereira Lopes (usp/ shopping) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H; 

RADAR 3 – Rua Miguel Petroni (rodovia/centro) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H.

Muito séria foi a denúncia feita na sessão de ontem pelo vereador Marquinho Amaral (MDB) ao citar o descumprimento da Parceria Público-Privada (PPP) do lixo. Amaral disse que às  condições de trabalho no aterro sanitário da cidade são subumanas e que outras Prefeituras da região usam o aterro de São Carlos, entretanto, como reza o contrato, não há os descontos devidos no contrato estabelecido com a Prefeitura.

Denúncia séria

Segundo Marquinho, a situação é preocupante, uma vez que o aterro, ao ser usado por particulares e outros municípios da região, podem fazer o mesmo ter sua capacidade de aterro esgotada antes do tempo.

Desumano

Marquinho também alertou para as condições de trabalhos dos funcionários do local. “É uma barraquinha com um puxadinho de lona. Os funcionários convivem com os urubus”, esbravejou.

Valores

Marquinho afirmou que a Prefeitura paga algo em torno de R$ 1,5 milhão/mês à empresa São Carlos Ambiental. O novo aterro começou a funcionar no dia 26 de junho de 2013, com a promessa do município deixar de gastar R$ 400 mil mensais, já que não precisaria mais transportar as 150 toneladas diárias de lixo para Guatapará.

E aí quem vai falar

As palavras de Marquinho, duras como o de costume, merecem a atenção da Prefeitura Municipal, sobretudo do secretário de Serviços Públicos, Mariel Olmo, que deveria se pronunciar sobre o caso.

Chamou na xinxa

Na segunda-feira o presidente da Câmara, Lucão Fernandes (MDB) convocou uma coletiva com a imprensa para explicar o tramite da propositura que veio da Prefeitura em relação ao projeto de lei que regulamenta o transporte por vans em São Carlos. Numa entrevista polêmica, Lucão também criticou seu companheiro de Câmara, o vereador Moises (Engraçadinho) Lazarine (DEM).

Chamou na xinxa II

Lucão atacou o vereador Moisés Lazarine que em entrevista a uma emissora de rádio teve a cara de pau de dizer que os vereadores erraram no caso da lei aprovada para a regulamentação do transporte por vans.

Chamou na xinxa III

“Eu prezo pela imagem da Câmara e acho que em determinados momentos os vereadores tem que chamar a responsabilidade para si e penso que o Moisés Lazarine precisa fazer isso porque lhe foi dada a oportunidade durante o acordo de pauta de pedir o processo, e vem falar que foi vencido pelos votos?”, questionou. “Por que ele não foi ao plenário no dia da votação e pediu a retirada do processo?”, indagou Lucão.

Acovardam

Lucão também durante a entrevista disse que alguns vereadores se acovardam diante de muitos problemas. “Depois que percebem que tomaram a decisão acertada, começam agora a querer ser os “bons da boca”, não é por aí, temos que assumir responsabilidades, eu já cobrei a imprensa para que sejam ditos os nomes, quem está errando? É o Lucão Fernandes? Pode falar, porque posso errar como qualquer pessoa, não tenho dificuldade alguma em repensar uma decisão”, desabafou o presidente.

A resposta

Lazarine usou a Tribuna na sessão de ontem e rebateu de forma discreta as declarações de Lucão e lamentou não ter sido convidado para a entrevista coletiva da segunda-feira, para dar sua versão.

De São Carlos para o mundo

E o vereador Leandro Guerreiro está todo feliz da vida. Após conquistar o Brasil pelo Facebook, ele agora decidiu cruzar o Atlântico. Leandro que faz ações estratégicas em seu perfil na rede social.

De São Carlos para o mundo II

No último dia 15, ele escreveu em seu Face: “Hoje aconteceu algo diferente! Eu estava no Facebook quando de repente começou chegar centenas de pedidos de amizades de pessoas da Europa, África e até mesmo da Ásia. Aceitei mais de três mil amigos que moram lá. Eu não sei o que Deus quer me mostrar, mas agradeço por tudo o que está acontecendo na minha vida. Obrigado senhor. Obrigado amigos”

De São Carlos para o mundo III

Na sessão de ontem, o vereador fez uma homenagem de agradecimento pra essas pessoas maravilhosas do Brasil e do mundo. “As pessoas de todos os estados brasileiros que me seguem, EU AMOS VOCÊS obrigado por tudo. As pessoas da África, Europa e Ásia...Amos vocês meus irmãos. As pessoas da AMÉRICA, eu amo vocês. Abençoados sejam todos que me seguem, onde esta mensagem chegar saibam que nosso senhor Jesus Cristo e filho amado do Deus altíssimo está com todos vocês, pronto para abençoá-los. Beijo carinhoso Guerreiro ??.

De São Carlos para Brasília

Se a popularidade de Guerreiro não parar de crescer o destino certo dele deverá ser o Congresso em Brasília e não o Paço Municipal. Vamos aguardar.

Muito triste

A Comissão de Saúde da Câmara Municipal, a Secretaria Municipal de Saúde e o Hospital Universitário promovem uma série de reuniões para debater o acolhimento de pacientes psiquiátricos na Rede Básica. Além do déficit de profissionais especializados nesse tipo de atendimento, a cidade possui apenas oito leitos do Hospital Universitário para atender a um universo de 350 mil habitantes da microrregião.

Muito triste II

A revelação foi feita pela gerente de atenção à saúde do HU Valéria Gabassa. “O atendimento na porta hospitalar deve acontecer em último caso, quando há o surto psicótico. Cabe ressaltar que muitos dos atendimentos ocorrem porque não há o suporte na atenção básica”, revelou.

Muito triste III

Segundo Valéria, a Rede Municipal não disponibiliza de psiquiatras. Sobre os oito leitos, O HU os oferece desde novembro de 2017. Todos os meses, são internados de 20 a 30 pacientes e o tempo médio de permanência é de 10 dias.

Muito triste IV

Não sei o que é mais triste nesta história. As inúmeras campanhas que surgem neste mês de setembro, alertando para os riscos, na busca de ajuda etc...Mas como buscar ajuda sem nem médico tem?

Áreas de Lazer

A Câmara de Vereadores aprovou ontem a tarde remanejamento orçamentário no valor de quase R$ 2 milhões para construção de seis áreas de lazer nos bairros de habitação de interesse social.

Áreas de Lazer II

Os recursos virão do FUMDUSC, após sugestão do secretário João Muller e concordância do Prefeito Airton Garcia e do Secretário e Primeiro Ministro Edson Ferraz. Os projetos foram criados pela PROHAB, pelo arquiteto Júlio César (Visionário) Ferreira.

Áreas de Lazer III

João Muller disse que será um projeto padrão com pista de caminhada, quadra, playground, academia ao ar livre e teatro de arena. Os bairros beneficiados serão: Zavaglia, Eduardo Abdelnur, Planalto Verde, São Carlos VIII, Munique e Itamaraty.

Até sexta-feira

Saber encontrar a alegria na alegria dos outros, é o segredo da felicidade. (Georges Bernanos). Fale conosco: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.



Comentário(s) 

+7
Antenado | 19 Setembro 2019
Essa denúncia tem caráter político, e só,pois sabe que não acontecerá nada. Como disse o amigo Hamas ai, porque não fez antes? E mais, se fosse uma denúncia séria, seria feita ao MP, não ao prefeito que a única coisa que faz é proteger sua quadrilha. É óbvio que tem gente ganhando com isso. Não entra um só caminhão la sem ter suas placas e nomes anotados. Tem secretário ganhando com isso e todo mundo sabe quem é, inclusive o vereador. Qualquer favor é pago. Todos sabem disso, inclusive o Prefeito e seus dois escudeiros. (ALTERADO PELO [...])
+6
OBSERVATÓRO P/HAMAS | 19 Setembro 2019
Esqueceram , que ano que vem tem eleição? Marquinho , está em plena campanha!
+8
Cidadão | 18 Setembro 2019
Berreiro está com a razão de estar feliz. Quem sabe ele leva a sucatur para a Europa e o papai MS fica mais rico?
+10
Hamas | 18 Setembro 2019
Marquinho Amaral , denunciou agora uma pratica já manjada desde os tempos de governo de seu compadre tucano Paulo Altomani , mas só agora ele se revoltou ? porque ? quanto a Leandro Berreiro , tem [...] em todo o mundo.