NESTA SEXTA-FEIRA (14/12/18) OS RADARES MÓVEIS ESTARÃO NAS SEGUINTES VIAS: 

RADAR 1 – RUA CORONEL JOSÉ AUGUSTO DE OLIVEIRA SALLES, PRÓXIMO AO SESI - CENTRO/BAIRRO - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H; 

RADAR 2 – RUA CORONEL JOSÉ AUGUSTO DE OLIVEIRA SALLES, PRÓXIMO AO SESI - BAIRRO/CENTRO - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H; 

RADAR 3 – AVENIDA GETÚLIO VARGAS OPOSTO AO GINÁSIO MILTON OLAIO FILHO - CENTRO/BAIRRO - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 M/H.

 

 

O prefeito Paulo Altomani (PSDB) insiste em conversar com o Democratas, mas o Democratas não está com vontade de conversar com o PSDB. Vale a pena mostrar alguns episódios que levaram ao desdém da principal liderança do partido em São Carlos, o vereador Julio Cesar.

2014

Em 2014, Julio Cesar foi candidato a deputado estadual, com a promessa de ter o apoio do governo municipal à sua candidatura. Altomani preferiu Massafera. E para piorar a situação, Claudio Di Salvo não apoiou o seu aliado de Rio Claro, o deputado estadual Aldo De Marchi. O que o prefeito e o vice queriam? Afagos dos políticos nas eleições deste ano?

Caminhos

Julio Cesar quer caminhar com Dagnone de Melo, mas Melo é um candidato que não conseguiu formar grupo político, vide a quantidade de candidatos a vereador do PSD.

Caminhos II

Mas Melo conversa com o PMDB e tenta emplacar a sua candidatura à Prefeitura, porém o PMDB tem um candidato: Netto Donato.

E quem garante

Um caminho que pode adotado por todos esses grupos soltos é a união política. Quem garante que Julio Cesar, Melo e Netto Donato não caminharão juntos? Vamos aguardar os próximos passos.

Voltando

Comenta-se nos bastidores que Claudemir Eleutério, o Nino, pode voltar à diretoria de Serviços Públicos. A saída de Nino da administração nunca foi bem esclarecida. E agora cogita-se a sua volta.

Não gostou

Na coluna da sexta-feira 13 (de maio), um dos assuntos tratados foi sobre a plenária do Partido dos Trabalhadores, que foi realizado naquela semana. Citamos que nem todos os militantes que historicamente estavam na campanha de Newton Lima/Oswaldo Barba acompanharam o evento. Citamos ainda que em 2008, Lineu Navarro era para ser o candidato a prefeito de São Carlos. Newton preferiu Barba.

Não gostou II  

A coluna disse também que desde então Lineu fez uma dura campanha anti-PT com denúncias contra a Educação e supôs que o escândalo da multa teria o dedo do petista, apesar de a denúncia ter sido feita por Marquinho Amaral. Que Géria Montanar  foi eleita presidente do PT, Lineu levou militantes e mais militantes para votarem contra os desejos de Newton Lima no diretório municipal e finalmente que Lineu Navarro e Newton Lima nunca se deram. Sempre se toleraram.

Quero esclarecer

O vereador Lineu Navarro, questionou o que foi publicado e oferecemos a ele o espaço da coluna para dar seu parecer. Sobre a plenária, Lineu disse que estavam presentes cerca de 200 pessoas, dentre as quais vários ex-secretários dos governos anteriores. “Entendo que não precisamos de prova maior de unidade do partido” disse.

Quero esclarecer II

Sobre as eleições de 2008 ele informou que sete nomes do PT se colocaram como pré-candidatos internos ao PT, como alguns secretários, a Silvana e ele e que no transcorrer do processo interno, foi resolvido por consenso, “sem nenhuma disputa por prévia, que o candidato seria o Barba”.

Quero esclarecer III

Disse ainda que por vários anos, foi líder do Governo Newton na Câmara Municipal, “o que só era possível pela relação de confiança que tínhamos”.

Quero esclarecer IV

Sobre a questão da Educação, Lineu esclarece que em nenhum momento, fez campanha contra as propostas para a educação durante o governo Barba. “Propus internamente ao governo e depois publicamente que o valor repassado pela Prefeitura às creches conveniadas fosse reajustado e chegasse perto do preconizado pelo Ministério da Educação, pois vem recursos do FUNDEB para estas entidades, que devem receber proporcionalmente aos alunos inscritos. Esta minha posição acabou sendo aceita pelo governo e o valor foi reajustado significativamente”.

Quero esclarecer V

Sobre as multas, Lineu foi claro que nunca colocou  o "dedo" nenhum na questão das multas e que o que foi publicado pela coluna “não corresponde à verdade dos fatos. Com certeza, seu informante só quis me atingir, com claros objetivos pessoais e políticos, mas faltando à verdade”. 

Quero esclarecer VI

 E encerra informando que o “Grupo de Trabalho Eleitoral (GTE) do PT está funcionando há quase 90 dias, com reuniões regulares e com representação de todas as forças políticas do PT-São Carlos, inclusive o ex-prefeito Osvaldo Barba, e todas os encaminhamentos estão sendo feitos de maneira coletiva, com muita unidade.

Tira o pé da minha carta

 A coluna recebeu a informação de que apenas uma rua no Jardim Araucária ainda não foi “batizada” com nome. A mesma seria a rua 3. Como todos sabem, os padrinhos desses “batismos” são os vereadores que recebem uma espécie de cota de novas ruas para fazer sua política.

Tira o pé da minha carta  II

Pois bem, a rua Três tem como padrinho o vereador Eduardo Brinquedos que até agora não se mexeu para nomear a referida rua. Isso tem causado transtornos, pois todas as demais ruas estão com os seus respectivos nomes e CEP.

Tira o pé da minha carta III

Por causa dessa “lerdeza ou falta de vontade” do parlamentar Brinquedo, o Correios ainda não estaria realizando o serviço de entrega no bairro. Dudu, tira o pé da minha carta vai...

Cadê o pagamento

Recebemos a informação de que os servidores municipais da Saúde que trabalharam na campanha “Todos Juntos Contra o Aedes aegypti” onde foram vistoriados mais de 20 mil imóveis de 34 bairros, ainda não receberam o dinheiro que lhes foram prometidos.

Cadê o pagamento II

O trabalho desenvolvido durante sete sábados contemplou o recolhimento de pequenos materiais que possam servir como criadouros do mosquito dentro das casas, distribuição de panfletos, orientação e o preenchimento de um boletim com a situação do imóvel vistoriado.

 Cadê o pagamento III

A campanha foi realizada em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde que garantiu R$ 120,00 (a cada sábado) para cada servidor que atuasse no combate ao mosquito. As cidades que aderiram à campanha receberam os repasses para o pagamento de diárias dos profissionais por meio do Fundo Estadual de Saúde.

Cadê o pagamento IV

Mas segundo um informante da CIAC (Central de Informações da Ácidas da Política), até quarta-feira (18) os servidores não haviam recebido um centavo sequer. Com a palavra a Secretaria Municipal da Saúde.

Até quarta

A teimosia transforma as grandes barreiras em pequenos obstáculos e constrói os grandes vencedores. (Albertino Fernandes). Fale conosco: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo