NESTA QUARTA-FEIRA (14/11/18) OS RADARES MÓVEIS ESTARÃO NAS SEGUINTES VIAS: 

RADAR 1 – AV. TRABALHADOR SÃO-CARLENSE (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 2 - AV. TRABALHADOR SÃO-CARLENSE (BAIRRO/CENTRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H. 

RADAR 3 - RUA JOSÉ BONIFÁCIO X RUA 1º DE MAIO (CENTRO/BAIRRO) – VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H.

Uma nova polêmica está  no ar. Alguns comerciantes reclamam do novo horário de estacionamento no canteiro central da avenida Teixeira de Barros, a ruaLlarga. Antes, era permitido estacionar naquela via até as 23h. Hoje, o horário mudou: até 19h de segunda a sábado e aos domingos, até as 16h.

Esta Rua Larga

Os pancadões incomodam os moradores, a maioria de décadas de moradia na Vila Prado. As operações são constantes. Os frequentadores são pressionados a abandonarem aquele espaço.

Esta Rua Larga II

Esta avenida é um problema. O comércio cresceu, o bairro envelheceu e algumas situações do mundo moderno permeiam a avenida. E essa permissão de estacionamento nas duas vias demonstra que a medida, por mais benéfica que seja, é paliativa. Ontem, um caminhão teve de se espremer entre carros para seguir viagem.

Outra situação

O comércio de bairro está fortalecido. E a rua Larga se torna a menina dos olhos de qualquer investidor. A avenida já demonstra saturação de veículos.

Na verdade não pode

O Código de Trânsito Brasileiro é claro. Não é permitido estacionar em canteiros centrais. Ou seja: o desrespeito já ocorre há anos. Não se anime, comerciante da rua Larga. A liberação do estacionamento, hoje, deixa todos felizes. Amanhã, pode afungentar consumidores. Discutir estacionamento em canteiro é uma discussão simplista demais. O tema merece aprofundamento.

A primeira ação

E já está na Justiça o processo impetrado pelo servidor do SAAE, Cláudio Macedo contra o vereador Leandro Guerreiro. Os dois se estranharam em agosto durante uma sessão da Câmara Municipal.

A primeira  ação II

Tudo começou, após Leandro apresentar em um programa que mantem na Rádio São Carlos, uma listagem como nomes de servidores do SAAE e seus correspondentes salários, principalmente aqueles que ganham salários acima de R$ 5 mil.

“Desgraçados”

Claudio foi citado no programa, Leandro como vem fazendo desde o início da sua legislatura, usou frases de efeito para criticar o servidor em questão e seus pares, dizendo que esses servidores deveriam “criar vergonha na cara e não fazer parte desse sistema podre” que o povo paga por essa “mamata do pessoal da prefeitura”, que são “desgraçados”.

“Desgraçados II”

Depois em uma das sessões da Câmara, Claudio foi até a sede do Legislativo para entregar um abaixo-assinado de alguns servidores do SAAE, ao presidente Julio Cesar. Claudio pediu a autorização para deixar o seu serviço mais cedo, inclusive as horas ausentes foram descontadas de seu salário.

Falta de Postura

Na sessão o vereador arrebentou com o servidor, chamando-o de politiqueiro, sem vergonha, malandro, desgraçado e até de vagabundo. Álias prática que vem se tornando rotineira por parte do vereador Leandro de ofender a tudo e a todos.

R$ 30 mil

Pra resumir, o servidor entrou na Justiça com uma ação de danos morais e está solicitando uma indenização no valor de R$ 30 mil ou a quantia arbitrada pela Justiça. Nos próximos dias, a Justiça deverá marcar a data para audiência de conciliação. A ação está correndo na 2º Vara Cível de São Carlos.

Alguém me explica  

Como você consegue descentralizar um serviço que não está funcionando direito por falta de viaturas, profissionais, pagamento de horas extras, etc...

Alguém me explica II

Estamos falando do SAMU. Os caras estão vendendo uma falsa ilusão de que a descentralização do SAMU com bases na Vila Prado e no bairro Cidade Aracy, irá proporcionar uma rede maior de proteção nos atendimentos de urgência e emergência.

Alguém me explica III

Estão falando que a descentralização irá tornar o atendimento ainda mais rápido e eficiente, minimizando riscos ou perdas para os pacientes. Mas como a Prefeitura fará isso em São Carlos?

Alguém me explica IV

Esta semana o SAMU estava atendendo a cidade com apenas duas ambulâncias, sendo uma básica e uma de suporte avançado e duas motolâncias. Esta semana, precisou remanejar motorista do serviço social (que não é urgência), para conduzir a viatura do SAMU.

Enfim

Não temos medo nenhum em afirmar aqui. A descentralização do SAMU do jeito que estão falando, não vai dar certo aqui em São Carlos. Vão fazer festa, jogar confetes, etc..., mas não dará certo.

Enfim II

Já escrevemos aqui em outra oportunidade. Que fim levou as bases comunitárias que a PM tinha em São Carlos? Vila Prado, Santa Felícia, Campus II da USP, Cidade Aracy. E os Distritos Policiais então. Ah e ainda tem o Corpo de Bombeiros, que tinha duas bases, uma na rua Riachuelo (onde hoje funciona o Departamento de Trânsito) e no Jardim Maracanã.

Bom final de semana

 

Contrabalançar promessas com promessas é estar pesando o nada. (William Shakespeare). Fale conosco: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo