NESTA TERÇA-FEIRA (13/11/18) OS RADARES MÓVEIS ESTARÃO NAS SEGUINTES VIAS: 

RADAR 1 – RUA RAY WESLEY HERRICK (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H; 

RADAR 2 - RUA RAY WESLEY HERRICK (BAIRRO/CENTRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H. 

RADAR 3 - RUA DR. MARINO DA COSTA TERRA (BAIRRO/CENTRO) – VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H.

Incrustado no cantinho mais saudoso de São Carlos, o Estádio do Rui Barbosa, palco das mais empolgantes pelejas do futebol amador local, a hoje Fundação Educacional São Carlos (Fesc) é um antro de escândalos. Uma pena, pois os projetos que brotam daquela fonte de conhecimento deveriam ser o exemplo de como uma bem sucedida Fundação deve operacionalizar na capital da tecnologia.

Surpresa?

Aqui não cabe a esta coluna fazer juízo de valor sobre a conduta do presidente Ney Vilela. Quem estará incumbido disso é a Justiça e as autoridades policiais. Agora, Ney Vilela não pode vir à mídia e dizer que foi pego de surpresa com a exoneração.

Arapuca

Jorge Amado escreveu Tocaia Grande. E Paulo Altomani escreveu A Grande Tocaia. Para quem costuma perder alguns minutos com esta coluna, sabe muito bem que Vilela tem sido rifado faz muito tempo.

Arapuca II

Desde o episódio da gravação em que três funcionárias debatem um suposto esquema de favorecimento em licitação, Ney Vilela teve a sua cabeça posta a prêmio. Uma das moças voltou à Fesc  e inclusive foi promovida ao cargo de direção, função que era ocupada por uma parente de Julio Soldado.

Arapuca III

Consta que quando surgiu toda esta celeuma, o prefeito Paulo Altomani convidou Leandro Severo para assumir a Fesc. Severo ficou balançado sim, mas seus princípios políticos não permitiram assumir qualquer compromisso com um governo do PSDB.

Outros episódios

Vilela era mais um badulaque na Fesc. Quando o Sindspam deu uma incerta na Fundação, para apurar um caso de assédio moral, em que o denunciante disse que ficou em cárcere por três horas, o maestro Altomani mandou o cargo de confiança suspeito de assédio embora, sem ouvir os argumentos de Vilela.

Problemas

A Fesc enfrenta sérios problemas políticos. Há pessoas ligadas ao ex-secretário de Governo Júlio Soldado na Fundação. Com o perdão da expressão, mas qualquer peido que dão na instituição, Soldado fica sabendo.

Convites

Altomani tem em mente uma coisa. Não quer Ney Vilela por lá. O prefeito quer chamar Doralice Matheus para a presidência da Fesc. Profissional de fino gabarito, só tem um problema. É esposa de Ditinho Matheus, que está no PMDB, que deve deixar o governo em breve. Também pensa em promover Célia Ramos.

E acabou?

Se você pensa que os problemas da Fesc acabaram, está redondamente enganado. Em depoimento não muito recente ao Ministério Público, um cargo de confiança da TVE disse que nunca teve experiência em TV, logo o promotor estranhou a ocupação de um posto de comando. Portanto, em breve teremos novidades na esfera judicial quanto à emissora.

Enfiar

O prefeito Paulo Altomani quer enfiar Claudio Di Salvo em algum partido. Ele tenta o Solidaridade, mas também o PTB. Cá entre nós: que grau de significância tem um vice como Di Salvo? Parece mais uma samambaia de garagem.

Vingança

A família Maragno quer dar o troco em Airton Garcia, que tomou o PP do grupo do ex-prefeito Dagnone de Melo. Eles prometem acionar a Justiça, pois alegam que o partido tem diretório constituído.

Cá entre nós

Este domínio coronelista de partidos políticos, faz o saco parar na garganta. Até hoje o PP tem como candidato Cesinha. Nunca houve na história deste partido, candidatos de expressão. Está na hora de dar uma repaginada nas siglas, isso sim.

Fraquinho

Outro partido que está precisando de um Biotônico Fontoura é o PPS, de Azuaite França. Dizem que a legenda tem apenas três candidatos a vereador. Se uma andorinha não faz verão, três também não viram piciroca nenhuma.

Eufóricos

Sérgio Rocha e Catharino cercaram na terça-feira, nos corredores da Câmara, o metalúrgico Moisés Lazarine, candidato da Assembleia de Deus, que foi para o Democratas, a pedido do deputado estadual pastor Cesinha. Tem gente que mistura muito política e religião. Até que ponto isso dá certo?

#prontofalei

Lineu Navarro será candidato a vereador. Se for candidato a prefeito, o PT morre de vez em São Carlos.

#prontofalei II

Paraná não consegue fazer campanha se não estiver do lado de Airton Garcia. Por razões óbvias.

#prontofalei III

Os vereadores seguraram um projeto que destinaria R$ 300 mil para o tapa-buracos. Começou a campanha política ou não?

Desabafo

O vereador Catharino disse na segunda-feira, na porta da presidência da Câmara, que o projeto para se contratar uma Organização Social para gerir a UPA do Cidade Aracy terá dificuldades para passar na Câmara.

Coração

O vereador Penha (PV) confidenciou a alguns colegas de imprensa que se continuar como vereador, corre o risco de enfartar de tanto nervoso. E ele precisa de ter plena saúde para cuidar dos filhos. A coluna sempre repete: uma pena. É um excelente, se não, o melhor vereador.

Até a próxima

“O historiador e o poeta não se distinguem um do outro pelo fato de o primeiro escrever em prosa e o segundo em verso. Diferem entre si, porque um escreveu o que aconteceu e o outro o que poderia ter acontecido”.(Aristóteles). Fale conosco: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo