NESTA SEGUNDA-FEIRA (26/08) OS RADARES MÓVEIS ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1 - Rua José Bonifácio x Rua 1º de Maio (CENTRO/bairro) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H; 

RADAR 2 - Avenida Morumbi (CENTRO/bairro) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H; 

RADAR 3 - Avenida Getúlio Vargas (BAIRRO/CENTRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H.

 

Queridos internautas do portal São Carlos Dia e Noite, e depois de um período difícil “nas vidas dos nossos colaboradores”, iremos tentar retomar a nossa coluna “Ácidas da Política”. E estamos cheios de assuntos “pitorescos” nesta ressuscitação.

Aumento de salários

Na sessão de ontem os vereadores aprovaram o reajuste dos seus próprios salários. A partir da próxima legislatura os salários dos parlamentarem passará de R$ 5.763,41 para R$ 8.960, um aumento de 55,45%. 

Aumento de salários II

O subsídio do próximo prefeito municipal será de R$ 24,7 mil a partir de 1º de janeiro de 2021. O processo que elevou o valor foi aprovado na noite desta terça, 26, e com ele também foi aumentado o salário do vice que agora é de R$ 12,8 mil (assim como dos secretários).

Na surdina

Sem reajuste desde 2008, o aumento nos salários é nada mais do que justo. O problema foi a forma que o assunto foi levado para a votação nesta terça-feira. Não houve a preocupação de alertar, informar e explicar ao menos a questão para a população.

Na surdina II

Os vereadores têm todo o direito de salários melhores. Digo mais, ainda continua pouco. Só a bocada que o imposto de renda nestes salários. Mas deveria haver mais transparência no debate do projeto. O salário de vereador em São Carlos ainda é baixo e ficou defasado graças a demagogia de alguns vereadores do passado que buscaram congelar os salários.

Na surdina III

O Ângelo Raimundo Félix resumiu bem essa questão da “surdina”. Ele escreveu em sua rede social: “A votação do subsídio dos vereadores que terão mandato na próxima legislatura está correta e dentro da lei. O problema foi a maneira ao qual o referido projeto entrou na mesa e foi votado...a impressão negativa que ficou é a de que parecia que os atuais parlamentares queriam votar '' as escuras'' do povo...isso que é desrespeitoso”.

Servidores

Bom na sessão de ontem os vereadores também aprovaram o projeto que autoriza o reajuste dos salários dos servidores municipais em 4% e tíquete refeição de R$ 400,00. Isso todo mundo já esperava.

Servidores II

A grande novidade do projeto ocorreu garças as emendas de autoria dos vereadores Marquinho Amaral, Roselei Françoso e Elton Carvalho. O tíquete refeição dos servidores, agora está liberado para ser usado em todo o estado de São Paulo.

Servidores III

Esta era uma reivindicação antiga do sindicato da categoria (SINDSPAM) e dos próprios servidores. Por “determinação” da secretária de Administração e Gestão Pessoal, o referido tíquete só podia ser usado em São Carlos. Ela tinha verdadeiros pitis, quando descobria que a operadora do cartão, autorizava algumas operações fora da cidade. Ubatuba por exemplo é onde ele era mais utilizado.

Falando nela

A negociação salarial deste ano, deixou a secretária Helena em uma condição bastante incomoda. Nas reuniões com os servidores e sindicato, ela sempre dizia que não podia isso, não podia aquilo etc...

Falando nela II

Em uma conversa de bastidores entre sindicalistas e outros secretários do governo, tudo mudou e de repente deu para fazer um pouco mais e o sindicato fez. Na última reunião com os sindicalistas que contou com a presença da Dra. Helena e o secretário da Fazenda Mário Antunes, era explicita a cara de insatisfação da doutora, ao ouvir que era possível oferecer 4% de reajuste e tíquete de R$ 400.

Falando nela III

Depois dessa emenda no uso do tíquete a mulher vai surtar. Mas queremos aqui, ainda assim, elogiar o trabalho da secretária. Ela é muita correta com o dinheiro da administração em relação ao funcionalismo. Correta até demais para desespero de alguns.

Indenização

A professora da rede municipal de ensino Renata Soares, ganhou, em primeira instância, causa na Justiça contra a Prefeitura Municipal de São Carlos após ser chamada de "Vagabunda" pelo prefeito Airton Garcia (PSB) em uma emissora de rádio em 2017.

Indenização II

Em decisão proferida pelo juiz Luís Augusto Fortuna da 2ª Vara do Trabalho de São Carlos, o município foi condenado a pagar o valor de R$ 35 mil como forma de indenizar a professora em detrimento das ofensas proferidas. Testemunhas foram ouvidas e provas analisadas. Questionada sobre a situação, a Prefeitura Municipal afirmou que irá recorrer da sentença.

Indenização III

Em uma administração, tanto Prefeitura como a Câmara, onde existem vários representantes do povo que gostam de ofender servidores municipais publicamente, está aí uma dica de como agir.

Mete o pau que vai 

O vereador Paraná Filho pediu afastamento, na tarde de ontem (26). Ele irá assumir a Secretaria de Agricultura e Abastecimento no lugar de Deonir Tofolo. O publicitário Daniel Lima é o primeiro suplente do PSB e deverá ocupar sua cadeira.

Mete o pau que vai II

A sua ida para a Prefeitura foi uma surpresa para muitos, afinal Paraná Filho cansou de meter o pau no prefeito Airton Garcia em várias ocasiões na Tribuna da Câmara. A troca de secretário é um dos assuntos controversos da administração Airton Garcia.

Bastidores

Segundo consta Paraná Filho conta com o apoio dos secretários Edson Ferraz (Esportes e Cultura) e Edson Fermiano (Governo) para assumir a pasta. Contudo, Deonir Tofolo em entrevista a Rádio São Carlos, disse que a conversa com o prefeito teria sido outra.

Bastidores II

“Desconheço qualquer mudança. Conversei com o prefeito Airton Garcia, que garantiu a minha permanência”, declarou Deonir Tofolo, em entrevista ao programa Fala São Carlos, apresentado pelo jornalista Antonio Carlos Tucura.

Bastidores III

Já na rádio Universitária, Paraná Filho disse já estava tudo acertado com o prefeito. Vamos aguardar o Diário Oficial.

Falando na pasta

Que lambança fez um cargo de confiança desta pasta na manhã da terça-feira.  Alexandre Gato teria usado o carro da secretaria para se deslocar a uma academia no centro. Em entrevista à Rádio São Carlos AM, ele disse que foi acudir uma munícipe que reclamava de um buraco. Em nota, a Prefeitura de São Carlos prometeu uma sindicância para apurar a denúncia.

Falando na pasta II

Acudir um munícipe de shorts e camisa de academia em frente a uma academia é uma historinha que não serve nem para boi dormir. E tem mais, o referido diretor já foi visto em outras oportunidades fazendo exercícios na referida academia. O carro oficial não foi visto, mas ele sim, coincidentemente no mesmo horário que foi feita a gravação.

Falando na pasta III

Alexandre Gato em entrevista para o portal São Carlos Agora, disse que tudo foi um mal entendido. “Um amigo meu me ligou e disse que um menino caiu em um bueiro e isso aconteceu em frente a academia. Fui lá para resolver o problema. Meu carro estava com problema mecânico e fui com o oficial mesmo”, afirmou ao portal.

Bom é fácil descobrir

Para a Prefeitura esclarecer esse caso tá melzinho na chupeta, muito fácil. Existem várias de câmeras de segurança instaladas no prédio onde ocorreu o episódio. Basta requisitar as imagens.

Inocência ou ousadia

Ou é muita inocência ou muita ousadia. Ir com um carro oficial para uma academia e parar o veículo em frente à sede de um dos principais grupos de comunicação do interior do estado (Sistema Clube).

Até a próxima

Quando somos verdadeiros e agimos de acordo com o nosso melhor, não nos ofendemos com as farpas vindas de fora, pois, aqui dentro, estaremos sempre de bem com a vida e com o mundo. Fale conosco: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

 



Comentário(s) 

+2
leitor assíduo | 27 Março 2019
Vereança não é emprego. É múnus público, político, social. Não deveria ser remunerada além dos gastos necessários para exercê-la. Não há legitimidade na lei que afronta o interesse público. Esse reajuste é injusto, porque só atende às conveniência dos políticos de carreira e não tem amparo popular. Quantos trabalhadores honestos ganham mais de cinco mil reais por mês, em São Carlos? Oito mil, então, nem se fala. Essa câmara, além de incompetente, é atrevida. Lucão veio para isso? A população deveria revoltar-se e comparecer em massa à câmara, na próxima sessão, para corrigir esse absurdo. Se não fizer, renunciará ao direito de enquadrar esses edis oportunistas.
+4
Hamas | 27 Março 2019
Sem reajuste desde 2008, o aumento nos salários é nada mais do que justo.Justo para quem seu Mané? os funcionários públicos tiveram um aumento real de 0,11 IPCA é no mínimo obrigação , se você calcular os aumentos dos funcionários de 2008 ate aqui duvido que chegue a 10% (fora o índice do IPCA) uma coisa é reposição da inflação o tal IPCA outra coisa é aumento real , mas para uma categoria que não tem representante e faz tempo fazer o que.
+3
cesar | 27 Março 2019
Parabéns pelo retorno da coluna, o correto seria dar aos edis o mesmo aumento do salário mínimo, ainda seria muito, porque trabalham 2 vezes por semana. A respeito do edil Paraná filho, quem votou nele para vereador tem que refletir o abandono do mandado e assumir secretária, raposa velha que somente pensa em si próprio. Se fosse só o gato que usasse o veículo oficial indevidamente, esqueceram do policial Cortes, não deu nada, o Boné disse que pode. Se um pode todos podem.
+4
Luiz Henrique Oliani | 27 Março 2019
Já faz algum tempo que São Carlos está entregue a um bando (quadrilha) de políticos que legislam em causa própria. O referido aumento tão somente é uma pequena ferida num quadro de lepra generalizada. São Carlos carrega 21 vereadores que quase na sua maioria não sabe nem falar tão pouco escrever com mínimo conhecimento de gramática. Sei que foram escolhidos pela população, porém deveria haver um instrumento [...]istrativo que controla-se a eficiência, eficácia e efetividade dos mesmos. Tenho absoluta certeza que a grande maioria dos vereadores não justificou nem o salário que hoje recebem e acham que ainda merecem mais? Para que? Para continuarem a não fazer nada? Mudam os mosquitos, mas a merd.... continúa a mesma ou pior até mais fedida.