Imprimir esta página

Parece que os adversários do empresário Airton Garcia (PSB) caíram na real e perceberam que estamos na reta final da campanha. O que vimos até agora foi um espetáculo de desleixo, de propostas vazias, mas a segunda pesquisa Ibope provocou o despertar de um sono profundo. Aliás, aqui temos de abrir um parêntese e elogiar as emissoras de rádio e televisão pelo espaço que abriram aos candidatos. A exposição é importante para quem disputa a Prefeitura, e ainda mais para o eleitor que tem a oportunidade de conhecer as propostas.

Na AEASC...

Na Associação de Engenheiros e Arquitetos, o prefeito Paulo Altomani disse que a pesquisa Ibope/EPTV foi comprada. É verdade, custou R$ 35 mil para a empresa. Concordamos em parte com o prefeito. Colocar uma margem de erro em quatro pontos percentuais é um exagero, mas não somos estatísticos para questionarmos a metodologia.

Enxergar a realidade

Talvez o prefeito não quer enxergar a realidade. E até entendemos a dureza disso. Não é fácil estar com a máquina pública em mãos e ter apenas 10% das intenções de voto. Vale lembrar que o Haddad, em São Paulo, enfrenta a mesma dificuldade. O que o prefeito precisa ter em mente é que a pesquisa reflete um momento, mas a população já deu o seu veredicto sobre a atual administração. O que o povo quer é mudança.

Conclusões

Lineu Navarro (PT), na Rádio Universitária FM, definiu bem o momento do atual cenário político. Se o atual líder das pesquisas vencer a eleição, a culpa é do prefeito Paulo Altomani, que era a promessa de mudança em 2012. E não materializou o desejo da população.

Inconformismo

Lineu não se conforma o que, segundo palavras dele, um homem com mais de 200 processos seja o líder das pesquisas. Falar até papagaio fala, mas ele pensou de fato na cidade? A resposta é não! A vaidade impediu a formação de uma terceira via com Bragatto, Netto Donato e Lineu. O resultado é este: uma propaganda sem tempero algum. E a pulverização dos votos.

Inconsistente

No Carlinhos Lima, Netto Donato disse que a cidade não poderia retroceder ao eleger um pessoal que governou a cidade na década de 1990 e não deu certo, em referência à trupe de Dagnone de Melo, sogro de Giuliano Cardinali, vice de Airton. Só não falou que, deste grupo, participavam o presidente do PMDB, Eduardo Cotrim, o vereador Marquinho Amaral, João Batista Muller, Diana Cury, Hilário Apolinário e tantos outros. Novamente: falar até papagaio fala!

Efeito sem graça

Airton Garcia falou na DBC FM e ao Notícias do Front que Altomani culpa até o papa pelos desacertos em sua administração. O mesmo Airton sempre disse que se colocar a Catarina Bum para disputar votos com o atual prefeito, a primeira ganha a eleição. Oras, por que então tamanha preocupação com Altomani? Será que alguém chuta cachorro morto?

E o Bragatto?

Se você, eleitor, tem dificuldades para fazer o seu filho dormir, fica a sugestão: bote a criança para assistir ao programa político do Bragatto (PV). É um ótimo sonífero.

Definição

Esta coluna não tem por intenção puxar a brasa para a sardinha de nenhum candidato, mas Dante Peixoto (PSOL) deu a melhor definição sobre o que representa a política de São Carlos ao companheiro Adão Geraldo: “Qualquer partido que vença as eleições, exceto o PSOL, os demais partidos sentarão para fazerem os conchavos”. Precisa escrever mais alguma coisa?

Juramento

A coluna jura de pés juntos. Não fazemos perseguições ao secretário de Transportes Márcio Marino. Mas o super-herói da Prefeitura apresenta ideias estapafúrdias. A última delas é contratar táxis adaptados para suprir a falta de transporte para os deficientes. Sinceramente, é o cúmulo do absurdo. E o povo é quem paga por essas ideias imbecis.

Disponíveis

A coluna recebeu a informação que a Suzantur está mais que disposta a resolver este problema. Será que alguém da PREFEITURA pode responder esta pergunta? Se criaram uma secretaria das PESSOAS COM DEFICIÊNCIA por que este pessoal não providencia o cadastro para a Suzantur. O que dá para perceber é que são poucas as pessoas dispostas ao trabalho nesta Prefeitura.

Falando em Transporte

Foi muita quieto a saída de cena dos ônibus da Athenas Paulista no último sábado...

Até sexta 

Que continuemos a nos omitir da política é tudo o que os malfeitores da vida pública mais querem.(Bertolt Brecht). Fale conosco: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 

 



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores
e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.