NESTA QUARTA-FEIRA (14/11/18) OS RADARES MÓVEIS ESTARÃO NAS SEGUINTES VIAS: 

RADAR 1 – AV. TRABALHADOR SÃO-CARLENSE (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 2 - AV. TRABALHADOR SÃO-CARLENSE (BAIRRO/CENTRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H. 

RADAR 3 - RUA JOSÉ BONIFÁCIO X RUA 1º DE MAIO (CENTRO/BAIRRO) – VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H.

E já começa a circular pelos bastidores da política o seguinte boato. O vereador Leandro Guerreiro é estimulado a desestabilizar o Serviço Autônomo de Água e Esgoto, o SAAE, a mando de interessados em privatizar a autarquia da prefeitura. Talvez ele nem tenha percebido isso ainda.

É Constitucional

Há quem diga que Guerreiro exagerou na dose ao desqualificar servidores que ganham entre R$ 4 mil e  R$ 10 mil reais. Os próprios servidores que não pertencem a grupos políticos e que trabalham no SAAE dizem que os ganhos são constitucionais , legais e que inclusive recebeu, outrora, o referendo dos vereadores, casta a qual Guerreiro pertence atualmente.

Veja bem

Vamos aqui apresentar duas situações que circulam nos bastidores. Agora, se pretendem vender a impressão de um SAAE perdulário e deficitário, com o pagamento de gordos salários, a saída é um plano de demissão voluntária.

Tiro certo

O vereador acerta no ponto ao atacar salários entre 30 e 38 mil. É direito constitucional? Sim! Mas hoje o serviço público não suporta esses salários nababescos.

Mas não é só no SAAE

Por sinal, Leandro Guerreiro deveria estender esse debate à câmara e à prefeitura. É aí que mora o erro. Restringir o debate apenas ao SAAE. (Apesar que ele já disse que irá cutucar essas feridas também, temos de aguardar). Em ambos os poderes há situações semelhantes ao que acontece no SAAE com servidores aposentados, que prosseguem nas atividades e que ganham salários fora da realidade financeira de São Carlos.

Mas não é só no SAAE II

Existem casos até mesmo dentro da Câmara Municipal de pessoas que nem servidores públicos concursados são, que há tempos ocupam cargos e que tem direito a salários foram dos padrões.

Confraria

Ainda sobre o SAAE é preciso deixar bem claro aqui. Benedito Marchezin não pode tratar a gestão do serviço de água e esgoto como uma confraria de amigos.

É preciso pulso

Sem pulso firme, ele vai empurrar o SAAE à privatização. Assim como quiseram alguns abutres em meados de 2013. Servidor, enxergue o que ocorre ao seu redor. Alguém nesta história é usado como massa de manobra. Como o tempo é o senhor da razão, vamos observar os próximos movimentos a respeito dessa história.

Bomba

Se preparem, nos próximos dias uma bomba atômica vai estourar em uma secretaria municipal. Documentos, gravações entro outras coisas já estão nas mãos da Justiça. O caldo vai entortar.

Bom final de semana 

Por falta de humildade o pecador se torna soberbo e filho da maldade. (Helgir Girodo). Fale conosco: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.



Comentário(s) 

-4
leitor assíduo | 07 Agosto 2017
Desses bastidores SAI cada coisa. KKK! Erraram a concordância e não tiveram a humildade necessária de reconhecer o erro e publicar minha observação. KKK! Quem sabe, agora, terão ...
+11
Hamas | 07 Agosto 2017
O vereador acerta no ponto ao atacar salários entre 30 e 38 mil. É direito constitucional? Sim! Mas hoje o serviço público não suporta esses salários nababescos. Já viram os salários do pessoal do judiciário? isso ai é dinheiro de pinga , temos o judiciário mais caro e o menos eficiente do mundo.
+17
cesar | 04 Agosto 2017
Estranho, vou no bairro cidade Araci e não vejo melhoras na segurança, UPA fechada, mato alto, etc. Com dois vereadores e o prefeito que loteou o Bairro, deveria estar melhor. Ficam perdendo tempo em fofocas e mimimi, deveriam trabalhar e melhorar o bairro, já quem muito bem e trabalham muito pouco.
0
Tricolor | 04 Agosto 2017
Podia mudar o nome da coluna para Ácidas do SAAE...