NESTA SEXTA-FEIRA (21/6) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1 - AVENIDA HENRIQUE GREGORI (BAIRRO/SHOPPING) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 2 - Rua AVENIDA FRANCISCO PEREIRA LOPES (USP/SHOPPING) - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 3 - AVENIDA BRUNO RUGGIERO FILHO (SHOPPING/BAIRRO) - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H.

Há um movimento forte entre políticos de São Carlos, especialmente aqueles que estão na Câmara. Alguns já têm mandato; outros não. As informações de bastidores dão conta que estes políticos clamam por mudanças na Secretaria Legislativa. O nome indicado por estes políticos é Júlio César de Barros Soldado.

Movimentos

Sabe-se muito bem que, ao exonerar o ex-secretário de Governo, alguns vereadores provocaram uma rebelião e foram conversar com o prefeito Paulo Altomani, que não se sensibilizou e se afastou do amigo de mais de duas décadas. Aliás, na convenção do PSDB, Altomani discursou a respeito: disse que precisou se afastar de algumas amizades que o decepcionaram no campo da política.

Carinho e respeito

Segundo estes mesmos parlamentares, Julio Soldado sempre tratou o parlamento com carinho e respeito. E merece estar próximos da Câmara. Não é segredo para ninguém que Júlio Soldado é muito ligado a Marquinho Amaral. Será que o parlamentar estaria reaproximando Julio Soldado do poder?

Quem?

O Diário Oficial publicou a nomeação de Luiz Claudio Hilário como secretário de Esportes. Ele tem um “enorme legado” no esporte. Tanto é que muitos o conhecem apenas como tio do jogador de basquete Nenê Hilário e membro do PRB. A gente reza todos os dias para que não seja mais uma ação deste governo por loteamento de cargos.

Deu na convenção

Lineu Navarro foi muito duro em seu discurso na convenção do PT (não era de se esperar outra postura). Ele falou de um secretário que ocupa três pastas e em dezembro do ano passado foi exonerado por suspeita de corrupção, mas depois voltou ao governo. De quem será que ele falava, heim?

Cutucada

O ex-prefeito Newton Lima chamou o governo Altomani de porcaria e disse que a cidade se arrependeu de ter dado uma chance ao alcaide.

Saraivada

Airton Garcia também não escapou das metralhadas verbais. Lineu disse que o então loteador fugiu da cidade por oito anos e deixou um pepino para a administração PT arrumar. No caso, a regularização dos loteamentos habitacionais do grande Aracy.

Fuga?

Há um comentário na cidade dando conta que Airton Garcia só participará de debates com Paulo Altomani se o chefe do Executivo apresentar atestado de sanidade mental. Caramba!

Aviso

Nesta sexta-feira, esta coluna participará da reunião com o juiz eleitoral Antônio Benedito Morelo. Vamos ouvir dele o que pode e o que não poder escrever neste período eleitoral. Dependendo do regramento e das exigências, vamos interromper a publicação desta coluna durante o período eleitoral. Mas antes de qualquer atitude, vamos ouvir o juiz.

Consertar

O presidente da Câmara, Lucão Fernandes (PMDB), reagiu às declarações de Altomani. Na convenção de terça, o prefeito disse que a Athenas manda no Legislativo. A gente respeita o que Lucão disse. Ele disse que não é de competência do Câmara legislar sobre transporte urbano. De nada adianta. O sentimento de protecionismo da Câmara a Athenas não convence ninguém.

Pena

É uma pena que sai uma e entra outra. A gente já sabe que a opinião de alguns políticos dependem da direção dos ventos. E hoje os ventos conspiram a favor da Suzantur.

bom final de semana

A ânsia de poder não é originada da força, mas da fraqueza.(Erich Fromm). Fale com a gente: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.



Comentário(s) 

0
MÁRIO VASCONCELLOS | 31 Agosto 2016
Aguardem. Na próxima semana vou publicar em todos os jornais: DEZ MOTIVOS PARA NÃO VOTAR NO ALTOMANI.
Este prefeito vai passar para a história de São Carlos como o pior prefeito de todos os tempos.
Eu guardei a sua cartilha da última eleição. Quantas promessas que não foram cumpridas! Quem vai acreditar em novas promessas ? Tem que ser muito [...] para acreditar.