NA QUARTA-FEIRA (21/08) OS RADARES MÓVEIS ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1 - Avenida João de Guzzi X Rua Marcos Vinicios de M. Moraes VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 2 - Avenida Henrique Gregori (BAIRRO/SHOPPING) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 3 - Avenida Henrique Gregori (SHOPPING/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H. 

São Caos, não é a Cidade da Tecnologia.  São Caos, não é a Capital do Clima. São Caos, não é a Cidade dos Doutores.

SÃO CAOS II

São Caos é a cidade suja que o cidadão detesta. São Caos, é a Capital Nacional dos Buracos. São Caos é a cidade em que um prefeito tem a cabeça dura e se respalda em meia dúzia de incompetentes que não sentem a dor dos menos favorecidos.

SÃO CAOS III

São Caos é a cidade que depende de 90 reeducandos para deixar as ruas um brinco. Mas a maioria deles nunca pegou em enxadas, mas em objetos muito mais ofensivos à sociedade.

SÃO CAOS IV

São Caos é a cidade do passa moleque. De secretário que não assume a sua responsabilidade e joga a culpa no colega.

SÃO CAOS V

São Caos é a cidade do transporte público ofensivo ao usuário. São Caos é a cidade do prefeito que não resolve a questão do transporte público com rapidez e competência.

SÃO CAOS VI

São Caos é a cidade do prefeito que se trata no Einsten, mas que deixa o seu eleitorado penalizado, por horas e horas na fila da Rede Pública ineficaz.

SÃO CAOS VII

São Caos é a cidade do prefeito que prometeu uma creche por mês, mas que leva as entidades que cuidam das crianças à situação de penúria.

SÃO CAOS VIII

A culpa na qual se encontra São Caos é só do prefeito atual? Não, lógico que não é. A culpa é de várias pessoas, vários políticos, vários empresários, que aproveitaram e aproveitam ainda apenas das vantagens de estar perto do “rei do momento”.

Imaginário

Esta é a São Caos, cidade do nosso imaginário. Se é uma cidade imaginária, você não mora nela!!!

Parto Normal ou Césaria?

Demorou 9 meses para os nossos vereadores perceberem que estavam sendo enrolados pelo Poder Executivo. Talvez essa enrolação possa até não ter dolo, mas que o Legislativo deveria ter dado um basta antes, deveria. Na terça, o presidente da Câmara Municipal, vereador  Júlio Cesar, declarou que o Legislativo não vai mais votar projetos de interesse da Prefeitura enquanto  município não reabrir a Unidade Pronto de Atendimento (UPA) do bairro Cidade Aracy.

Parto Normal ou Césaria? II

“Não cabe mais desculpa para população nem para Câmara. Nós precisamos de solução para os problemas. Essa Casa entende que a população não aguenta mais, os vereadores são cobrados a todo o momento. Então a Câmara Municipal decidiu que os processos de interesses da Prefeitura Municipal, como suplementação, aumento de imposto, seja o que for em orçamento, nós vereadores não vamos votar enquanto não reabrir a UPA do Cidade Aracy”, declarou Júlio Cesar

Parto Normal ou Césaria? III

A verdade é que essa decisão deveria ter ocorrido bem antes. Alguns vereadores até que tentaram, como Lucão Fernandes. Mas a impressão que a Casa dava é que “um milagre” do Poder Executivo. E esse milagre não veio.  A partir de agora os 21 vereadores concordaram em votar somente projetos de interesse da população, instituição filantrópicas, creches e asilos.

A culpa é de quem ?

Nessa celeuma todo que envolve a questão da saúde em São Carlos, neste momento, cabe uma única pergunta. De quem é a culpa disso tudo. Que “poder” está emperrando uma solução para um problema tão grave?

Abriu o Bico

A Suzantur através de seu diretor Claudinei Brogliato, revelou na noite de ontem, que a empresa pretende parar de prestar os serviços do transporte público em São Carlos. Isso ocorre porque a empresa está indo para 9 meses sem receber o subsídio da Prefeitura.

Abriu o Bico II

A Prefeitura deve quase R$ 6,5 milhões. “Não temos mais condições de rodar. O prefeito pode arrumar outra empresa. É impraticável a continuidade do serviço sem o subsídio”, disse Brogliato.

Como fica

Agora mais uma vez os funcionários ficam de cabeça quente, sem saber o futuro. A própria empresa já estuda uma forma de pagar as rescisões contratuais dos trabalhadores. Fala-se em pagar em 10 parcelas.

Como fica II

É muita sacanagem com uma categoria que sofre diariamente no trânsito de São Carlos. E olha que isso estará ocorrendo pela segunda vez em menos de um ano. Existem diversos ex-funcionários da empresa Athenas Paulista que ainda não recebeu nada.

É muita sacanagem

Essa questão do transporte público, estava na cara que não ia dar certo. Mas como sempre, a morosidade da Justiça em analisar “coisas importantes”, acaba abrindo espaço para esse tipo de coisa.

É muita sacanagem II

E como fica agora a turma do ex-prefeito Paulo Altomani, que foi a grande responsável por toda essa crise no transporte público? A verdade é a seguinte. Ninguém pensa no povo. Até mesmo alguns setores da imprensa que só olham para os seus próprios umbigos.

Depois de 17 anos

Sentença da juíza Gabriela Müller Carioba Attanasio, da Vara da Fazenda Pública de São Carlos absolveu o ex-vice-prefeito Airton Garcia Ferreira, representantes de imobiliárias e vereadores que aprovaram, em 2000, uma lei que concedia descontos em impostos como IPTU e ISS. A sentença, proferida em 19 de setembro, inocentou os vereadores à Câmara de São Carlos à época da concessão do benefício. A Ação Civil Pública de Improbidade Administrativa foi proposta pelo Ministério Público do Estado de São Paulo (MP).

Depois de 17 anos  II

O MP na época foi provocado por denúncia do ex- vereador  Antônio Florindo Zanette, que em 2000 advertiu ao MP que Airton Garcia “tentava legislar em causa própria, pois havia em seu nome e de seus familiares e de empresas onde participava como sócio várias dívidas tributárias, derivadas do tributo IPTU”.

Até sexta

 

“Somente um louco acha graça no caos, pois o caos é a sua moradia” Fale conosco: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.



Comentário(s) 

+2
Eleitor | 28 Setembro 2017
Quem será que vai ganhar tirando a sucatatur e por nova empresa ? O promotor, o bispo, o prefeito e sua turma da câmara, quem acertar a resposta certa vai dar uma entrevista no pograma do "jornalista" juquita e comer um pão com mortadela na padaria do João caipira,e passar um final de semana na Aracy com o word dance.
+6
Mario | 28 Setembro 2017
Para pôr a suzantur alguém mamou, para tirar e colocar outra no lugar alguém vai mamar, e assim a vida continua, o povo ingênuo pagando a conta e os ladrões roubando e a justiça inerte sem nada fazer.
+6
Pulitiquero | 28 Setembro 2017
O problema maior é que esse governo assumiu uma dúvida e um sistema totalmente falido, somado a isso uma câmara de vereadores ( muito doa mesmos de sempre) que jamais deveriam passar novamente por aquela porta. E muitos que entraram nem imaginam o que estão fazendo la. Tem velhas múmias que ficam quietas para não se prejudicaram ( velhas raposas da politicas) bonecos de enfeite e outros alucinados , como o berreiro que mata 3 árvores a cada sessão, de tanta folha que imprime.. O eleitorado dele e tão ignorante que o cara tem que desenhar toda [...] que fala.
+10
Dunga | 27 Setembro 2017
Haha, calote programado na empresa de Suzano para que ela caia fora e não divida mais o bolo. Vai ver como depois aparece uma empresa 100% sancarlense, de propriedade dos mesmos sócios locais...
+10
leitor assíduo | 27 Setembro 2017
A culpa é de quem? De quem vota mal, elegendo prefeito e vereadores sem nenhuma condição de trabalhar por São Carlos e que só pensam nos próprios interesses. Da prefeitura à câmara, quem se salva? Está na hora de votar com responsabilidade e cobrar dos eleitos trabalho efetivo pela comunidade. Quem não tiver competência que se recolha à própria insignificância, renuncie e deixe de envergonhar a população e a cidade.