NESTA SEGUNDA-FEIRA (19/08) OS RADARES MÓVEIS ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1 - AVENIDA COMENDADOR ALFREDO MAFFEI (BAIRRO/CENTRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 2 - RUA MIGUEL PETRONI (BAIRRO/RODOVIA) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 3 - AVENIDA BRUNO RUGGIERO FILHO (SHOPPING/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H.

O vereador Leandro Guerreiro (PSB), sem dúvida alguma, está sozinho fazendo tremer todas as estruturas do Edifício Euclides da Cunha, suas declarações bombásticas, sua ousadia e coragem já incomoda muito figurão político por aí. O Poder Legislativo de São Carlos precisava deste tipo de parlamentar “bravo e destemido” fazia tempo, afinal alguém se lembra do nome de algum vereador que em tão pouco tempo provocou tanto “barulho”?

Porém

É necessário cautela ao nosso “Guerreiro”. Esse colunista já por diversas vezes conversou com o parlamentar em relação ao título da coluna de hoje. Na nossa modesta opinião, Guerreiro está indo como muita sede ao pote e isso pode lhe custar caro.

Porém II

O Regimento Interno da Câmara é o que poderá prejudicar nosso “Menino Guerreiro”, afinal apesar de ninguém assumir publicamente, todos os demais parlamentares estão temerosos com os “desafios lançados pelas redes sociais” pelo vereador Leandro.

Porém III

Alguns já morderam a chumbada e começaram a dar tiros nos pés. Outros morderão logo, logo e não se espantem se “aprontarem” alguma coisa com Leandro.

Comissão

Leandro dentro da Câmara é o presidente da Comissão de Urbanização, Transportes e Habitação.

Comissão II

De acordo com o regimento interno em seu artigo 60 as atribuições dessa comissão são: “Opinar sobre projetos que tratem da denominação de próprios municipais, vias e logradouros públicos, planejamento urbano, controle do parcelamento, uso e ocupação do solo, organização do território municipal, bens imóveis municipais, concessão de uso, retomada de bens cedidos as instituições filantrópicas e de utilidade pública para programas de relevante interesse social, permutas de áreas, obras e serviços públicos...

Comissão III

...Também opina sobre assuntos referentes à habitação, transportes coletivos, individuais, frete e carga, vias urbanas e estradas municipais e à respectiva sinalização, economia urbana e desenvolvimento técnico científico”.

Comissão IV

Na nossa opinião, essa era a única comissão que Guerreiro não poderia presidir. Leandro é um rapaz do bem, valoriza quem o ajuda (e já ajudou) e essa comissão é quem opina sobre os assuntos que mais vem trazendo dor de cabeça à população. E muitas das pessoas que ajudam ou ajudaram Leandro até aqui, de alguma forma direta ou indireta estão ligadas aos principais problemas que tiram o sossego da população.

Perigo

E é aí que mora o perigo para o parlamentar. Leandro é astuto, inteligente, provocador e nervoso com as coisas erradas. Pessoas nervosas na hora da raiva soltam besteiras ou palavras ofensivas. E é aí que o nosso Leão, talvez tenha que virar gatinho.

Perigo II

Cuidado meu amigo, a cidade está cada dia mais empolgada com o seu trabalho aí dentro do Legislativo e seria uma judiação o vereador eleito pelo Facebook, ter sua bonita trajetória política, interrompida por políticos e pessoas inescrupulosas que orbitam em torno dos poderes desse país.

Perigo III

E quando falamos em perigo, queremos dizer cassação. Apesar que Guerreiro já deixou claro que não está preocupado com isso. Mas o povo está Leandro. Força Garoto!

Buracos no caminho

Dois companheiros de profissão foram vítimas dos inúmeros buracos de São Carlos. Primeiro foi o repórter da rádio Intersom, Mendes Aguiar que caiu com o seu carro em uma cratera na região do trevo do Maracanã.

Buracos no caminho II

Depois foi Alberto Santos da mesma emissora, ele trafegava com sua motocicleta pela rua Maria Isabel de Oliveira Botelho na região dos Altos da Vila Nery quando precisou desviar de um buraco e caiu. Alberto teve ferimentos nas mãos, o seu braço direito ficou inchado, sua roupa rasgou e seu óculos também quebrou.

Buracos no caminho III

“No momento desviei do buraco acabei passando por pedras, a moto ficou descontrolada e levei um tombo”, afirmou.

Pedras no caminho

Os milhares de buracos (60 mil) existentes hoje na cidade trazem consigo outro problema ainda mais perigoso. As pedras que ficam espalhadas pelas ruas. Essas pedras para motociclistas são como óleo. Qualquer vacilada é tombo na certa. E vocês já repararam o quanto dessas “pedrinhas” estão espalhadas pelas nossas ruas e avenidas.

Pedras no caminho II

Temos reparado que os buracos começaram a ser fechados esta semana, mas as “pedrinhas” continuam decorando a via pública. Quer um exemplo? Desça a avenida Bruno Ruggiero Filho, Comendador Alfredo Maffei sentido ao SESC e reparem o quanto dessas “inofensivas pedrinhas” estão espalhadas pela via.

Cidade vive mais uma rivalidade

Se já não bastasse a antiga rivalidade de corinthianos, palmeirenses, são-paulinos e santidas, Vila Nery – Vila Prado, Coxinhas e Petralhas entre tanto outros, agora passamos a conviver com mais um.

Cidade vive mais uma rivalidade II

Airton Garcia e Zé Parrela. Os dois prefeitos (São Carlos e Ibaté), passaram a se provocar por meio da imprensa. Vamos parar por aqui pessoal? As duas cidades sempre andaram de mãos dadas, nunca tivemos problemas políticos, será que agora isso vai acontecer? Vamos parar? Cada um toma conta da sua cidade e está tudo certo, não acham. Quem vai perder com isso é a população das duas cidades irmãs, podem apostar nisso.

Sucesso

O amigo jornalista Fábio Taconelli ao lado do também amigo Eduardo Rossi, estrearam na rádio POP FM (88,7) um programa jornalístico que vai ao ar das 7 às 8hs. Parabéns a dupla em especial ao Fabinho, hoje um dos melhores jornalistas da cidade.  

Sucesso II

Só lembrando essa dupla lá pelo início do século XXI (putz vocês estão velhos já hein camaradas?), revolucionaram o rádio jornalismo em São Carlos ao lado da saudosa Baby Soares, lembram disso?

Fantasmas

“É muito grave. É um prejuízo para a cidade. É uma vergonha para São Carlos ter sido pego com funcionários fantasmas dentro da Secretaria do Trabalho”, a frase é do secretário de Trabalho, Emprego e Renda, Walcinyr Bragatto, sobre a situação da pasta que acaba de assumir.

Fantasmas II

Bragatto explicou que “o Ministério do Trabalho e Emprego constatou numa auditoria funcionários fantasmas no atendimento. Eles recebiam, mas não apareciam na Casa do Trabalhador. O convênio foi suspenso e hoje, a Prefeitura mantém o serviço, com recursos próprios”.

Fantasmas III

E agora, como será feita a apuração dessa grave denúncia? Afinal teve gente que ganhou mas não trabalhou na administração passada. Vereadores, Ministério Público ou o FBI?

Até sexta-feira

Humildade é uma virtude que se define como sendo a capacidade de se humilhar sem se poluir com o ódio. (Esmeraldo). Fale conosco: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

 

 



Comentário(s) 

+1
bone | 18 Fevereiro 2017
E como pode FANTASMAS na Secretária do Trabalho e ai tem como responder sr Ribeiro ???? Alguém tem como arriscar que nesse angu tem Bode . MP investigue pois tem muita coisa errada nessa secretária desde a gestão Apolinário . Olho aberto e não esconder sujeira pois estamos de olho aberto :o :o :o :o
+4
Imunizado | 16 Fevereiro 2017
Olha, não vejo porque o vereador deveria se preocupar com cassação só porque é preisdente da comissão, ja que os vereadores gozem de imunidade materia por suas palavras, votos e opinioes no exercicio da funcao de legislador!!!! E outra, basta estar bem assessorado, e verificar sempre os pareceres do juridico da câmara. É impressionate como esses vereadores vestiram a carapuça na proposta de cortar as emendas!!! É bom para a população conhecer um por um que gosta de fazer politica com o dinheiro alheio
+12
Moradora | 16 Fevereiro 2017
Deveriam divulgar os nomes desses trabalhadores fantasmas e seus "patrões" isso sim!!!!
+13
sãocarlense | 15 Fevereiro 2017
Acho que o Airton não deve dar ouvidos ao Parella, deixa ele falar, entra por um ouvido e sai pelo outro.
+16
leitor saudosista | 15 Fevereiro 2017
Leandro faz a diferença. No colegiado edílico (não etílico) destaca-se pela iniciativa e coragem. Sobra, enquanto os outros se omitem. Será a pedra no caminho, que os medíocres pretendem remover? Salve-nos, Drummond, desses hipócritas! Quanto a jornal de rádio inovador, alguém se lembra do "São Carlos, Hoje!", na Rádio São Carlos, em 1979/80, com J. Silva, Yamada, Cazella, Casale e tantos outros? Deixou saudade! Se há funcionários fantasmas na Secretaria do Trabalho, por que os secretários anteriores não os denunciaram? Seriam coniventes, ou os tais ausentes participariam de algum esquema?