NESTA TERÇA-FEIRA (13/11/18) OS RADARES MÓVEIS ESTARÃO NAS SEGUINTES VIAS: 

RADAR 1 – RUA RAY WESLEY HERRICK (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H; 

RADAR 2 - RUA RAY WESLEY HERRICK (BAIRRO/CENTRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H. 

RADAR 3 - RUA DR. MARINO DA COSTA TERRA (BAIRRO/CENTRO) – VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H.

Acompanhamos atentamente o discurso do vereador Eduardo Brinquedos. Foi uma fala simples, honesta e que retrata a realidade da política são-carlense e nacional. A política, hoje, é feita de barganha. O que determina o voto é a troca por um carguinho político, assim como resumiu Brinquedos. Mas a fala do vereador está carregada de hipocrisia e demagogia e isso não pode passar barato aos olhos da sociedade.

Carguinho 

Talvez a memória do vereador Eduardo esqueceu o episódio, mas estamos aqui para relembrá-lo. Vale lembrar que o então presidente do PSC, Eduardo Brinquedos, fez uma indicação de cargo político sim. Era a sua filha, que por alguns meses ocupou a chefia de divisão do Departamento de Fomento ao Turismo.

Ah, tá! 

O vereador pode alegar: oras, na época não estava como vereador. Tudo bem, porém era dirigente partidário e disputou a eleição que consagrou Barba como prefeito. Para ser político, senhor vereador, não basta ter um mandato. Veja o caso de tantos que são profissionais da política. Infelizmente, o seu discurso não colou para esta coluna. 

Porém 

O senhor foi muito feliz ao retratar uma fase da política local em que a articulação governamental, capitaneada por Waldomiro Bueno, é catastrófica. Ligar implorando por voto em troco de supostos carguinhos na administração pública é simplesmente lamentável. 

Gafe 

Outra gafe que Eduardo Brinquedos cometeu e que esta coluna fez a leitura – coisa que nenhuma outra coluna fez. Antes do seu discurso, o vereador Edson Fermiano diz que, juntamente com o senhor, foi induzido ao erro ao votar em favor da Prefeitura no projeto para a compra da Casa da Episcopal. 

Argumento 

O argumento de Fermiano foi pífio. Dizer que o parecer da Comissão de Constituição, Justiça e Redação o induziu ao voto favorável à Prefeitura. Oras, parecer é algo distinto de mérito. E o mérito, convenhamos, é ridículo. Insistir na compra de uma casa enquanto as escolas caem aos pedaços. 

Argumento II 

Basta rebuscar outros discursos do senhor, Eduardo, em que deixa claro: que sempre consulta o seu guru Fermiano antes das votações. Então falar que vota conforme a sua consciência é no mínimo contraditório diante de tudo o que já disse na tribuna da Câmara.

Freirada 

Ninguém falou também da “freirada” que Eduardo Brinquedos levou do vereador Freire. Ele desqualificou o discurso de Eduardo ao dizer que na gestão Newton Lima, o vereador tinha empresa que fazia o transporte de pacientes. Se estava dentro da legalidade, Brinquedos estava certo. Como todo empresário, precisa ganhar dinheiro. Agora, para falar mal de político precisa ter uma conduta irretocável. 

Nabo 

Zé do Mato saiu da moita, disse que queria sair do PSDB e levou uma surra de cipó de Altomani. As informações que temos e que no momento certo, Zé do Mato vaza pra braquiária de Dagnone de Melo. E viva a natureza! 

Do descanso  

Depois da nota pedindo a realização das prévias, a Juventude sofreu um revés de dois militantes. Ivan Lucas e Joner Nery dizem que são favoráveis à realização de prévias. Segundo reza a lenda do Paço, a ordem para a manifestação dos dois integrantes teria partido do prefeito Paulo Altomani, que está em férias. É do tipo manifestação imposta. 

Racha 

A verdade que a manifestação da Juventude demonstra total falta de unidade no partido. Tem gente dialogando em português, inglês, russo e mandarim. 

Loucura!

“Chico Loco”, presidente do PSB, quer convencer Airton Garcia a desistir da candidatura a prefeito. Ele quer que a candidata seja a médica Rosária, esposa do empresário. 

Loucura II! 

Para ‘Chico Loco’, São Carlos não pode perder um deputado estadual, uma vez que Airton, na opinião dele, assume uma vaga em definitivo na Assembleia Legislativa. Orlando Bolçone e Ed Thomas, deputados do PSB, serão candidatos a prefeito em São José do Rio Preto e Presidente Prudente, respectivamente. Mas candidatura não é certeza de vitória, certo, doutor Chico? 

Lamentável 

Depois de quase três de divulgação, algumas pessoas que “protegem” os animais, tentou melar a I Cavalgada da Acorde. O motivo? A subida da Catedral iria causar maus tratos aos cavalos. 

Lamentável II 

Faça-me o favor hein, tanta gente judia de cavalo por aí e ninguém faz quase nada. De vez em quando, aparece um casinho aqui ou ali, agora tentar estragar uma festa que já tem mais de 500 adesões, cuja renda será revertida para a Acorde é lamentável. 

Mas ... 

Os organizadores já acharam uma solução, quando a cavalgada chegar na rua Jesuíno de Arruda, os participantes irão descer dos cavalos e a pé seguirão até a rua Conde do Pinhal. É isso aí pessoal, foco, força e fé. 

Só lembrando 

Que a cavalgada acontece neste domingo. A comitiva partirá da avenida Getúlio Vargas, próximo ao Centro Municipal de Especialidades (CEME) em direção a Praça Itália, os participantes descerão até a avenida São Carlos, percorrerão toda sua extensão com destino ao clube do Cowboy no antigo Moinho Santa Maria. 

Só lembrando II 

No Clube do Cowboy a festa continua com música ao vivo e almoço caipira por R$ 15,00 por pessoa. O local ainda terá área de recreação com brinquedos para crianças. Toda a renda será revertida para a Acorde. 

Até sexta

A verdade é que tudo tem um princípio e nem todo princípio terá fim, o melhor é aproveitar uma rosa do que perder todo jardim. Fale conosco: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo