NESTA SEXTA-FEIRA (21/6) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1 - AVENIDA HENRIQUE GREGORI (BAIRRO/SHOPPING) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 2 - Rua AVENIDA FRANCISCO PEREIRA LOPES (USP/SHOPPING) - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 3 - AVENIDA BRUNO RUGGIERO FILHO (SHOPPING/BAIRRO) - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H.

Circula pela internet um áudio em que o prefeito Paulo Altomani é categórico. A Athenas Paulista mandava na Câmara e ele quebrou este monopólio. O discurso é politicamente nojento, mas a declaração vem para endossar tudo aquilo que escrevemos anteriormente. O Poder Legislativo não é protagonista, mas subserviente. Mas fiquem tranquilos: uma nova era no transporte público está por iniciar, e os bezerros que hoje berram voltarão a mamar em breve. A gritaria se transformará em calmaria. O tempo é o senhor da razão! 

5 contra 1

Outro áudio que circula pelo WhatsApp mostra o lado humanitário (entre aspas) do prefeito atual. Na convenção ele tornou a contar uma história de um menino, que perdeu a mão e a Prefeitura deu um ‘mão mecatrônica’ e que o menino pega na mão da namorada e também faz as ‘coisas’. Pois é: é o que temos pra hoje! 

Cômico

Outra situação cômica da convenção foi o discurso do vereador Dé Alvim. Ele acusou o governo do PT, do qual fez parte, mas hoje se envergonha, de possuir mais de 700 cargos de confiança. Falou também da formação de um novo balaio de gatos. Ah, vá! Apostamos que, independente do eleito, o Solidariedade estará junto do governo. Discurso político é uma porcaria mesmo... 

Vergonhosa

A entrevista do secretário de Transportes Márcio Marino ao Intersom Debates foi vergonhosa. O âncora do programa não deixa o entrevistado ser ‘apertado’ e as verdades não são esclarecidas ao público. Reza a lenda que os debatedores têm na bolsa frascos de Gelol, pois as canelas ficam machucadas de tantos pontapés que levam por debaixo da mesa. 

Desafio

Fazemos um desafio ao Márcio Marino. Vá debater no programa do Antônio Walter, na DBC FM. É claro, se tiver coragem. Antônio Walter tem dado um banho em esclarecimento sobre o transporte urbano. 

???????? 

Marino na entrevista soltou uma frase um tanto quanto estranha. Ele disse que a nova empresa de transporte coletivo contratará “preferencialmente” alguns trabalhadores da Athenas, pois os bons sempre ficam. Ele tenta chamar os profissionais que na sua opinião não são bons do que? 

Falando nele   

Na coluna de 22 de julho, citamos aqui a falta de segurança que se encontrava a avenida Otto Werner Rösel, no Jardim Ipanema. O assunto ganhou destaque depois da morte de uma criança de 11 anos que foi atropelada por um carro a referida avenida. 

Falando nele  II

Depois descobrimos que em março deste ano o vereador Maurício Ortega (PSDB) solicitou à Prefeitura a instalação de redutores de velocidade naquela via, mas seu pedido não foi atendido. Um documento assinado por Marino datado em 31 de março, cita que aquela avenida possui “características operacionais satisfatórias”, o que não justificaria, no momento, a implantação de redutores de velocidade. 

Falando nele III 

Depois de quatro meses, eis que tudo o que Marino despachou, mudou. Na semana passada a avenida, ganhou lombadas, sinalização e até um radar. Como muda rápido de ideia esse secretário não. Por isso que não dá para acreditar nas coisas que estão sendo ditas em relação ao transporte coletivo. 

WI-FI 

E os ônibus da Suzantur, pelo menos nesse primeiro momento do contrato emergencial (se vingar diga-se de passagem, pois ainda achamos que esse caso poderá ter reviravolta), não terá wi-fi disponível, segundo informou Altomani, Marino e toda a trupe da Prefeitura. Ar condicionado também não está garantido em todos os ônibus. Quem disse isso, foi o próprio dono da empresa na coletiva dada nesta terça-feira. Se alguém duvida o vídeo com a entrevista está no Youtube e em alguns portais da cidade. 

E o MP

O advogado da Athenas Paulista, Edgar Nori, disse que existe um pedido de medida cautelar que está em curso na Vara da Fazenda Pública em favor da empresa que deverá ser apreciado em breve. 

E o MP II 

A Athenas quer que o prefeito mande a ata comissão tarifária que elevou o preço da passagem de R$ 3,10 para R$ 3,50. Existe um acordo, segundo Nori entre a Promotoria e a Prefeitura de que não haveria aumento de tarifa durante o processo emergencial. 

E o MP III 

Só que o secretário Marino já divulgou que a tarifa vai para R$ 3,50 a partir do dia 10.E agora o acordo será cumprindo, ou esse também não? 

Até quarta 

Ser malandro não significa ser bandido ou esperto significa saber quando chegar,quando sair e falar se for preciso. (Skilo G.C.I.). Fale com a gente: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo