NESTA SEGUNDA-FEIRA (12/11/18) OS RADARES MÓVEIS ESTARÃO NAS SEGUINTES VIAS: 

RADAR 1 – RUA LOURENÇO INNOCENTINI (BAIRRO/CENTRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H; 

RADAR 2 - RUA LOURENÇO INNOCENTINI (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H. 

RADAR 3 - RUA DR. MARINO DA COSTA TERRA (CENTRO/BAIRRO) – VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H.

O vereador João Muller, do PMDB, concedeu uma entrevista muito interessante à rádio POP FM, na terça-feira (05). Ele fez uma explanação do que é o governo Airton Garcia nos 11 primeiros meses.

Não dá pra entender

Ele não entende como um governo que assumiu uma dívida a curto prazo de R$ 100 milhões e pagou R$ 70 milhões consegue uma má avaliação.

Não dá para compreender

Também não compreende o fato de um governo, mesmo com pouco tempo, entregar obras importantes para a cidade, como uma escola no Embaré, uma Unidade de Saúde da Família no São Rafael e remodelar um Restaurante Popular no Cidade Aracy. Por sinal, aquele restaurante não era digno de uma boa refeição por causa das suas instalações.

Comunicação?

O governo não se comunica? Como em todas as pastas, a comunicação apresenta as suas falhas, mas não pode receber toda a culpa. Ela teve um papel fundamental na campanha do REFIS, o que pode gerar recursos na ordem de R$ 60 milhões aos cofres municipais.

Outro Xerife ?

Assim como Altomani, que deu ordem de parada a um motorista de ônibus no início da gestão em 2013, Airton Garcia foi com muita sede ao pote. Brigou com a Santa Casa (hoje morre de amores pela provedoria), levantou dúvidas sobre a honestidade da empresa de coleta de lixo e rompeu o contrato com os médicos do regime RPA. Inventou de colocar 120 presos nas ruas para limpar a cidade, entre outras tantas trapalhadas.

Santa Casa em paz

A questão da Santa Casa já está nos trilhos, mas a saúde e a limpeza pública são nós difíceis de desatar. E a relação com a Câmara de Vereadores? A pior possível.

Nota 5

Pesquisas indicam que o governo Airton Garcia tem nota inferior a cinco na avaliação do são-carlense. Há muito o que consertar e ainda mais o que fazer. Pregar o apocalipse é cedo, mas a situação atual do governo não é nada confortável.

Orçamento

E na sessão extraordinária da última segunda-feira (4) a Câmara de São Carlos aprovou o Orçamento do município para o exercício de 2018. O Orçamento da Prefeitura Municipal para o próximo ano é de R$ 689 milhões . A do SAAE  é de R$ 109 Milhões.

Orçamento II

A principal fonte de receita é o ICMS (R$ 163.744.000.00), ISS (ISS R$ 96.050.000.00) e o IPTU (R$ 94.122.000.00). Outras fontes são o ITBI, IPVA, SUS, FUNDEB, Multas de Trânsito e IRRF.

Orçamento III

Já as despesas, ficaram assim: Saúde (R$ 139.375.000.00), Educação (R$ 139.747.990.33), Despesas com Pessoal (R$ 390.456.979.74), Repasses 3º Setor (R$ 17.106.820.53), Investimentos (R$ 46.316.624.30) e Amortização de Dívidas (R$ 37.755.000.00).

Nota 10

E depois de alguns anos, a Secretaria de Esportes e Lazer, por meio do Secretário Edson Ferraz voltou com a Meia Maratona de Água Vermelha a Santa Eudóxia e foi um sucesso. Cerca de 400 atletas participaram da corrida. A Meia Maratona foi criada pelo vereador João Muller em 1995 e neste final de semana foi a 10º edição da prova. Parabéns aos envolvidos na organização.

Recapeamento

Na última sexta-feira aconteceu a sessão pública da licitação de R$ 4 milhões para recapeamento no bairro Cidade Aracy II. Seis empresas compareceram, entre elas a Bandeirantes, Datec, CGS, Mataraia.  A empresa CG não tinha representante presente e a abertura das propostas deve acontecer ainda esta semana.

Finalmente

E quem vem passando por uma grande revitalização é o nosso estádio Professor Luís Augusto de Oliveira o Luisão. O equipamento público está passando por reformas e pintura. Muitos não reconhecerão nosso estádio após finalizado os trabalhos. Vamos aguardar.

Que inveja

E a cidade de Ibaté, vem dando um show de luzes nesta época de natal. Como nos anos anteriores, a cidade está linda, com vida e feliz.

Que inveja II

A prefeitura da cidade, sob comando do Zé Parrela e sua turma, preparou uma programação nota 10 para este natal. Além da iluminação desde a entrada da cidade, centro e a praça matriz, uma programação bacana foi elaborada pelos organizadores.

Sabe quanto custou?

Apenas R$ 27 mil. Isso mesmo essa bonita festa que Ibaté vem proporcionando aos moradores da região, custou apenas R$ 27 mil. Parte da iluminação foi reaproveitada de outros. Diferente do que acontece aqui em São Carlos que o pessoal pega tudo e joga em um depósito qualquer, na vizinha cidade, o pessoal cuida com zelo do patrimônio público.  

R$ 500 mil 

E lembrar que em São Carlos a pouco tempo, gastaram meio milhão para iluminar uma praça e algumas ruas. Onde foi parar essa iluminação? Como é fácil aprontar “coisas” nesse Brasil.

Enquanto isso

São Carlos, está nas escuras, nada de decoração. Ainda bem que Ibaté está do lado. Todos os dias é possível ver inúmeros veículos de São Carlos, estacionados em torno da praça de Ibaté.

Pra quem você tira o chapéu

É o nosso prefeito pode ter as diferenças com o Parrela, mas ele tem de admitir. O cara sabe administrar uma cidade com os poucos recursos que tem, em comparação com São Carlos.

De novo essa história

A Prefeitura de São Carlos juntamente com a Associação Comercial e Industrial de São Carlos (Acisc), apresentou na manhã desta segunda-feira (4) o projeto City Monitor. O projeto, uma iniciativa da Prefeitura de São Carlos, consiste em interligar as câmeras instaladas pelos comerciantes, inicialmente, a Central de Monitoramento da Guarda Municipal e futuramente ao Sistema Detecta, através de convênio com o Estado de São Paulo.

De novo essa história II

Nada contra o projeto, torcemos para que seja um sucesso. Mas desde os governos petistas a gente escuta essa história de instalação de câmeras de segurança que seria, isso, seria aquilo etc...E até hoje o projeto lá do passado foi finalizado. Esperamos que dessa vez a coisa vingue!

USF Aracy

A Prefeitura publicou no Diário Oficial do Município do dia 30 de novembro, a Tomada de Preços nº 11/2017, Processo nº 2095/2017, para contratação de uma empresa de engenharia para a conclusão da Unidade de Saúde da Família (USF) do Cidade Aracy. O valor estimado para o término da obra é de R$ 600 mil. A obra foi iniciada em 2011, porém não concluída até hoje.

Ótima Notícia

 

Após quase cinco anos a internacionalização do aeroporto Mario Pereira Lopes finalmente foi publicado no Diário Oficial da União. Aleluia...

Até sexta 

Minha idade não define minha maturidade, minhas notas não definem minha inteligência e as fofocas que fazem de mim não definem quem eu sou. Fale conosco: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo