Av. Miguel Petroni
(sentido Bairro/Rodovia)
60 km/h
Av. João de Guzzi
(sentido Bairro/Centro)
60 km/h
Av. Bruno Ruggiero Filho
(sentido Shopping/Bairro)
60 km/h

A novela transporte coletivo de São Carlos terá vários capítulos daqui em diante. Um deles aconteceu ontem, em Araraquara, no Ministério Público do Trabalho (MPT), que deseja seriedade no trato com o funcionário da Athenas Paulista. O prefeito terá 5 dias para assinar o termo, que faz algumas exigências interessantes.

Manutenção

O Sindicato pede a manutenção dos 655 empregos da Athenas e de todos os benefícios como plano de saúde e odontológico. Vale lembrar que o piso salarial da Athenas é equiparado a profissionais do transporte público de São Bernardo do Campo.

Por que não assinou?

Agora, o que estranha é o secretário Márcio Marino pedir 5 dias para o prefeito Paulo Altomani estudar as reivindicações. Oras, não foi o alcaide que falou, em viva voz, com os funcionários da Athenas garantindo o pagamento dos salários e a manutenção dos empregos?

Barco

Será que o prefeito vai ficar apenas na promessa mais uma vez? Como diz o vereador Paraná, o que Altomani fala no almoço, não sustenta no jantar.

Falando em Paraná

Beira o ridículo a montagem que os filhos do parlamentar fizeram sobre a falsa circulação dos ônibus da Suzantur por São Carlos. Se essa gente mente para os seus seguidores na internet, imaginem o que eles podem fazer na política...

Ação e reação

Tentaram ameaçar Marquinho Amaral com a história de cheques sem fundo dos irmãos falecidos. O vereador reagiu com duas sérias denúncias. O sumiço de aproximadamente R$ 5 milhões da Quota Salário-Educação (QSE) e R$ 2,3 milhões da conta caução, aquela em que os participantes de licitações precisam depositar recursos nos cofres da Prefeitura.

O desabafo

Penha é muito ácido e irônico em suas declarações nas redes sociais. Sobre a contratação emergencial da Suzantur ele cravou: “Parabéns por mais essa vitória, caro prefeito, é sinal que está tudo correto no seu governo e São Carlos progredindo!!!.

Estranhamente

Diz Penha: “Uma licitação feita à portas fechadas, com a participação de quatro ou cinco pessoas, com segurança impedindo o acesso de vereadores, mais 200 cheques trocados nos cofres aparecendo na CPI, além dos quase 400 mil Reais já flagrados, interpelações para que o senhor falasse sobre os números da Câmara indeferidos pela Justiça de bate pronto.

E prossegue

“ Comissão Processante em andamento, CPI em andamento, Educação totalmente dominada por cargos de vereador, educação especial sendo tratada como "castigo" aos professores que não rezam o hino, nos leva a crer que estamos na contramão mesmo, pois acima de tudo vemos na cidade cidadãos super felizes por terem agora à disposição ônibus novos, com ar condicionado e Wi-Fi livre, oba!!!”.

Fim

Penha, mais uma vez, foi feliz em suas exclamações.

Esquentou

O vereador Ronaldo Lopes, esteve agora de manhã no 3º andar do Paço Municipal, tentando tirar cópia de um documento público. Ele queria cópia do “sigiloso”  processo que trata do transporte público na cidade, as mais exatamente na escolha da empresa Suzantur para explorar o serviço por seis meses.

Esquentou II

Ronaldo já sabendo de como as coisas funcionam (ou não funcionam no paço), fez a transmissão ao vivo da visita e desabafou na rede social. “Aos que me acompanham, fiz essa transmissão para que o povo tenha conhecimento de como a administração trata quem foi eleito pelo povo para fiscalizar. Já é a terceira vez que venho aqui e sou impedido de tirar cópia de documentos públicos. A atitude do executivo vai contra a lei de acesso à informação”.

Esquentou III

E completa: “Estou na Prefeitura e mais uma vez estou sendo impedido de ter acesso aos documentos públicos. O que tem nesse contrato emergencial do transporte público que a Prefeitura esconde tanto???? Estou cansado de como a Prefeitura trata os vereadores e principalmente a população.” É lamentável, o vídeo está na página do vereador no Facebook.

SD e PR

E a união entre o Solidariedade do Dé Alvim e o PR de Gustavo Pozzi, não ocorreu de forma tão pacífica assim. Segundo comentários o pau torou entre algumas lideranças dos dois partidos e mais o PTB de Márcio Cinti pelo rompimento de um acordo.  

SD e PR II

Uma fonte ouvida pela CIAC (Central de Informantes da Ácidas da Política), diz que o poderio econômico do partido do Paulinho da Força (SD), teria sido o diferencial no convencimento. Isso é política.

Até sexta

A política brasileira é lamentável. Não se encontra um político honesto e aqueles que assim são raramente chegam ao poder e se conseguirem duas saídas lhes restam: Sucumbir à corrupção ou serem destruídos pelos desonestos. (Mário Pereira Gomes). Fale com a gente: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

 



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo