NESTA SEXTA-FEIRA (21/6) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1 - AVENIDA HENRIQUE GREGORI (BAIRRO/SHOPPING) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 2 - Rua AVENIDA FRANCISCO PEREIRA LOPES (USP/SHOPPING) - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 3 - AVENIDA BRUNO RUGGIERO FILHO (SHOPPING/BAIRRO) - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H.

Não sei se é ditado, mas costumam dizer que “as palavras doem”. A secretária de Administração, Helena Antunes, chegou a dizer à Rádio Intersom que não adianta o comerciante berrar ou espernear. Que trabalha com os números e os números mostram que 95% dos servidores estão utilizando o cartão Ecopag. Mas de que forma estão usando? A coluna foi saber o que acontece e pode afirmar: essa estatística não é verdadeira.

Legalidade

Não entramos no campo da legalidade. Se é legal ou imoral, não cabe a este espaço julgar. Mas na quinta-feira à noite descobrimos algumas situações que acontecem com o cartão Ecopag. Muitos dos servidores que são beneficiados o que fazem?

Legalidade II

Como costumam se alimentar sempre em um mesmo restaurante, eles descarregavam todos os créditos de uma só vez e o comerciante descontava os valores em cada refeição. Certamente, esta situação nos leva à seguinte conclusão.

Maquiagem

Os números não refletem a realidade. Na modesta opinião da coluna, a Dra. Helena, secretária de Administração, não deveria se ater apenas às estatísticas. O negócio é encarar a realidade. Basta descer um quarteirão, andar, 200, 300, 500 metros. Nenhum estabelecimento do centro está aceitando o tal cartão Ecopag.

Relatos

Há relatos interessantes dos comerciantes: um deles diz que a empresa cortou a operação do cartão. Um dos estabelecimentos, que vendia 50% do seu movimento com cartão Ecopag, fechou as portas. Será que o cartão realmente contempla os interesses do comércio e dos servidores? A resposta será dada hoje, em manifesto do funcionalismo, que acontecerá na porta da Prefeitura.

Movimento

Esse protesto está sendo organizado por servidores do SAAE e Prefeitura sem interferência sindical, política e de movimentos sociais. Eles estão convocando pelas redes sócias toda a categoria para se concentrar às 17hs na Praça Coronel Salles e depois seguirem em passeata até o paço Municipal.

Movimento II

A ideia é mexer com a opinião pública, já que a secretária de Administração e Gestão Pessoal, Helena Antunes em entrevistas a órgãos de imprensa da cidade, afirmou que a categoria estava satisfeita com a empresa.

PROCON

Na quinta-feira o PROCON – São Carlos, divulgou em sua página no Facebook, uma relação de cidades que enfrentam o mesmo tipo de problema que os servidores de São Carlos estão passando com o cartão ECOPAG.

PROCON II

O órgão de Defesa do Consumidor informou que a  empresa já foi notificada e que está aguardando a defesa para analisar o caso concreto. Caso não haja resposta, em nada atrapalhará que o Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor –(DPDC) tome as devidas providências.

Saída gloriosa

O secretário Moisés Rocha, vai deixar saudade para alguns donos de mídia de São Carlos: investiu SESSENTA E UM MIL REAIS POR DIA EM MÍDIA. Você, nobre leitor, se lembra que a última divulgação desta coluna dava conta que o valor diário era de mais de R$ 41 mil.

Saída gloriosa II

Para você, estimado leitor, ter noção da generosidade de Moisés da Rocha, em fevereiro, a Prefeitura fez interessantes repasses a RP Propaganda, a agência que cuida da mídia: R$ 576,3 mil em quatro de fevereiro, R$ 490 mil no dia 15, NOVECENTOS E VINTE OITO MIL em 18 de fevereiro e R$ 533,7 mil em 23 de fevereiro.

Adendo

Isso não ajudou em nada na melhoria da imagem do prefeito. Viaturas do SAMU sucateadas, faltas de remédio e fraldas na saúde, médicos, cidade suja, enfim. Encheram as burras da mídia e a cidade continua a mesma porcaria. Parabéns, Moisés, pelo seu belo legado.

Mais

Em janeiro, a Prefeitura repassou à agência: R$ 509 mil em sete de janeiro, R$ 81 mil em 21 de janeiro e R$ 572,8 mil em 28 de janeiro.

Contas

Pelas contas da coluna, e com base na nova legislação eleitoral, que permite à Prefeitura investir a média dos seis primeiros meses dos últimos três anos, a Prefeitura terá pouco mais de R$ 1 milhão para investir em mídia neste ano. Tem gente que vai chupar muito o dedo.

#prontofalei!

A advogada Regina Bortolotti teria se filiado ao Rede.

Bom final de semana

“Não ser descoberto numa mentira é o mesmo que dizer a verdade.” (Aristóteles Onassis). Fale com a gente: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo