NESTA SEXTA-FEIRA (21/6) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1 - AVENIDA HENRIQUE GREGORI (BAIRRO/SHOPPING) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 2 - Rua AVENIDA FRANCISCO PEREIRA LOPES (USP/SHOPPING) - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 3 - AVENIDA BRUNO RUGGIERO FILHO (SHOPPING/BAIRRO) - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H.

Na última quinta-feira, o secretário de Transporte e Trânsito, Márcio Marino, fez uma participação bastante interessante na sabatina dos secretários onde se discutiu o novo modelo de transporte urbano a ser definido em novo processo de licitação. Ele deixou bem claro, para quem quisesse ouvir: a Prefeitura deve deixar de transferir subsídios à empresa. Será que isso dá certo?

O que é subsídio?

Subsídio nada mais é que uma tarifa. Hoje, empregadas domésticas, estudantes, operários, entre outras categorias não pagam o preço da “passagem cheia”, os R$ 3,10. Idosos e aposentados são isentos. Quem complementa os valores é a Prefeitura.

Valores

Estes valores ficaram claros durante este processo de falta de pagamento protagonizado pela Prefeitura. Algo em torno de R$ 800 mil/mês. Com a nova empresa de ônibus escolhida, a Prefeitura pretende tirar esse valor do seu custo mensal, logo o valor será repassado aos demais usuários.

Cheiro

Há um cheiro forte de que o valor da passagem pode atingir números que fogem à realidade. Quem utiliza o transporte público precisa ficar atento a isso.

Alento

O alento é que o Ministério Público e a sociedade vão participar destas discussões, o que pode inibir eventuais esquemas. Sobre a sociedade, esta coluna pede: é preciso ser vigilante em todo este processo.

No pé

Altomani gosta de dar tiros no pé, na opinião desta Ácidas. Agora ele quer contratar uma empresa em caráter emergencial para gerir o transporte urbano até a definição da nova empresa, a ser escolhida por licitação.

Caos

O vereador Lineu Navarro citou bem na última quarta-feira, na Câmara de São Carlos, durante audiência pública. Em Campinas, Jacó Bittar tentou fazer a mesma coisa, o transporte se transformou num caos e o prefeito da época teve que recuar da proposta. Quer apostar que aqui vai acontecer o mesmo?

Ruim e pior

O ditado diz: o que é ruim, pode piorar. Não é mais fácil deixar a Athenas ficar no comando do transporte até o fim da eleição. Ou como disse o comentarista Azuaite França na Rádio Intersom FM: esse processo cheira mal, já que nos aproximamos do período eleitoral.

Diário

O Diário Oficial desta sexta-feira traz alguns afastamentos de servidores públicos, que devem concorrer às eleições: entre os nomes conhecidos estão Breno Carneiro, Raquel Auxiliadora, Gilberto do Sindspam, entre outros.

É brincadeira!

O Diário Oficial desta sexta-feira traz também uma ata de registro de preços para a compra de brinquedos. No passado não muito distante, este assunto foi objeto de bastante polêmica. O vereador Roselei Françoso (Rede) chegou a desconfiar de supostos esquemas. Quem duvida que este assunto não vai dar polêmica, levante a mão! Ninguém levantou!!!

Sem moral hein?

O prefeito Paulo Altomani publicou essa semana um vídeo em sua página no Facebook, mostrando o ponto de ônibus que está  sendo implantado na baixada do Mercado Municipal. O vídeo mostra o prefeito chegando no local de supetão.

Sem moral hein? II

Mesmo com o ponto cheio de gente, ninguém, mas ninguém olhou para ele. Nem a mulher que estava no celular. Que fase hein prefeito!

Bom final de semana

O diabo pode citar as Escrituras quando isso lhe convém. (William Shakespeare). Fale com a gente: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

 



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo