NA SEGUNDA-FEIRA (15/7) OS RADARES MÓVEIS ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1 - Avenida Trabalhador São-carlense (rodoviária/usp) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 2 - Avenida Bruno Ruggiero Filho (SHOPPING/RODOVIA) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 3 Rua Miguel Petroni - (bairro/rodovia) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H.

A Prefeitura de São Carlos está com tudo e não está prosa. Enquanto os buracos se espalham pelas ruas da cidade, faltam fraldas, medicamentos de uso contínuo, de alto custo, entre outros problemas, a administração ‘torra’ dinheiro com publicidade. Os levantamentos do vereador Roselei Françoso (Rede) mostram que foram gastos R$ 41.800 POR DIA com propaganda.

Levantamento

O levantamento do vereador mostra que a Prefeitura pagou, DE 1º DE JANEIRO A 15 DE FEVEREIRO, UM MILHÃO, OITOCENTOS E OITENTA E DOIS MIL REAIS POR 45 DIAS DE CAMPANHAS.

O que tem a mostrar?

Curiosamente, o que a Prefeitura tem a mostrar? Uma cidade abandonada, cheia de mato, com cemitério abandonado às traças, ou aos ladrões, que estão fazendo a ‘limpa’ em objetos de valor, como bronze. Santo Deus! Quanto dinheiro desperdiçado.

Mutreta?

A Prefeitura de São Carlos tentou passar um projeto suspeito na tarde de ontem, na Câmara. Uma das fichas trazia o valor de MIL REAIS  para a compra de um imóvel. Mil reais, em alguns casos, não dão para colocar portas e janelas em uma casa popular.

Mutreta II

Qual é a estratégia? Com a ficha aberta, o prefeito poderia remanejar, por decreto, até R$ 70 milhões. Com isso, poderia destinar recurso para a Casa Mário Tolentino, no valor de R$ 1 milhão. Qual o interesse que a Prefeitura tem tanto em comprar uma casa? O que estaria por trás disso?

Deixa

O vereador Marquinho Amaral (PSDB) deu a deixa. Ontem, na Câmara, ele revelou que a Prefeitura está deveras interessada em comprar o antigo prédio da Faber Castell, em frente ao Senac. No passado, o grupo Dahma disse que abriria um shopping e um residencial no local, mas o projeto enfrentou problemas, inclusive de questões financeiras do grupo investidor. Que interesse a Prefeitura tem tanto em propriedades do grupo Dahma?

Amarração

Claudio Di Salvo poderia ir para o PTB para segurar a legenda em torno de Paulo Altomani. É que o presidente estadual do partido, Campos Machado, exige, ao menos, a vice-prefeitura. A informação é do comentarista da Intersom, João Muller.

PP

Outra informação dá conta que Marquinho Amaral, além de conversar com o PMDB, conversa com o PP e com o Democratas, de Julio Cesar.

Socou a bota

O vereador Roselei Françoso (REDE) socou a bota no engenheiro Carlos Talarico, que ocupa cargo de diretoria nos Serviços Públicos. Em um requerimento respondido pela secretaria de Talarico, informaram que a cidade tem apenas 270 pontos de iluminação. Para bobear, algumas mansões da cidade tem esse número de pontos. Quanta falta de cuidado!

Justificativa

A secretária de Administração, Helena Antunes, traz uma justificativa injustificável para explicar a renovação com o convênio Ecopag. Ela afirma que 95% dos servidores utilizaram os créditos depositados no cartão, o que ultrapassa os R$ 10 milhões.

Pergunta

Agora, Dra. Helena, com todo o respeito: em que circunstâncias o servidor usa esse crédito? A informação que temos é que eles fazem uma verdadeira peregrinação para utilizar os valores. Alguns servidores são sujeitados a situações de humilhação, que se assemelham à mendicância. Dra. Helena. A senhora não faz favor. A Prefeitura não faz favor. O vale-refeição é uma conquista do servidor e ponto!

Falta de habilidade explícita

A ocupação dos agentes de endemias na manhã desta terça-feira no saguão do Paço Municipal, demonstrou o quanto o prefeito Paulo Altomani está acompanhado de pessoas descompromissadas com o seu Governo.

Falta de habilidade explícita II

Como pode um Governo não conseguir negociar com um grupo de pouco mais de 70 servidores, algo tão simples. Os agentes queriam só adequar a jornada de trabalho e mais dois vales transportes, totalizando quatro. Houve reuniões anteriores entre sindicalistas representando os servidores e membros da Secretaria de Saúde. Resultado? Só promessas.

Falta de habilidade explícita III

Na terça-feira a paciências dos agentes chegou ao limite, ainda assim, eles se reuniram em frente a Vigilância localizada a poucos metros do Paço, fizeram uma assembleia e só depois disso resolveram ir até a Prefeitura.

Falta de habilidade explícita IV

Eles nem sabiam que no auditória o prefeito estaria recebendo empresários e diretores e toda a imprensa, para anunciar os investimentos da empresa Serasa Experian, líder na América Latina em serviços de informações para apoio na tomada de decisões das empresas.

Falta de habilidade explícita V

O que aconteceu? De um lado o manifesto dos servidores e sindicalistas e do outros os diretores e convidados da Serasa sem entenderem o que estava acontecendo. Ficou feio, mas muito feio para o prefeito.

Falta de habilidade explícita VI

O mais curioso foi que ninguém, eu disse ninguém, tentou evitar que os agentes subissem até o Paço para realizar a manifestação. Que falta de comprimento maior que esse prefeito?

Estão corretos

Os servidores que não tem nada haver com isso, fizeram o seu protesto de forma ordeira e ainda por cima, tiveram projeção em toda a imprensa, já que todos os órgãos da cidade estavam na Prefeitura para cobrir o evento da empresa.

Até sexta

Existem pessoas que são muito vazias, que só trazem rancor, fofocas, que são como uma verdadeira carroça vazia fazendo apenas muito barulho em nossas vidas. Fale conosco: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

               

 



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo