NESTA SEXTA-FEIRA (13/12) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1 – Rua Rui Barbosa (CENTRO/BAIRRO) vELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 40 kM/H; 

RADAR 2 – Avenida Francisco Pereira Lopes (usp/ shopping) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H; 

RADAR 3 – Rua Miguel Petroni (rodovia/centro) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H.

Foi com grande surpresa que a maioria da população de São Carlos, ficou na noite de ontem durante uma reunião na Câmara Municipal, para tratar das mudanças na região da baixada do Mercadão, que descobriu que o Mercado Municipal Antônio Massei, não é “municipal”. É prezados internautas, o prédio que sedia o Mercadão, foi construído na década de 60 pela iniciativa privada em área pública. 

Vamos entender 

O secretário de Habitação e Desenvolvimento Urbano, João Muller (o ex-moço de Santa Eudóxia), explicou que em a Prefeitura de São Carlos em 1964 trocou uma área com uma empresa que construiu o Mercadão. 

Vamos entender II 

A Prefeitura recebeu na época como pagamento 11 box dentro do mercado, lá tem cerca de 150 lojas. Para você ter uma idéia então é um condomínio de lojas onde o município de São Carlos tem apenas 11 unidades, o restante é particular. 

Que loucura 

O Mercado Municipal de São Carlos na verdade é particular. Muller descobriu isso porque ele foi verificar a possibilidade da alienação dos box para levantar o dinheiro para fazer todos os projetos naquela região. Mas para sua surpresa quando foi verificar a documentação descobriu que aquele equipamento não era municipal. 

Que loucura II 

“Nós (Prefeitura) somos apenas os condôminos dele, na verdade e terceiro que apesar de estarmos da posse desses boxes nós não temos a escritura com a matrícula não temos domínio”, disse Muller em entrevista a Radio Pop FM. 

Entendimento 

Muller disse que por esse motivo os planos sofrerão um pequeno atraso em relação ao Mercadão. “Estamos trabalhando junto com o Síndico do mercado e estamos numa fase bem avançada, eu acredito que dentro de 30, 40 dias nós apresentaremos ao cartório de registro de imóveis todos os proprietários de cada loja ali para que nós possamos regularizar a situação que hoje está complicada.

Se naquela época era assim 

Bom depois dessa surpresa fica a pergunta. Se naquela época onde tínhamos políticos sérios, preocupados com status e poder e não “esquemas e corrupção”, aconteceu uma aberração destas, imagine de lá para cá o que pode ter rolado. Dá até medo pensar. 

E as mudanças 

Mas essa informação foi um detalhe, digamos interessante, mas o tema principal foi mesmo a revitalização daquela área. A reunião de ontem na Câmara foi bastante produtiva. Os comerciantes do shopping Beira Rio, que compareceram em massa,  puderam ter acesso ao projeto foi apresentado pelo presidente da PROHAB Julio César “Visionário” Alves Ferreira. 

E as mudanças II 

A Prefeitura esta trabalhando internamente em cinco projetos para aquela região. A primeira questão é a rua General Osório que deve começar no final do mês uma requalificação. Segundo é em relação a praça de alimentação que é um projeto antigo da época do ex-prefeito Newton Lima.  Terceiro é a questão dos terminais de ônibus da rua Dona Alexandre e  avenida São Carlos. Quarta é a transferência dos comerciantes do Camelódromo para a avenida Comendador Alfredo Maffei e por ultimo criar um bolsão de estacionamento. 

E as mudanças III 

Bom, mas para tudo isso, é necessário dinheiro. Aí que existe o receio de tudo ser apenas mais um projeto. Vamos aguardar. 

Caras pintadas

 Durante as discussões desta revitalização da região do Mercado, foi debatido pelos jornalistas do Jornal da Pop, que seria necessário buscar recursos através de emendas parlamentares em Brasília e São Paulo. Mas quem poderia nos ajudar, já que São Carlos não tem representatividade nenhuma nem na Assembléia e nem no Congresso Nacional.

 Caras pintadas II 

Os eleitores são-carlenses do deputado federal Eduardo Bolsonaro (expert em fritar hambúrguer), deveriam cobrá-lo agora não é mesmo? Afinal ele foi o segundo deputado mais votado na cidade. 

Sopa de hospital 

O jornalista Fábio Taconelli, resumiu bem o cenário político de São Carlos em relação aos candidatos a prefeito da cidade. Todos que até o momento se manifestaram em ter interesse na disputa, não passam de “sopa de hospital”. Em outras palavras, sem gosto, sem expressão, enfim sem graça. Boa Fabinho. 

Preconceito 

São Carlos realmente em alguns setores é bastante preconceituoso. Esse tópico é em relação a estudantes universitários. Todo grande evento que essa moçada faz em nossa cidade, todo mundo cai de pau, principalmente alguns políticos. 

Preconceito II 

Ultimamente a “bronca” é quando a Prefeitura cede as Escolas Municipais para servir de alojamento para essa galera. Tem até lei municipal. 

Preconceito III 

São Carlos esta semana está sediando a Sanca Cup. A competição atualmente é uma das maiores copas de futebol das categorias de base do Brasil, haja vista seus números expressivos: são 186 equipes e mais de 4 mil atletas. 

Preconceito IV 

E onde essa garotada está alojada? Nas Escolas Municipais. Alguém berrou ou esperneou por causa disso? 

Falando da copa 

Podem falar o que quiser do primeiro ministro e nas horas de folga secretário de Esportes, Edson Ferraz, mas que ele sabe promover grandes torneios para a cidade, sabe. Quem fica feliz com esses eventos, sem dúvida são os comerciantes, motoristas de aplicativos etc... Em plenas férias e inverno a cidades não parou neste mês de Julho. 

Falando copa II 

Uma estrutura de 13 estádios/campos foi preparada, além de espaços reservas do complexo esportivo sãocarlense. Estão sendo utilizados o campo do Zuzão, os dois campos do Clube Faber Castell, o do Chico Preto, Arena da Vila Isabel, da UFSCar e da USP, Paulista I e II, campo do Sindicato dos Metalúrgicos e o do clube Tecumseh. O Estádio do Luisão também será palco de confrontos.   

Falando nele 

Se preparem, em breve São Carlos terá uma apresentação da Facmol - Orquestra de Sopros e Percussão de Pereira Barreto-SP. O primeiro ministro ficou fã do trabalho dessa moçada. 

Não acabou ainda esta novela? 

E a licitação do Transporte Coletivo entrou na fase de recursos. Depois de habilitar apenas a Transportadora Turística Suzano – Suzantur, as empresas concorrentes puderam apresentar suas contestações e três protocolaram documentos. A Expresso Via Brasil, MJM Transportes e Serviços e César Reis Transportes e Locação de Veiculo apresentaram o recurso. 

Não acabou ainda esta novela? II 

A Suzantur, terá prazo de cinco dias para apresentar as contrarrazões, após isso a Comissão Permanente dará o parecer final. A empresa Suzantur foi a única empresa habilitada em três requisitos exigidos pela licitação para a operação do transporte público de São Carlos (SP). As outras seis empresas, que foram consideradas inabilitadas. O valor estimado do novo contrato é de R$ 393 milhões e o prazo para a atuação da nova empresa será de 10 anos, prorrogável por mais dez anos. 

Ela é forte 

A Prefeitura de São Carlos recebeu, na tarde desta terça-feira, integrantes do movimento negro. Em pauta a discussão do suposto caso de racismo cometido pela chefe de Gabinete da Secretaria da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida, Carla Campos, contra uma servidora municipal e outra terceirizada. Na semana passada, servidoras procuraram a polícia para denunciar o caso. 

Ela é forte II 

Muita gente falou, criticou e exigiu a exoneração de Carla, mas a Prefeitura, não se mexeu neste sentido. Manteve a comissionada e já abriu a sindicância para apurar os fatos. A única novidade desse encontro foi a inclusão de representantes do Movimento Negro e do SINDSPAM na comissão que irá investigar a conduta da comissionada. A proposta foi aceita pelo secretário de Governo Edson Fermiano. 

Ela é forte III

Neste imbróglio todo o que se nota é que Carla Campos “é forte” dentro da Prefeitura. Por muito menos, o prefeito Airton Garcia, já fez outros comissionados e até secretário para correr da Administração. 

Eu sou o cara 

Coca Ferraz o super-secretário de Trânsito, expert no assunto, está fazendo uma revolução no trânsito do Jardim Araucária. O cara mudou tudo lá, mão de direção, sinalização etc...A população do bairro está super feliz com o expert em trânsito. Ele mudou tudo no bairro. 

Eu sou o cara II 

Coloca um semáforo lá também Coca! Você ama semáforos. 

Combatendo o desemprego 

Eu até estou achando que Coca Ferraz fez alguma parceira com o secretário de Trabalho, Bragatto, o homem do “Conexidades” (Não esquecemos o assunto ainda viu!). Coca está ampliando as vagas para mendigos, andarilhos, artistas circenses, pedintes, vendedores de balinhas, docinhos, panos etc..., com a implantação de tantos semáforos por toda a cidade. 

Combatendo o desemprego II 

Quando falo que esse “Coca” é fera! Só perde para a “Coca Cola” em termos de sucesso. Em Araraquara também perde, só que em eleições. 

Segurança zero 

Agora com todas essas mudanças no Jardim Araucária, o que se nota é que a segurança para pedestres diminuiu. A avenida principal que já era uma pista de corrida, agora se tornou uma “arena de corrida”. Agora são duas faixas livres para descer voando o acesso do bairro. 

Segurança zero II 

Puxa vida, os moradores do bairro só queriam que retirassem algumas placas de proibido estacionar e implantasse algumas lombadas na avenida principal. E olha o que a Secretaria fez. Lamentável!

Bom por hoje é só 

Aceitação e entendimento, essa é a ordem das coisas. O inverso é sofrimento na certa. Fale conosco: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.



Comentário(s) 

+4
leitor assíduo | 18 Julho 2019
Será que a o comportamento de aírton em relação a carla campos está associado à amizade do prefeito com o irmão da polêmica funcionária?
+3
RUY DE CAMARGO BARBO | 17 Julho 2019
Acredito e muito, que JB Muller não tem nenhum conhecimento da historia da construção do Mercado Municipal de São Carlos, pela Construtora Alvear de São Paulo, isto na década de 60, ele deveria é procurar o ex-prefeito José Bento Carlos do Amaral, um dos responsáveis junto do o grandioso prefeito da época "Antonio Massei" pela construção do mercado, e com certeza, ele terá esclarecimentos verdadeiros e sérios, e não papo de barraqueiros.
+4
Aécim Pódemais | 17 Julho 2019
Coca está ampliando as vagas para mendigos, andarilhos, artistas circenses, pedintes, vendedores de balinhas, docinhos, panos etc..., com a implantação de tantos semáforos por toda a cidade. Isso é racismo e dissipação de preconceito , cuidado , quanto a racista da Carla Campos , não é ela que é forte é o governo que é fraco , agora um cara que já foi vereador algumas vezes e vive metido na política da cidade , não saber que o Mercadão e na verdade um condomínio particular , é demais , será que não tem nenhum amigo dono de box no mercado ? lamentável.